USADA absolve brasileiros após casos de suplementos contaminados

Por Gabriel Carvalho | 23/04/2018 16:24

A Agência dos Estados Unidos Anti-Dopagem (USADA) divulgou um comunicado nesta segunda-feira absolvendo os lutadores brasileiros Junior Cigano, Rogério Minotouro Marcos Pezão de culpa nos respectivos casos de doping que ocorreram no ano passado. A USADA confirmou que duas farmácias de manipulação, localizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo, forneceram suplementos contaminados aos atletas.

Os três lutadores foram pegos em exames no ano passado com uso da substância hidroclorotiazida, que é um diurético banido pela WADA. Os suplementos utilizados pelos lutadores foram levados ao laboratório da USADA em Salt Lake City, confirmando a contaminação.

No comunicado, a agência também citou que trabalhará com agências reguladoras no Brasil para investigar mais a fundo o caso de contaminações nas farmácias de manipulação e em outras espalhadas pelo país, já que mais casos de lutadores contaminados podem surgir.

Por motivos de protocolo, Cigano, Minotouro e Pezão aceitaram suspensões retroativas de seis meses, portanto, os três lutadores já estão oficialmente liberados para competir.

Editor do MMA Brasil. Fã de esportes em geral, apaixonado pela arte de punhos em rostos alheios. Amante de filmes e música.