UFC 205: Prévia do Card Preliminar

UFC 205: Prévia do Card Preliminar
MMA

O UFC 205 é tão grande que o card preliminar está melhor do que a maioria dos UFC Fight Nights ou UFC On FOX. Frankie Edgar, Khabib Nurmagomedov e Michael Johnson são os principais nomes envolvidos.

A primeira edição do UFC em Nova Iorque, após o fim do ridículo banimento que vigorou por quase duas décadas no estado, chega com um dos melhores cards da história da organização. Além das três disputas de cinturão no card principal, as preliminares do UFC 205 trazem confrontos interessantes e que podem mudar o panorama de algumas categorias, como Frankie Edgar contra Jeremy Stephens e Khabib Nurmagomedov diante de Michael Johnson.

Confira a prévia:

Peso Pena: #2 Frankie Edgar (EUA) vs. #7 Jeremy Stephens (EUA)

Frankie Edgar

Na luta que fecha o card preliminar desta edição histórica, o ex-campeão do peso leve e ex-desafiante ao cinturão dos penas Frankie “The Answer” Edgar (20-4) buscará iniciar uma nova sequência de vitórias contra Jeremy “Who the fuck is that guy?” Stephens (25-12).

Com 35 anos de idade, Edgar pode iniciar sua última arrancada na carreira, já que é um lutador das categorias mais leves, que normalmente começam a cair de desempenho a partir desta idade. Tirando esse fator, estamos falando de um dos melhores lutadores do mundo. Dono de um boxe veloz e baseado no volume, Frankie também tem excelente jogo de pernas, preparo físico de campeão e ótima base no wrestling, que lhe ajudaram a emplacar cinco vitórias seguidas na categoria até 66 quilos antes de se chocar novamente com José Aldo.

Antes irregular na divisão dos leves, Jeremy “Lil’ Heathen” Stephens virou outro lutador na divisão de baixo. Com mais força nos golpes, tornou-se um legítimo top 10 na movimentada categoria, só perdendo quando foi testado em um nível acima, como ocorreu contra Cub Swanson, Charles Oliveira e Max Holloway. Porém, o “Esquentadinho” vem embalado após conseguir derrotar Renan Barão. Um cavalo de guerra, Stephens tem um arsenal explosivo na trocação, dono de perigosos chutes, joelhadas e uma poderosa mão direita.

Frankie Edgar vs Jeremy Stephens odds - BestFightOdds

A expectativa é que a estratégia de Stephens seja manter o duelo em pé, trabalhando os chutes baixos, semelhante à sua luta contra Renan Barão, mas a velocidade, o boxe bem trabalhado e as quedas de Edgar devem frustrar Jeremy e conduzi-lo a uma vitória por decisão unânime.

Peso leve: #2 Khabib Nurmagomedov (RUS) vs. #6 Michael Johnson (EUA)

Na categoria dos leves, um combate decisivo que pode definir o próximo desafiante do vencedor da luta principal do evento. O invicto russo Khabib “The Eagle” Nurmagomedov (23-0) defenderá sua invencibilidade contra o nocauteador americano Michael “The Menace” Johnson (17-10).

Khabib Nurmagomedov

Usado como laranja na negociação de Alvarez vs. McGregor, Khabib Nurmagomedov já poderia ter lutado pelo cinturão anteriormente, mas as lesões o deixaram fora do octógono por um longo tempo. Quando voltou, foi a vez da lesão de Tony Ferguson atrapalhar uma aproximação da “Águia” ao título.

A incrível sequência de 23 vitórias de Khabib é facilmente justificada. Atleta do sambô, ele tem a capacidade de arremessar qualquer ser humano de seu peso ao solo com a excelente base no wrestling, além de poder encerrar as lutas com um ground and pound castigador. Na trocação, Nurmagomedov também é um atleta duro e se caracteriza bastante pela boa manutenção de distância.

Depois de enfrentar uma má fase, derrotado injustamente por Beneil Dariush e tomando tapa na cara de Nate Diaz, Michael Johnson fez as pazes com a vitória ao mandar Dustin Poirier para encontrar Caronte em setembro. De lutador mediano, ele se tornou um contender perigoso nos últimos tempos ao se juntar a Blackzilians. Virou um trocador rápido e poderoso, que também sabe aplicar pressão nos oponentes. A defesa de quedas é decente, mas fica a dúvida se será decente contra o homem que estará no corner vermelho.

