Vídeo: Anderson Silva vs Chris Weidman, Capítulo 1 (Luta completa)

O primeiro confronto era potencialmente uma bomba-relógio. Não se sabe se o Spider não levou fé, se menosprezou o oponente, se estava saturado da mesma pressão do cinturão. Veja, reveja, entre no clima da revanche e tente responder: o que aconteceu naquele 6 de julho?

As estatísticas e o retrospecto rival mostravam que seria perigoso. As casas de apostas diziam que o favoritismo era menor que o convencional. Alertas foram dados, poucos ficaram ressabiados. “Vai tirar a alma de mais um”, “Vai nocautear e humilhar de novo”, “Esse cara não tem cartel para ousar o desafio”. Não foi bem assim. Pelo menos não do modo como a maioria esperava.

O primeiro confronto entre o antigo rei dos médios Anderson Silva e o atual campeão Chris Weidman era potencialmente uma bomba-relógio para o superastro brasileiro. Não se sabe se ele não levou fé, se menosprezou o oponente, se estava saturado da mesma pressão que levou Georges St-Pierre a se afastar. O que sabemos é que o gancho de esquerda do All-American encontrou limpo o queixo do Spider e levou o maior reinado da história do UFC para o tombo.

Sábado é dia de revanche. Como diz o pôster oficial, “para não deixar dúvida”. Até lá, o MMA Brasil segue com a cobertura especial do UFC 168. Começamos ontem com as íntegras de duas grandes vitórias dos protagonistas de sábado. Agora, relembramos a primeira luta entre Weidman e Anderson. Veja, reveja, entre no clima da revanche e tente responder: o que aconteceu naquele 6 de julho, no UFC 162?