UFC Fight Night 119: Prévia do Card Preliminar

Em sua segunda parada na maratona de eventos que irá até o último sábado do ano, o octógono mais famoso do mundo será montado em São Paulo trazendo o UFC Fight Night 119, que contará com um excelente card para quem comparecer ao Ginásio do Ibirapuera no próximo sábado. Porém, antes de aproveitar a porção principal recheada de bons lutadores, o público poderá acompanhar ótimas lutas preliminares, com vários nomes promissores.

Abrindo o evento, o brasileiro Marcelo Golm fará sua estreia no UFC após ser chamado de última hora para enfrentar Christian Colombo no peso pesado. Em seguida, os pesos-moscas Deiveson Figueiredo e Jarred Brooks lutam em busca da segunda vitória na organização.

Dando prosseguimento ao card, Elizeu Capoeira enfrentará Max Griffin no peso meio-médio. Logo depois, Hacran Dias buscará se recuperar contra Jared Gordon na categoria dos penas.

Nas duas preliminares mais importantes, Antônio Carlos Cara de Sapato tenta seguir em busca do topo do peso médio contra Jack Marshman, enquanto os promissores Vicente Luque e Niko Price trazem uma promessa de pancadaria no peso meio-médio.

Confira nossa prévia para os combates da porção preliminar do evento, que terá transmissão do Canal Combate a partir das 21:00, no horário de Brasília:

Peso Meio-Médio: Vicente Luque (BRA) vs. Niko Price (EUA)

Vicente Luque

Depois de perder na luta de estreia no UFC, Vicente Luque (11-6-1 no MMA, 4-2 no UFC) emplacou uma ótima sequência de quatro vitórias, mas quando pensávamos que o top 15 seria realidade, ele foi derrotado de forma até assustadora por Leon Edwards.

Luque é um ótimo kickboxer, com boas trocas de base, chutes alinhados na linha cintura e bom uso da mão esquerda. O jiu-jítsu também está em alta, com destaque para o famoso triângulo de mão. O problema para o brasileiro é a questão do preparo físico e da disputa de força no clinch, situações que já o deixaram em má posição.

Bem, Niko Price (10-0 no MMA, 2-0 no UFC) não é tão ruim como o descrevi na prévia do UFC 207 e até leva bastante entretenimento ao público que o assiste. Mesmo com base no muay thai, Price ainda tem características do brigão que atuava nos eventos da Flórida. Porém, ele compensa essa característica com potência nos punhos em qualquer distância. O jiu-jítsu é de nível decente, mas não sabemos se ele consegue vencer Luque no chão. Niko também é um dos lutadores preferidos do público por conta do inexistente sistema defensivo na troca de golpes.

Niko Price vs Vicente Luque odds - BestFightOdds
 

Esta foi uma ótima escolha para fechar o card preliminar, já que provavelmente Luque e Price deixarão o público na pilha para a luta de John Lineker.

Esperamos um início forte do brasileiro, atacando Price com chutes na linha de cintura e tentando encurralar na grade, onde o brasileiro pode mostrar o poder que tem nas mãos. O problema para Vicente é que a troca de tiros com Niko é bem arriscada, mas o palpite ainda é no “Assassino Silencioso” brasileiro, por interrupção na primeira metade da luta.

Peso Médio: Antônio Cara de Sapato (BRA) vs. Jack Marshman (GAL)

Vicente Luque

Depois da inesperada derrota sofrida para Dan Kelly, Antônio Carlos Cara de Sapato (8-2 no MMA, 5-2 no UFC) parece finalmente ter engrenado no octógono, com três vitórias em sequências. Em pé, o paraibano é dono de uma postura incomum, com bom uso do “jab-facada” e com um punho direito potente, além dos pisões no joelho. No chão, o ex-campeão mundial na faixa marrom precisa de pouca descrição, mas vale lembrar que ele vem melhorando ainda mais na questão do controle posicional e na paciência na hora de achar a brecha para finalizar.

Um dos representantes galeses do UFC, Jack Marshman (22-5 no MMA, 2-1 no UFC) venceu o limitado Ryan Janes em sua última luta e agora tem uma baita encrenca pela frente. Marshman é um especialista no boxe que costuma mandar boas e poderosas combinações, mas ainda lhe falta uma certa competência em aproveitar falhas dos adversários, o que é um desperdício visto o poder de nocaute imenso que apresenta. O jogo de chão ainda não foi testado em alto nível – e isso preocupa bastante quando falamos de Cara de Sapato do outro lado.

