Gilbert Durinho testa positivo para COVID-19 e está fora do UFC 251

Por Edição MMA Brasil | 04/07/2020 00:39

O brasileiro Gilbert Durinho testou positivo para COVID-19 antes de embarcarem para Abu Dhabi, onde ele disputaria o cinturão dos meio-médios contra o campeão Kamaru Usman. Como consequência, o lutador foi retirado do evento e a disputa de cinturão cancelada. A informação é do site “MMA Junkie”.

Durinho, seu irmão Herbert Burns e o treinador Greg Jones viajaram até Las Vegas, onde o UFC tem feito testes em seus atletas que residem nos Estados Unidos antes deles viajarem para os Emirados Árabes, onde os eventos da ‘Ilha da Luta’ serão realizados. Assim como Gilbert, Herbert e Greg, que iriam o acompanhar para a luta como corners, testaram positivo para o novo coronavírus.

Os três não chegaram a embarcar no avião com os atletas e funcionários para os Emirados Árabes, assim como Kamaru Usman, que também não deixou a cidade de Las Vegas. Não se sabe ao certo se o UFC tentará encontrar uma alternativa para a disputa de cinturão ou se irá remarcar o duelo.

Com o cancelamento do confronto, o UFC 251 terá apenas duas disputas de cinturão no evento, com a revanche entre o campeão dos penas Alexander Volkanovski e Max Holloway e o confronto entre José Aldo e Petr Yan pelo cinturão vago da divisão dos galos.