Yoel Romero e Paulo Borrachinha se enfrentam em Miami visando cinturão

Por Gabriel Carvalho | 22/01/2019 21:12

O site Combate.com reportou na noite desta terça-feira (22) que o UFC realizará um evento em Miami, Flórida, no dia 27 de abril. O duelo principal da edição será o confronto entre os médios Yoel Romero e Paulo Borrachinha. Quem vencer estará muito próximo de disputar o título da categoria até 84 quilos, mas as perspectivas do cubano e do brasileiro para o duelo são diferentes.

Primeiro colocado do ranking, Yoel está próximo de completar 42 anos de idade. Mesmo sendo um lutador caracterizado pela condição atlética, força e brutalidade, é bem plausível que Romero tenha uma queda de rendimento repentina por conta da idade. Em sua última luta, fez frente ao jovem campeão Robert Whittaker, saindo com uma derrota por decisão dividida dos juízes.

A luta do dia 27 de abril representa uma última arrancada para o “Soldado de Deus” seguir sonhando com a coroa do UFC. Se vencer, pode precisar apenas de mais uma vitória para ser jogado à disputa do título de novo. Caso perca, ainda mais para um atleta com limitações e com um jogo favorável ao seu, seria a hora de o cubano repensar se realmente continuará no esporte sem ser um atleta de elite ou até cogitar o fim de sua jornada.

Borrachinha está seis posições atrás de Romero no ranking. Esta será a primeira grande chance da sua vida de se aproximar do título. Em quatro lutas no octógono, foram quatro nocautes e, como a categoria dos médios apresenta um nível medíocre, não foi muito difícil ver o mineiro alcançar um lugar no top 10. Próximo dos 28 anos (quase um adolescente na divisão), Paulo terá o seu primeiro teste de fogo no UFC, talvez o mais encardido deles, atrás apenas do campeão.

Uma derrota neste combate não significa o fim do mundo para o brasileiro. Ele é novo, tem talento e é um produto a ser trabalhado, principalmente num mercado com dificuldades de renovação como o brasileiro. O provável revés para Yoel pode mudar a visão do mineiro sobre algumas coisas e ajudar em sua evolução. Caso consiga a vitória, Borracha queimará várias etapas e se consolidará como um desafiante, se aproximando do topo de uma das categorias com a elite mais dura do UFC.