Antonio Carlos Junior vs Jack Marshman odds - BestFightOdds
 

O brasileiro é o favorito aqui. A expectativa é que ele não se arrisque tanto na troca de golpes e use a vantagem física para derrubar o galês ainda na parte inicial do primeiro round. Cara de Sapato provavelmente dará o famoso seminário de jiu-jítsu, trabalhando posições, chegando nas costas com facilidade e pegando o pescoço de Marshman com um mata-leão na segunda parcial da luta.

Peso Leve: Hacran Dias (BRA) vs. Jared Gordon (EUA)

Jared Gordon

Antigo membro do top 15 do peso pena, Hacran Dias (23-5-1 no MMA, 3-4 do UFC) perdeu o posto após duas derrotas seguidas para Cub Swanson e Andre Fili. Com dificuldades para cortar o peso, decidiu subir de categoria.

Praticamente existe um padrão quando falamos de atletas da Nova União, mas Hacran foge um pouco disso. O brasileiro usa menos os chutes baixos, aposta menos nos golpes traumáticos e tenta abafar o oponente para levar a luta para o chão, onde se mostra ótimo lutador quando tem o controle posicional. A falta de variação complica uma arrancada de Dias.

Dono de uma das histórias mais bonitas já vistas no MMA, Jared Gordon (13-1 no MMA, 1-0 no UFC) tem um bom teste de fogo caso queira crescer de imediato na organização. Ex-campeão do Cage Fury e descoberto no Lookin’ for a Fight, web série de Dana White, Gordon tem a graduação marrom no jiu-jítsu, modalidade que o ensinou a aproveitar as boas posições no solo e executar um ground and pound brutal. Ele também é um ótimo lutador em pé, com o kickboxing de base, usando bastante variação nos golpes e bons contra-ataques.

Hacran Dias vs Jared Gordon odds - BestFightOdds
 

Hacran não é um lutador que protagoniza duelos épicos, mas Gordon pode forçá-lo a lutar. O americano não deve se intimidar para tomar a ação no começo, combinando poderosos socos com chutes baixos. Dias deve buscar o clinch e a luta de chão – se terá sucesso ou não, só descobriremos na hora, já que o nível de competição em que Jared foi testado não me leva a confiar que ele pode se defender das tentativas do brasileiro. Misturando tudo, ainda vou de Gordon, provavelmente por decisão.

Peso Meio-Médio: Elizeu Capoeira (BRA) vs. Max Griffin (EUA)

Elizeu Capoeira

Depois de três vitórias seguidas, Elizeu Capoeira (17-5 no MMA, 3-1 no UFC) volta a lutar no Brasil pelo UFC. Atleta da academia CM System, localizada em Curitiba, ele é praticamente um pacote do que a equipe oferece de bom: tem uma base agressiva no muay thai e um jiu-jítsu de nível bom, interessante para se defender e bem útil na hora de finalizar. Na troca de golpes, não apresenta uma defesa muito sólida, mas é bastante perigoso com os golpes que lança, principalmente os chutes altos e as joelhadas.

Ninguém te culpará caso você não lembre que Max Griffin (13-3 no MMA, 1-1 no UFC) luta no UFC, já que foram duas lutas na organização, tomando um passeio de Colby Covington e retribuindo sobre Erick Montaño. Griffin é um lutador com bastante experiência no kickboxing, que é usado como sua base em pé. Ele sempre se movimenta para a frente e combina bem os golpes curtos. Ele tem um sistema defensivo até melhor que o de Capoeira, mas ainda deixa algumas brechas que podem ser exploradas pelo brasileiro.

Elizeu Zaleski Dos Santos vs Max Griffin odds - BestFightOdds
 

Provavelmente teremos a primeira candidata a alcançar um bônus na noite. Elizeu entra como favorito e deve aproveitar bastante os chutes baixos no começo da luta, com Griffin buscando a aproximação para poder encurralar o brasileiro e despejar socos. Capoeira é muito forte no thai clinch, onde pode decidir a parada com uppercuts e joelhadas, além de ter a vantagem no chão. O paranaense tem mais armas para vencer o combate –
isso até deve acontecer, mas não podemos contar que Griffin é mosca morta.