Khabib Nurmagomedov vs Michael Johnson odds - BestFightOdds

Michael representa perigo para Khabib. Acredito que o russo não tentará a luta em pé, visto que pode acordar com a lanterninha do médico no olho. Nurmagomedov provavelmente terá sucesso ao usar seu jogo de quedas, repetindo o desempenho dos encontros com Rafael dos Anjos e Abel Trujillo. A aposta é que Khabib chegue à vitória de número 24 na carreira, mais uma por decisão unânime.

Peso meio-médio: Belal Muhammad (EUA) vs. Vicente Luque (BRA)

Mesmo sendo uma das lutas de menor apelo do card, o confronto entre o americano Belal “Remember The Name” (yes, i member) Muhammad (10-1) e o brasileiro Vicente Luque (10-5-1) tem grande potencial de violência e que definitivamente pode tirar 50 mil dólares do bolso de Dana White.

Vicente Luque

Ex-campeão dos meios-médios do Titan FC, Belal Muhammad fará sua terceira luta em apenas seis meses de contrato com o UFC. Após ser espancado em uma guerra contra Alan Jouban, conseguiu manter o emprego ao derrotar o limitado Augusto Montaño.

Belal é um lutador bem interessante. Dono de um boxe volumoso, ele sabe muito bem controlar a distância na trocação com os oponentes. Também tem uma base decente no wrestling e no jiu-jítsu. Seu queixo é duro, como ficou provado na luta contra Jouban.

Nascido no Brasil e criado em Nova Jérsei, Vicente Luque é um interessante prospecto que usa a bandeirinha verde e amarela em seu kit da Reebok. Com 24 anos de idade, ele sofreu uma derrota na estreia contra Michael Graves, ex-colega de TUF 21. Porém, conseguiu uma boa sequência de três triunfos ao bater o também ex-TUF Hayder Hassan, Alvaro Herrera e Hector Urbina.

Produto da Blackzillians, Luque tem boas combinações de socos e é faixa marrom de jiu-jítsu, com habilidades para finalizar os oponentes por cima ou por baixo. Ele também compete com Tony Ferguson com o posto de “Rei do D’Arce Choke” dentro do UFC.

Belal Muhammad vs Vicente Luque odds - BestFightOdds

A expectativa é que Belal faça um combate bem técnico, optando por manter a distância em cima de Luque e conseguir uma vitória por nocaute. No entanto, o brasileiro tem boas chances de levar o oponente ao solo e anotar mais uma finalização ao seu cartel, provavelmente no segundo round.

Peso Leve: Jim Miller (EUA) vs. Thiago “Pitbull” Alves (BRA)

Jim Miller

Em um combate de veteranos, Jim Miller (27-8) buscará retornar ao top 15 da categoria dos leves enfrentando o brasileiro Thiago Alves (21-10), ex-desafiante ao cinturão dos meios-médios e que faz sua primeira luta na categoria de baixo.

Foi-se o tempo em que Jim Miller era um dos principais lutadores na categoria até 70 quilos. Com as inúmeras guerras e a renovação de talento na divisão, Miller foi passado para trás, mas vai construindo seu caminho de volta ao top 15 depois de vitórias sobre Takanori Gomi e Joe Lauzon. Lutador versátil na trocação, Jim ficou famoso pelo jiu-jítsu agressivo, com capacidade de finalizar boa parte de seus oponentes.

Ex-desafiante de Georges St. Pierre no já longínquo 2009, Thiago Alves busca novos ares em sua carreira aos 33 anos de idade. Baixando para o peso leve, outra esperança de reinício na carreira do “Pitbull” é afastar as lesões que cancelaram diversos combates dele no UFC. Dono de uma boa movimentação e de um muay thai perigoso, Thiago normalmente é garantia de combate interessante.

Jim Miller vs Thiago Alves odds - BestFightOdds

Na minha visão, Miller é um atleta com mais ferramentas para vencer do que Thiago. Acredito que o americano tente usar o wrestling para controlar o combate no solo, mas não espere que seja fácil. A aposta aqui é Jim por decisão unânime, mas um nocaute a favor de Alves não é absurdo.

Peso Médio: #14 Rafael “Sapo” Natal (BRA) vs. Tim Boetsch (EUA)

Rafael Sapo Natal

Em um combate da parte de baixo do ranking da divisão dos médios, o brasileiro Rafael Natal (21-7-1) “luta em casa” contra o querido Tim “The Barbarian” Boetsch (19-10).

Nascido em Minas Gerais, Rafael Sapo hoje treina em Nova Iorque. Foi lá que deixou de ser um simples bom jiu-jiteiro para se tornar um striker decente, que não teve muitas dificuldades para ascender aos 15 melhores da divisão, permanecendo mesmo após a derrota para Robert Whittaker.

