Terence Crawford nocauteia Shawn Porter e mantém cinturão meio-médio da WBO

Por Matheus Costa | 21/11/2021 21:07

O campeão prometeu e cumpriu com sua palavra. Rei dos meios-médios da WBO, Terence Crawford (38-0, 29 KO) anotou a maior vitória de sua carreira ao se tornar o primeiro homem a nocautear o ex-campeão Shawn Porter (31-4-1, 17 KO), mantendo o cinturão em mais uma oportunidade.

A luta foi longe de ser fácil, já que Porter teve mais uma grande atuação e mostrou novamente que é um dos melhores lutadores do mundo na categoria dos meios-médios. No entanto, Crawford cresceu na segunda metade da luta com bastante ímpeto e prosperou no décimo assalto, anotando dois knockdowns e castigando o desafiante até que o pai e treinador de Shawn, Kenny Porter, interrompesse o confronto.

+ UFC Vegas 43: Santos vs. Tate – Resultados

Logo após a luta, Kenny Porter justificou a decisão de interromper a luta enquanto o filho era castigado pelo campeão da categoria dos meios-médios. Segundo o treinador, Shawn não se preparou bem o suficiente para o confronto, por isso estava sofrendo no décimo round.

“Ele não se preparou do jeito que eu queria que ele tivesse preparado e isso me forçou a dizer ‘eu não quero ele nessa situação’. Ele enfrentou um grande lutador, um grande muito afiado e ele estava levando um atraso. Ter uma desvantagem dessas é como lutar com esse cara estando com os olhos tampados. Eu não iria deixar isso acontecer com ele”, explicou Kenny.

+ Taila Santos ganha único bônus de performance do UFC Vegas 43

O público discordou do comentário e, prontamente, o vaiou. O desafiante também não se mostrou satisfeito, mas não criticou seu pai ao afirmar que não esperava pela decisão tomada.

“Ele fez o que ele sabe que precisa ser feito. Eu não estava esperando por isso. Nunca tivemos uma conversa sobre isso, sempre foi um tipo de entendimento silencioso, mas eu não estava esperando por isso. Ele estava me acertando de forma limpa e foi isso o que o meu pai viu. Eu vi, eu senti. O meu timing estava um pouco ruim. Um grande lutador não deixou que eu encontrasse o meu ritmo. Essa era a minha estratégia, não deixar que ele pudesse encontrar o ritmo. Ele é uma dinamite dentro e fora do ringue”, afirmou Shawn.

+ Colabore com o jornalismo independente e seja um apoiador do MMA Brasil

Com a maior vitória de sua carreira, Terence Crawford voltou a elogiar a atuação e as qualidades de Shawn Porter como lutador. O campeão reconheceu o esforço do desafiante, mas afirmou que ele foi o melhor lutador durante o confronto e que entendeu a estratégia de Porter a partir do primeiro round.

“Como eu disse antes, não posso falar nada de ruim sobre o Shawn Porter. Ele já lutou com todo mundo, ele fez o que ele pôde, mas eu fui apenas o melhor lutador durante a luta. Eu entendi o jogo dele no primeiro round. Eu controlei a distância e ele tinha que arriscar para conseguir encurtar e me golpear. Eu estava um pouco mais forte do que ele. Ele estava tentando fazer o que normalmente ele faz, que é golpear e tentar me encurralar, mas eu usei os meus ângulos e também consegui encurralar ele também”, disse Crawford.

Foto: Top Ranking/Divulgação