Por Idonaldo Filho | 25/04/2021 16:25

Vimos no UFC 261, em Jacksonville, Flórida, o melhor evento do ano até hoje. Com três disputas de título, as expectativas eram bastante elevadas, mas o card entregou mais ainda do que imaginávamos. Kamaru Usman segue campeão do UFC, nocauteando brutalmente o veterano Jorge Masvidal. Nos palhas, mudança de campeã, com Rose Namajunas recuperando a coroa ao derrotar Weili Zhang com um lindo chute alto. Defendendo mais uma vez a cinta dos moscas, Valentina Shevchenko surrou Jéssica Bate-Estaca.

+ UFC 261: Usman vs. Masvidal 2 – Resultados

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC 261:

KAMARU USMAN VS. VENCEDOR DE EDWARDS/DIAZ

Hoje é possível sem muitos problemas considerar o nigeriano Kamaru Usman como o melhor da atualidade, o número 1 peso por peso. Mais uma vez com um desempenho irretocável, Kamaru recebeu Jorge Masvidal em revanche de uma luta totalmente unilateral e, dessa vez fez mais. Num contragolpe lindo, Usman carregou um potente golpe e aproveitou da displicência defensiva do veterano para conseguir um nocaute maravilhoso. Acham que só o soco em pé foi suficiente? Usman ainda soltou alguns conferes que terminaram de apagar o lutador da casa, decepcionando a torcida presente e que estava com Masvidal.

Usman está num momento em que é difícil acreditar que alguém pode para-lo. Conhecido sempre pela sua força e wrestling de elite, agora vem desenvolvendo uma ótima trocação com bom jab e aproveitando seu poder de nocaute. No dia que Kamaru for vencido, certamente ficaremos em choque já que hoje o nigeriano é dominante e supremo na divisão até 77kg.

Seu próximo adversário? Deve sair da luta de Leon Edwards e Nate Diaz. Edwards por muito tempo foi merecedor de uma disputa de título, mas o azar e  tempo parado por muito tempo impediram. O retorno contra Belal Muhammad decepcionou um pouco, já que o combate se encerrou após um dedo no olho. Porém, certamente Dana White, que marcou a luta entre Edwards e Diaz em cinco assaltos, deve pensar que será daí que o próximo desafiante vai sair. E convenhamos? A tendência é de uma vitória fácil do inglês. Se por algum motivo o Diaz mais novo for vitorioso aí é que o patrão vai soltar fogos e dar uma disputa de título, então independente de quem sair com a mão levantada temos o novo oponente para Kamaru.

JORGE MASVIDAL VS. VICENTE LUQUE

Pode anotar aí: o vídeo de Jorge Masvidal fazendo algumas provocações e segundos depois sendo nocauteado de forma brutal vai viralizar. Conhecido pelo estilo debochado, mas também por ser um excelente trocador, Jorge Masvidal aceitou a revanche, mas desta vez não conseguiu aguentar até a decisão dos juízes. Veterano, Masvidal teve uma crescente inesperada e aproveitou muito bem, consolidando seu nome como estrela e até mesmo arranjando uma cinta sem vergonha inventada por motivos meramente financeiros. Agora, com duas derrotas para Usman, dificilmente terá uma disputa de cinturão no curto prazo, então é hora de voltar algumas casinhas.

Masvidal e Colby Covington estão se xingando há alguns dias e cavando uma luta. Os dois já foram bons amigos, mas nos últimos tempos andam trocando palavras de baixo nível e pode muito bem ser a próxima opção, conhencendo Dana White. Mas sinceramente? Não gosto dessa opção, acho que Colby pode enfrentar quem sair de Stephen Thompson e Gilbert Durinho. Para Masvidal, gostaria de vê-lo encarando o multinacionalidades Vicente Luque. Também adepto de boas pancadarias, Luque teria contra Jorge a principal luta da carreira enquanto o americano teria a chance de se reerguer. É minha preferência, mesmo que tenha menos chances de acontecer.

Outra opção: Colby Covington.

ROSE NAMAJUNAS VS. VENCEDORA DE CARLA ESPARZA/XIAONAN YAN

Compreensível que Rose Namajunas não fosse a favorita no duelo, principalmente diante do desempenho de Zhang contra a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk e seu grande nocaute sobre Jéssica Bate-Estaca, mas ela surpreendeu os fãs no UFC 261. Em um lindo chute com precisão ímpar, Namajunas imediatamente levou a chinesa ao solo, conseguindo o nocaute técnico no ground and pound, encerrando a peleja e se mostrando bastante emocionada com o desfecho. Mais uma vez campeã da divisão, tendo perdido a coroa de forma traumática, é certo que continuaremos com desempenhos empolgantes quando assistirmos disputas de cinturão no peso palha com Namajunas.

Está bem delineado a próxima oponente da “Thug” Rose. No dia 22 de maio, Carla Esparza e Xiaonan Yan irão se enfrentar, com a vencedora desta contenda ficando em uma sequência significativa de vitórias e se encaminhando para ser a próxima desafiante. Contra Carla, uma revanche da final do TUF 20, sete anos depois, com grande evolução de ambas e, que certamente terá o interesse de Namajunas, que foi a derrotada. Se for Xiaonan a tendência é termos uma lutaça, já que a chinesa mesmo tendo estilo diferente de Weili, é uma trocadora de altíssimo nível e muito dura.

WEILI ZHANG VS. MARINA RODRIGUEZ

Protestando contra a interrupção, não dá para dar razão para Zhang, que estava em outro mundo quando a peleja foi encerrada. Líder de uma geração do MMA chinês que vem com tudo para o UFC, Zhang foi ainda no primeiro assalto atingida pelo chute de Rose, que decretou a vitória da ex-campeã. Como Weili não fez muito ainda para ter uma revanche imediata, provavelmente retornará contra alguma boa contender. Não deve ser um problema, pois Zhang sempre se mostrou uma lutadora persistente e bastante motivada, que virá com tudo para buscar uma chance de recuperar o que foi perdido no último final de semana.

