UFC revela novo cinturão, que estará em jogo neste sábado

Por Alexandre Matos | 19/01/2019 11:32

O UFC Brooklyn, primeiro evento da temporada de 2019 da maior organização do mundo, traz diversas novidades. A primeira é a estreia da parceria com a ESPN nos Estados Unidos. Nesta semana, o UFC revelou o novo cinturão, que já será entregado para o vencedor da luta entre Henry Cejudo e TJ Dillashaw, válido pelo título do peso mosca.

O novo cinturão do UFC

O novo cinturão do UFC (clique na imagem para ampliá-la)

LEIA MAIS UFC Brooklyn: Cejudo vs. Dillashaw – Prévia do Card Principal

A nova peça de ouro e couro tem tantos detalhes que foi preciso lançar também uma explicação. Ao redor do logo do UFC, que fica centralizado no cinturão, estão as principais novidades. Acima do logo há a representação dos oito primeiros países que tiveram campeões no UFC. São eles: Estados Unidos (Mark Coleman), Canadá (Carlos Newton), Brasil (Murilo Bustamante), Holanda (Bas Rutten), Polônia (Joanna Jedrzejczyk), Belarus (Andrei Arlovski), Reino Unido (Michael Bisping) e Irlanda (Conor McGregor). Abaixo do logo há o número 1993, ano de fundação do UFC, em algarismos romanos.

O novo cinturão do UFC agora será personalizado. No lado esquerdo, há uma placa com o nome e a categoria de peso do campeão no meio de uma moldura em forma de octógono. Esta moldura tem oito pedras brancas, que serão substituídas por vermelhas a cada vitória do campeão. A data e o local da vitória serão impressos logo ao lado da pedra vermelha. Do lado esquerdo, outra moldura em formato de octógono circunda o novo logo que representa os campeões do UFC.

Marca de campeão do UFC exposta no novo cinturão

Marca de campeão do UFC exposta no novo cinturão

LEIA MAIS UFC Brooklyn: Prévia das Principais Preliminares

O UFC batizou sua criação de UFC Legacy Championship Belt, para dar uma ideia de legado ao cinturão. A organização lançou um vídeo que funciona como uma linha do tempo deste legado, iniciando com Dan Severn exibindo a peça que era dada aos vencedores das antigas Super Lutas, passando por Tito Ortiz, Chuck Liddell, Ken Shamrock, Georges St. Pierre, Matt Serra, Matt Hughes, BJ Penn, Anderson Silva, Ronda Rousey e muitos outros.