Gilbert Durinho quer enfrentar Jorge Masvidal e dispara: “Acredito que posso nocauteá-lo”

Por Matheus Costa | 17/06/2022 10:11

Em busca de recuperar o bom momento na carreira e voltar a vencer no octógono, o brasileiro Gilbert Durinho já tem um próximo alvo em sua mente. Agora, o experiente meio-médio traçou em seus planos que deseja enfrentar o folclórico Jorge Masvidal em sua próxima aparição.

Em entrevista ao site “MMA Fighting”, Durinho expressou seus planos de enfrentar Masvidal em sua próxima luta e rasgou elogios ao atleta americano, lembrando de seu ótimo resumo na carreira para justificar sua escolha.

“Para mim, a luta que faria sentido é contra o Jorge Masvidal. Como eu já disse várias vezes, o cara tem mais de 50 lutas com vários nocautes loucos. Lembre-se do nocaute contra o Ben Askren e contra o Darren Till. O cara venceu o Nate Diaz. É a luta que eu quero. Ele está vindo de duas derrotas, mas foram para o Kamaru Usman, o melhor pound-for-pound, e para o Colby Covington, primeiro colocado do ranking. Essa é a luta que eu quero. É a luta que faz sentido. É a luta que vai me animar, me motivar e eu ainda acredito que eu posso vencer o cara. É a luta que eu quero: Jorge Masvidal”, afirmou.

Durinho também lembrou que Masvidal já mostrou interesse em enfrentá-lo no passado, assim como o UFC também teria mostrado interesse em realizar o confronto.

“Ele já mostrou muito interesse nessa luta também. Eu acho que o UFC também se interessou. Eu acho que essa é a próxima. Precisamos ver sobre a data e eu acho que a gente vai dar um grande show para todo mundo. Eu vou para tentar dar uma surra nele e ele vai tentar o mesmo. Vai ser uma luta louca”, explicou.

Com as recentes reclamações de Masvidal sobre sua inabilidade de defender as quedas de seus adversários – Usman e Covington -, Durinho já se antecipou e se ofereceu para uma assinar uma cláusula contratual que lhe proíbe de levar a luta para o chão. Sua intenção é clara e simples: nocautear Masvidal em pé.

“Eu posso assinar no contrato: sem quedas. Vamos fazer essa luta logo. Eu estou animado para isso. Eu quero dar um show. Mais um show e mais um nocaute e eu acredito que eu posso trocar com o Masvidal. Mais uma vez, eu tenho muito respeito por ele. Ele é muito duro, um dos ‘BMFs’, mais de 50 lutas, mas eu ainda acho que posso nocauteá-lo”, finalizou Durinho.

Foto: UFC/Divulgação/Twitter