Thiago Marreta rompeu todos os ligamentos do joelho esquerdo no UFC 239, confirma exame

Por Matheus Costa | 08/07/2019 22:31

Não é um exagero afirmar que Thiago Marreta se esforçou ao máximo contra Jon Jones no UFC 239, principalmente após o resultado da ressonância magnética realizada após o confronto. De acordo com o “Combate“, o exame constatou que o brasileiro rompeu todos os ligamentos do joelho esquerdo durante a luta. Ao todo, Marreta acabou rompendo o ligamento cruzado anterior, ligamento cruzado posterior, ligamento colateral medial e ligamento colateral lateral, além de romper totalmente seu menisco.

Ainda segundo a matéria original, de acordo com a equipe do meio-pesado, os médicos suspeitam de uma possível ruptura parcial ligamentar no joelho direito e o atleta precisará passar por outra ressonância magnética no local durante a semana. Todavia, ele irá realizar a cirurgia de reconstrução ligamentar ainda esta semana nos Estados Unidos, onde permanecerá pelo próximo mês. A melhor estimativa de retorno ao atleta é de, no mínimo, oito meses – março de 2020.

A lesão no joelho esquerdo ocorreu durante o segundo round, quando Marreta acabou errando um chute e seu joelho não aguentou. Já a provável lesão no joelho direito ocorreu durante os treinamentos do brasileiro para o confronto com o campeão, que ainda assim, preferiu não cancelar o confronto. Na ocasião, Thiago Marreta e Jon Jones proporcionaram um duelo bastante equilibrado, com o campeão mantendo o cinturão por decisão dividida dos juízes laterais.

Após o evento, a Comissão Atlética de Nevada divulgou o boletim com as suspensões médicas dos atletas que fizeram parte do UFC 239. No relatório, a comissão suspendeu o atleta brasileiro por seis meses de competições, mas com a confirmação das rupturas, o retorno do brasileiro provavelmente ocorrerá somente no segundo semestre de 2020.

O UFC 239 foi realizado no sábado (6) na T-Mobile Arena em Las Vegas, Nevada, Estados Unidos.