Peso Mosca: Deiveson Figueiredo (BRA) vs. Jarred Brooks (EUA)

Jarred Brooks

No peso mosca, temos um duelo muito bem casado entre lutadores invictos. Primo dos irmãos Marajó, Deiveson Figueiredo (12-0 no MMA, 1-0 no UFC) estreou no UFC em junho, com uma bela vitória sobre o mexicano Marco Beltrán. Com títulos em diversos campeonatos de jiu-jítsu no Norte e Nordeste, Deiveson tem a arte suave como sua base no MMA. Apesar de faltar um certo ajuste nas quedas, ele tem bom conhecimento de como manter a luta no solo, além de saber trabalhar as posições antes de chegar nas finalizações. Em pé, usa bastante os chutes baixos, mas ainda comete erros defensivos, especialmente mantendo a guarda baixa.

Integrante do nosso projeto top 10 do futuro, Jarred Brooks (13-0 no MMA, 1-0 no UFC) estreou vencendo Eric Shelton numa batalha divertida no UFC 214. Wrestler de origem, Brooks já derrotou o campeão da Divisão I da NCAA Nathan Tomasello nos seus tempos de ensino médio, mas optou por iniciar carreira no MMA. Ele se tornou um lutador promissor, com ótimo tempo nas quedas, controle posicional interessante e intensa busca por finalizações, principalmente o mata-leão. Na troca de golpes, Brooks ainda precisa melhorar, mas mostra boa esquiva e controle de distância.

Deiveson Figueiredo vs Jarred Brooks odds - BestFightOdds
 

Diferentemente da luta contra Shelton, Brooks não deve encontrar tanta dificuldade na hora de aplicar as quedas, já que Deiveson não vai brigar bastante para ficar de pé, aceitando lutar no solo. Este será o problema para o brasileiro, uma vez que o americano é muito bom quando falamos de cravar o amigo no chão. Vitória do americano, provavelmente por decisão unânime.

Peso Pesado: Marcelo Golm (BRA) vs. Christian Colombo (DIN)

Abrindo as ações no Ibirapuera, o atleta local Marcelo Golm (5-0 no MMA) fará sua estreia no UFC. Com 25 anos de idade, ele fez carreira em eventos no estado de São Paulo e recebeu a chance na maior organização do mundo após o doping do baiano Carlos Boi. Atleta do Corinthians MMA, Golm exibe pouca movimentação e é especialista no ground and pound, sempre buscando a queda para marretar quem estiver debaixo dele. Na troca de golpes, tem um boxe interessante quando se trata de curta distância. Existem dúvidas sobre o nível de competição que Marcelo enfrentou no cenário nacional e isso pode influenciar negativamente no sábado.

Ex-soldado do exército da DINAMÁQUINA, Christian Colombo (8-2-1 no MMA, 0-1-1 no UFC) fará sua segunda luta seguida em São Paulo, agora precisando de um resultado positivo para se manter no UFC, depois de empatar com Jarjis Danho e perdeu para Luis Henrique KLB. Colombo tem base no muay thai, vencendo competições no seu país natal e disputando duelos de kickboxing no cenário europeu. No MMA, ele até sabe trabalhar chutes baixos e tem uma capacidade bem melhor que a média da categoria na hora de soltar golpes. Seu grande problema é o wrestling, já que é facilmente dominado no solo.

Christian Colombo vs Marcelo Golm odds - BestFightOdds
 

Uma interessante característica de Golm é o fato de ser um atleta objetivo. Ele não costuma perder muito tempo na troca de golpes e logo busca a luta no chão, um ponto que será totalmente a seu favor, visto que Colombo é nulo em tal aspecto e não acredito que conseguirá defender as investidas. A aposta é que Marcelo derrube o dinamarquês e vença por nocaute técnico ainda no primeiro round de luta.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Tô mais pilhado pra Luque x Price do que pra Lineker x Vera, por que a primeira tem tudo pra ser bem mais competitiva em pé, esse casamento faz eu perdoar colocarem Christian Colombo no card.

  • James sousa

    Ainda bem que a dos pesados e logo a primeira luta .
    Luque pra mim e material para top 10 do futuro

  • Tiago Paiva

    Baita prévia, Biel!

    • Gabriel Carvalho

      <3

  • Binho Vianna

    Acho esse Brooks superestimado e Sapato corre risco de tomar KO se quiser dar show trocando com um striker mais ágil.

    • Gabriel Carvalho

      O Brooks tem 24 anos ainda.

      • Binho Vianna

        Acabei de saber que Deividson sofreu demais o corte de peso, mudei a aposta para Brooks.