Por Idonaldo Filho | 05/05/2021 23:39

O UFC Vegas 25 contou com vários lutadores ranqueados em busca de maior destaque e, entregou bastante em sua parte principal. No duelo mais relevante da noite, Jiri Prochazka mais uma vez encantou os fãs com um desempenho empolgante, conseguindo um dos mais belos nocautes do ano sobre Dominick Reyes. O georgiano Giga Chikadze também saiu com resultado positivo, ao nocautear o veterano Cub Swanson com um lindo chute no corpo.

+ UFC Vegas 25: Reyes vs. Prochazka – Resultados

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC Vegas 25:

JIRI PROCHAZKA VS. VENCEDOR DE JAN BLACHOWICZ/GLOVER TEIXEIRA

Quem já acompanhava Jiri Prochazka no RIZIN não se espanta com seu destaque repentino, já que mesmo no Japão o tchéquio era uma máquina de nocautes e entregava lutas extraordinárias para quem ousava varar a madrugada assistindo o evento oriental. No UFC, um nocautaço sobre o duro Volkan Oezdemir já acendeu um alerta para o resto da divisão e, agora com uma cotovelada giratória que fez Reyes desmoronar, praticamente se consolida como o próximo desafiante da divisão, que tem como campeão o polonês Jan Blachowicz.

E deve ser isso mesmo, até por que na própria entrevista pós-luta ficou entendido que Prochazka tem tudo para aguardar a disputa entre Jan Blachowicz e Glover Teixeira, de onde sairá seu oponente. Muito móvel, resiliente, que ataca durante todos os cinco minutos de round e possui poder de nocaute, Jiri é um desafio que tem tudo para dar bastante trabalho para o campeão. Blachowicz mantendo é o melhor cenário para o entretenimento, pois o polonês bate muito pesado e pode explorar o chão de Prochazka. Glover também é bom wrestler, mas diante da larga vantagem do europeu na velocidade e trocação em geral, o brasileiro ficaria em cenário difícil.

DOMINICK REYES VS. RYAN SPANN

São três derrotas seguidas desde que sofreu um roubo contra Jon Jones. Não está fácil a vida para Dominick Reyes, que desta vez amarga um resultado pior ainda, com a imagem de sua cabeça ricocheteando no solo viralizando nas redes sociais.  É o segundo nocaute em sequência também e, até mesmo para poupar um bom talento, é dever do UFC conceder um lutador mais abaixo na tabela, para que Reyes possa ter a chance de se recuperar, ao mesmo tempo que dá a oportunidade para alguém ainda em crescimento encarar um ex-desafiante.

Acho que Ryan Spann é o nome ideal. O americano não é muito nocauteador, tem vários problemas no seu jogo, mas faz por merecer uma boa luta estando ranqueado e vindo de vitória. São dois atletas longilíneos, com passagem de destaque pelo cenário regional estadunidense de MMA. Podemos esperar um combate estudado na trocação, mas com vantagem para Dominick que é o atleta mais técnico e que tem mais recursos, se quiser vencendo inclusive levando ao chão.

GIGA CHIKADZE VS. VENCEDOR DE EDSON BARBOZA/SHANE BURGOS

Não era esperado tanto de Giga Chikadze quando o mesmo assinou com o UFC. Tudo bem que, o georgiano tem uma carreira de respeito no kickboxing e é treinado por Rafael Cordeiro na Kings MMA, só que a impressão que deixou no Contender Series foi péssima, aliada ao nível de competição vergonhoso que derrotou antes de assinar com o líder do mercado. Mas em sequências de vitórias, teve a chance da vida ao substituir Gavin Tucker, enfrentando o conhecido Cub Swanson e nocauteando sem dó, com um chute potente no corpo, imediatamente colocando o veterano no solo e definindo no ground and pound.

É em um combate muito animado que vejo uma possibilidade de adversário para Chikadze. Meses atrás marquei Alex Caceres para enfrentar o vencedor deste combate, mas convenhamos que Giga merece mais e o Bruce Leeroy pode encarar o derrotado. A luta em referência é Edson Barboza e Shane Burgos, que acontece muito em breve. Em uma ode a violência, quem sair vencedor dessa carnificina poderia encarar Chikadze, sendo Edson Barboza minha preferência, para vermos uma contenda de altíssimo nível entre trocadores de elite com habilidade acima da média nos chutes.

SEAN STRICKLAND VS. KEVIN HOLLAND

Mais uma performance segura de Sean Strickland para subir na categoria. Contra o duro polonês Krzysztof Jotko, Strickland seguiu o básico de sua estratégia, atuando com sequências simples, alguns chutes na perna e movimentação lateral. Foi o suficiente, mesmo não deixando os fãs em casa tão animados. Não dá para negar que o talento de Strickland é uma boa adição para um peso médio cada vez menos qualificado, e é esperado que ele receba alguém ranqueado dessa vez.

Minha sugestão já é conhecida por ter sido feita algumas colunas atrás. Coloquei que Kevin Holland deveria enfrentar o vencedor desse combate e continuo com a opinião. É um duelo bacana entre lutadores de boa agilidade, com recursos interessantes em pé e preferência por atuar na longa distância. Também é uma chance de Holland abaixar um pouco o nível se comparado com as fogueiras que andou entrar em suas últimas pelejas.

MERAB DVALISHVILI VS. PEDRO MUNHOZ

Um monstrinho. Merab Dvalishvili é incansável e, com um dos maiores ritmos já vistos no esporte, acumula mais uma decisão frenética. O atleta que é treinado por Ray Longo fez de tudo como sempre, golpeando bastante, entrando em quedas sem nem mesmo ver se vai dar certo, rolou no octógono, tentou guilhotina. Com um jogo muito interessante, é necessário subir o nível para vermos se Merab consegue atuar dessa mesma forma contra atletas mais talentosos.

Pedro Munhoz está dando sopa por aí e faz sentido que enfrente Dvalishvili. Em sua última aparição, Munhoz derrotou o bom Jimmie Rivera na decisão dos juízes, mas ainda é pouco para que o brasileiro retorne a enfrentar o top 5. Encarando Pedro, Merab terá pela frente um lutador com poder de nocaute, que não se esconde quando há trocação franca e que possuí um jogo de solo qualificado. Pode marcar em um card principal de qualquer evento que vale a pena.

Confira outras opções para os envolvidos no UFC Vegas 25:

Cub Swanson vs. Andre Fili
Dustin Jacoby vs. Kennedy Nzechukwu
Ion Cutelaba vs. Alonzo Menifield
Krzysztof Jotko vs. Perdedor de Hermansson/Shahbazyan
Cody Stamman vs. Lerone Murphy
Luana Pinheiro vs. Ashley Yoder
Randa Markos vs. demissão
TJ Brown vs. Matt Sayles
Luana Dread vs. JJ Aldrich
Poliana Botelho vs. Hannah Goldy
Loma Lookboonmee vs. Livinha Souza
Sam Hughes vs. demissão
Andreas Michailidis vs. Roman Kopylov
KB Bhullar vs. demissão
Felipe Colares vs. Chris Fishgold
Luke Sanders vs. Kai Kamaka III

Fotos: UFC/Divulgação