Campeão olímpico Gable Steveson recusa oferta do UFC e assina com a WWE

Por Matheus Costa | 10/09/2021 12:45

UFC perdeu a chance de contratar um dos maiores lutadores de wrestling dos últimos anos com um grande potencial para o MMA. Ouro nas Olimpíadas de Tóquio na modalidade greco-romana da divisão de até 125kg, o americano Gable Steveson recusou uma oferta da maior organização de MMA do mundo e decidiu por aceitar um contrato com a WWE, empresa americana de luta livre. A informação foi anunciada pela própria WWE.

+ Bellator anuncia a contratação do ex-campeão dos galos Kyoji Horiguchi

Gable estava sendo disputado pelas duas empresas desde seu título olímpico e já havia citado publicamente o interesse das duas partes. Assim como seu irmão, Bobby Steveson, ele optou por seguir os passos de Kurt Angle e assinar com a WWE com um vínculo válido por “diversos anos”. Uma curiosidade do contrato é que ele poderá continuar competindo no circuito colegial de wrestling.

+ Categorias de Peso e Campeões Mundiais e Olímpicos de Wrestling (Luta Olímpica)

De acordo com a “ESPN“, a oferta do UFC para um dos prospectos mais badalados dos últimos tempos não foi das melhores. A ideia da organização era que Gable competisse em eventos regionais estando sob contrato para eventualmente receber uma chance de lutar no Contender Series e, quem sabe, assinar com a maior organização de MMA do mundo. Um modelo de desenvolvimento similar ao usado com Greg Hardy, ex-jogador de futebol americano que decidiu migrar para o esporte. O contrato seria num valor de 10 mil dólares por luta com um bônus de 10 mil dólares em caso de vitória.

+ Seja apoiador do MMA Brasil e colabore com o jornalismo independente

Com apenas 21 anos de idade, o americano é indicado por muitos como um dos principais wrestlers de sua geração. Direto da tradicional Universidade de Minnesota, o currículo de Steveson inclui o Troféu Dan Hodge, o campeonato da Divisão 1 da NCAA, dois títulos da conferência Big Ten e dois prêmios de All-American. No nível profissional, além do título olímpico conquistado neste ano, ele também é o atual campeão pan-americano.

Steveson venceu o ouro em Tóquio de forma heroica. Depois de vencer o atual campeão olímpico Taha Akgül nas quartas de final por 8 a 0, ele enfrentou Geno Petriashvili na final da competição e perdia por 8 a 5 com 23 segundos para o final do combate. No entanto, ele conseguiu virar o combate de maneira sensacional e somou os pontos finais com uma queda no último segundo do confronto.

Foto: COI/Divulgação