Antes cotado como um possível desafiante ao título (não, você não leu errado), Tim Boetsch foi deixado de lado ao ver seu auge passar junto com a chegada dos membros do Strikeforce, que trataram de expulsar o “Bárbaro” das primeiras posições do ranking. Clássico lutador dono de força bruta, Tim tem um certo peso na mão e sabe trabalhar bem o clinch, como visto em sua vitória contra o finado Josh Samman.

Rafael Natal vs Tim Boetsch odds - BestFightOdds

De todas as lutas do card, esta é a que menos tenho expectativas. Sapo deve controlar o início da luta no kickboxing e deve apostar no jiu-jítsu conforme o combate for se desenvolvendo. Acredito que o brasileiro vença por nocaute técnico ou com um katagatame no segundo round, mas ele não pode dar brechas para Boetsch, que, mesmo não estando nos seus melhores dias, ainda é perigoso.

Peso galo feminino: #9 Liz Carmouche (EUA) vs. #14 Katlyn Chookagian (EUA)

A primeira luta do UFC dentro do Madison Square Garden será entre moças. Primeira mulher a entrar no octógono do UFC para lutar, Liz Carmouche (9-5) marca presença em mais uma edição histórica, agora para enfrentar a talentosa Katlyn Chookagian (8-0).

Após seus 15 minutos de fama, quando se tornou vítima do primeiro armlock de Ronda Rousey no UFC, Carmouche não conseguiu emplacar dentro da organização. Depois de uma vitória sobre Jéssica Andrade, Liz sofreu seguidas derrotas para Alexis Davis e Miesha Tate, até vencer Lauren Murphy de forma controversa.

A principal característica da “Girl-Rilla” é a trocação na longa distância, mas que parece ter problemas após o nível de competição da atleta subir. Ela também sabe impor um jogo físico quando cai por cima.

Pupila de Mark Henry e ex-campeã do CFFC, um dos principais eventos de Nova Jérsei, Katlyn Chookagian vai para sua segunda luta dentro do UFC com a oportunidade de bater um grande nome. A atleta apresenta um ótimo boxe, trabalhando muito bem a parte dos jabs e de circular sobre sua adversária dentro do octógono.

Katlyn Chookagian vs Liz Carmouche odds - BestFightOdds

O combate promete ser bem interessante para abrir a noite. Acredito que Katlyn conseguirá encontrar a distância com mais facilidade e usará os jabs e chutes na linha de cintura para cansar a oponente, tendo o controle do combate e anotando sua segunda vitória no UFC, novamente por decisão unânime.

  • Felipe Biancardi Justo

    Muito boa a prévia!

    Será que o Thiago Alves consegue bater bem o peso mudando pra peso leve? Não estou levando muita fé…

    • Gabriel Carvalho II

      Parece que tá com muita dificuldade. Aposto ainda mais no Miller agora

  • Thiago Kuhl

    Confesso que estou com um cagaço de Edgar x Stephens, to achando que vai dar merda. :(

    • James sousa

      acho que o Edgar vai jantar o Stephens

    • Gabriel Carvalho II

      Pô, eu aposto no Edgar contra qualquer um depois do que ele fez com Mendes e Swanson. Mas, como citei no texto, pode ser o início do fim dele a partir dessa luta.

      • Lucas Natan

        Apostou nele contra o Aldo, Biel?

        • Gabriel Carvalho II

          Aham. Mas ali era moedinha pra mim.

  • James sousa

    boa Biel mandou bem na previa , tirando a luta do Sapo as outras me animam de mais principalmente por Khabib vs Johnson ,

  • Henrique Munhoz Moya Gimenes

    Mandou bem demais, Biel. To bem curioso para ver o Thiago Alves nos leves com 7 anos de atraso, e acho que o “who the fuck is that guy” vai aprontar nesse card.

  • Bruno Fares

    Ajudou legal nas minhas apostas hahahah

  • Saulo Henrique

    Também to com a pulga em relação ao Edgar..
    Tim, “o barbeiro” . O que ele tá fazendo ai?? haha

    • Gabriel Carvalho II

      Por mais que ele perca 8 de 10 lutas, a categoria não se renova e ele acaba ficando ali perto do top 15 de qualquer jeito.

  • Patrick Santos

    Excelente texto, Biel! So pude ler agora, na expectativa pro card! To ansioso pra ver a luta da Katlyn, do Miller, Khabib e Edgar, principalmente. Acho que algumas zebras vão pintar forte nesse evento.