Minha escolhida é Marina Rodriguez. Especialista no muay thai, Marina nocauteou inapelavelmente a prospecto Amanda Ribas em sua última aparição, estando na sexta colocação da categoria até 52kg. É um casamento que tem tudo para ser divertidíssimo, sem falar que faz todo sentido acontecer diante das circunstâncias também. Para Zhang uma vitória já deve bastar para credencia-la a uma nova luta contra Rose, já que é uma atleta importante na categoria e principalmente para a divulgação do MMA na China, que é um mercado muito relevante e que o líder do mercado está cada vez mais apostando.

VALENTINA SHEVCHENKO VS. VENCEDORA DE LAUREN MURPHY/JOANNE CALDERWOOD

Se não existisse Amanda Nunes, Valentina Shevchenko seria a maior lutadora da atualidade com sobras. É sacanagem ver essa mulher no octógono. Quando achamos que há algum ponto para ser explorado em seu jogo, ela vai lá e praticamente chama a gente de burro, mostrando o quanto é craque em todos os aspectos do MMA. Contra Jéssica Andrade, Shevchenko brincou. Derrubou a rodo, bateu no clinch e, acabou com a luta de forma avassaladora com uma chuva de cotoveladas no crucifixo. Dá prazer de assistir uma atleta tão completa e que tem capacidade de destruir absolutamente qualquer mulher que consiga bater 56kg no mundo.

A próxima vítima será ou Lauren Murphy ou Joanne Calderwood, em desafios inéditos mas que terão um resultado conhecido: surra de Valentina. Muito se fala em uma trilogia contra Amanda Nunes, mas realmente, não sei se isso está nos planos do UFC atualmente. Ainda tem muita gente pra Valentina bater no peso mosca, que é uma categoria em crescimento e cada dia aparece mais atletas em condição de desafiante, mas é unânime entre todos os fãs de MMA que no momento não existe ninguém que sequer consiga fazer cócegas em Shevchenko.

JÉSSICA ANDRADE VS. VENCEDORA DE JESSICA EYE/JENNIFER MAIA

Não teve culpa  de enfrentar uma mulher tão dominante. A aposta foi como sugerido na prévia, em levar a campeã para a grade e tentar bater e derrubar. Pois é. Jéssica levou Valentina pra grade, tomou um monte de joelhadas. Jéssica tentou derrubar Valentina com seus costumeiros slams, não moveu um centímetro do corpo da quirguiz. No final, virou praticamente saco de batata na mão da oponente e virou estatística. Ainda sim, é esperado que Jéssica siga bem na divisão, considerando o restante do plantel.

Jessica Eye e Jennifer Maia são duas pesos moscas grandes e que vão pisar no octógono no UFC 264 em julho. Até pode demorar, mas é até ideal a brasileira se recuperar do traumático duelo contra Shevchenko. São desafios interessantes por serem atletas grandes, que apostam na trocação. Considero Bate-Estaca favorita com qualquer uma delas, mas acredito que Jennifer possa fazer uma luta mais interessante e equilibrada.

URIAH HALL VS. JARED CANNONNIER

Sempre houve muita brincadeira com Uriah Hall e seu apelido de “Homem Ambulância”. No UFC 261 fez sentido esse termo. Enfrentando o ex-campeão Chris Weidman em uma revanche de luta acontecida no início da carreira, com apenas dezessete segundos e sem nem mesmo desferir um golpe, Hall viu seu oponente quebrar a perna em um chute baixo. A lesão de Weidman como comentado por  todo mundo, foi idêntica a de Anderson Silva contra o próprio. Para complicar, Chris ainda na adrenalina da luta tentou apoiar a perna quebrada, em cena que não merece melhores detalhes pois: muito forte. De qualquer modo, Hall venceu com méritos e sobe na categoria.

Com a confirmação de Marvin Vettori como próximo oponente de Israel Adesanya, meus planos de casar o italiano com Jared Cannonier foram por água a baixo. E quer saber? Ainda bem. Uma luta entre Uriah Hall e Jared Cannonier é chuva de tamancada, daqueles confrontos em que a gente não pode nem mesmo pensar em piscar. Dois caras com muito poder de definição, com a diferença que Uriah tem muito mais recursos e plasticidade, enquanto Jared é um atleta muito mais duro. Façam essa guerra imediatamente porque todos querem assistir.

Confira outras opções para os envolvidos no UFC 261:

Chris Weidman vs. aposentadoria
Anthony Smith vs. Perdedor de Reyes/Prochazka
Jimmy Crute vs. Vencedor de St.Preux/Grishin
Randy Brown vs. Vencedor de Matt Brown/Dhiego Lima
Alex Cowboy vs. Perdedor de Salikhov/Massaranduba
Dwight Grant vs. Khaos Williams
Stefan Sekulic vs. demissão
Brendan Allen vs. Zak Cummings
Karl Roberson vs. Rinat Fakhretdinov
Pat Sabatini vs. Jamal Emmers
Tristan Connely vs. Austin Lingo
Danaa Batgerel vs. Randy Costa
Kevin Natividad vs. demissão
Kazula Vargas vs. Khama Worthy
Rongzhu vs. Alexander Yakovlev
Jeff Molina vs. Vencedor de Zhumagulov/Rivera
Aoriqileng vs. Cody Durden
Ariane Carnelossi vs. Jinh Yu Frey
Na Liang vs. Cheyanne Buys

Foto: UFC/Divulgação