Volkan Oezdemir é preso por agressão nos Estados Unidos

Por Matheus Costa | 19/11/2017 14:40

A categoria dos meio-pesados do UFC teve mais um lutador passando por polêmica com a justiça americana. Mas não, não estamos falando de Jon Jones. O próximo desafiante do cinturão da categoria, Volkan Oezdemir, acabou sendo preso neste sábado (18) por agressão na cidade de Fort Lauderdale, na Flórida.

De acordo com o departamento de polícia responsável pela prisão, o atleta suíço foi detido após deixar a vítima com severos danos corporais. Entretanto, o caso ainda não possui grandes detalhes divulgados sobre a briga. O atleta foi ouvido pela polícia na manhã deste domingo e teve a fiança estabelecida na quantia de 10 mil dólares (32,600 reais).

O UFC emitiu um comunicado de forma exclusiva ao site “Bloody Elbow” para se pronunciar sobre o caso. Segundo a nota, a organização já está avisada sobre a situação do atleta e buscará todas as informações necessárias antes de tomar qualquer iniciativa disciplinar.

“O UFC está ciente da situação envolvendo o atleta meio-pesado Volkan Oezdemir. A organização está no processo de obter mais informações e estará monitorando a situação de perto antes de determinar a necessidade de qualquer medida.”, afirmou a nota.

O lutador suíço está agendado para enfrentar o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier na luta principal do UFC 220 em janeiro na cidade de Boston, Estados Unidos. Caso Oezdemir seja realmente culpado no caso, é quase certo de que o combate será cancelado e Cormier ganhe um novo desafiante pelo cinturão.