The Ultimate Fighter 19: Team Edgar vs Team Penn – Último episódio

Duas vitórias no último episódio fazem o Team Edgar fechar as duas finais do The Ultimate Fighter 19. Dhiego Lima é o terceiro brasileiro numa decisão do TUF americano.

Alô você que fica aí na moita, que acompanhou todo o programa por aqui, mas que nunca aparece para deixar seu comentário na caixinha. Hoje teremos a resenha do último episódio do The Ultimate Fighter 19 e, se vocês gostaram da resenha e querem manter o emprego deste nobre escriba, comentem, pois eu preciso de pelo menos 20 comentários para continuar escrevendo! \o/

Pois bem, no episódio de hoje, as duas últimas semifinais do programa. Vamos ver através das palavras o que aconteceu e conhecer os dois finalistas restantes?

As lutas de hoje confrontam Roger Zapata, que venceu Ian Stephens de forma roubada controversa, contra o habilidoso brasileiro Dhiego Lima, que passou por Tim Willians na categoria dos médios, além de Matt Van Buren, que venceu Chris Fields com a (des)aprovação do patrão contra Daniel Spohn, que venceu em uma decisão chata Todd Monaghan logo no início do programa, na categoria dos meios-pesados.

Dhiego Lima se prepara para uma das semifinais do TUF 19 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Dhiego Lima se prepara para uma das semifinais do TUF 19 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

O programa começa com um pouco de nostalgia na casa pelos últimos dias de programa, e passa para Roger Zapata falar de suas frustrações, expectativas para a luta e fazer promessas que ele não vai cumprir. BJ Penn pergunta a ele qual é o plano de luta e ele diz: “Nocauteá-lo”. Há. O Troféu Zorra Total deste programa vai para Roger Zapata, ladies and gentlemen. Acredito que o BJ que seja o maluco da parada e que deve ser contagioso. Ou então é o maior troll que existe na face da terra. É impossível achar que ele realmente acredita no que ele mesmo fala.

Frank Edgar rasga elogios a Dhiego Lima. A lambida no pupilo foi tão grande que se Dhiego tivesse sido convidado para a Pool Party, Edgar teria morrido afogado.

No vestiário, o time azul combina a estratégia Serginho Malandro: “Quando eu gritar soco baixo, você finta e há, soco alto. Yeah yeah, pegadinha do malandro”. Acho que a idéia é perfeita e tem tudo pra dar certo. Só que não! Dhiego além de mais sério, parece bem mais focado e mais concentrado, não só pelas declarações, mas pelas atitudes e dedicação que renderam os elogios (justos) de Edgar.

Como hoje são duas lutas, não temos muito mais tempo para futilidades.

Primeira luta: Dhiego Lima (Team Edgar) vs Roger Zapata (Team Penn)

Herb Dean autoriza o início da luta e Zapata toma a iniciativa de avançar. É atingido por dois chutes baixos de Dhiego e pareceu meio amedrontado. No terceiro, marcou o tempo e derrubou o brasileiro. Quando mergulhou na guarda do adversário para o ground and pound, Dhiego nem precisou fechar um triangulo para sair num armlock e fazer Herb Dean encerrar a luta com apenas 34 segundos.

Dhiego Lima precisou de pouco mais de meio minuto para pegar Roger Zapata numa chave de braço e garantir sua vaga na final do TUF 19 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Dhiego Lima precisou de pouco mais de meio minuto para pegar Roger Zapata numa chave de braço e garantir sua vaga na final do TUF 19 (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Não deu nem para servir de aperitivo. Mal esquentei o sofá e já estamos na visão dos técnicos sobre o combate. O lunático Roger diz que achou que fosse obter uma vitória rápida no primeiro round e tá aí, fim de papo e três lutadores do Team Edgar já garantidos na final.

Dhiego machucou o pé com os chutes fortes e se emocionou bastante ao agradecer a vitória. Roger comemora o fato de ainda estar vivo, enquanto bota gelo no cotovelo. E lá vai BJ Penn tomar outra sova como técnico do TUF.

Seguimos o programa e BJ tenta sua última cartada pra não sair tão humilhado: traz o Iceman Chuck Liddell para tentar ensinar alguma coisa útil para seu pupilo, afinal, se Daniel Spohn vai encarar o striker Matt Van Buren, nada melhor do que treinar bastante defesa de queda. BJ é GENIAL! Chuck aproveita para ensinar seu mata-cobra que já havia ensinado no TUF Brasil.

BJ e sua boca apostam em Daniel Spohn na final. Eu também aposto, mas já estou ficando com medo. Agora é a vez dos meios-pesados fazerem promessas que não serão cumpridas. Van Buren definitivamente é um cara estranho, parece um robô falando. Ele fala sem olhar para a câmera, não te encara nos olhos. Típico dos psicopatas. Apesar disso, Dhiego aposta na vitória do companheiro de time. Já BJ reafirma que Dan Spohn VAI vencer. Ai meu Deus, ainda dá tempo de mudar o palpite?

Mais uma bebedeira e mais zona na casa. Como americano curte uma bebedeira. “Gutter” Van Buren reclama bastante, só para não parecer normal demais, hehe. Sem mais delongas, vamos para a luta.

Segunda luta: Matt Van Buren (Team Edgar) vs Daniel Spohn (Team Penn)

É novamente Herb Dean o responsável pela peleja. Dana White, que só tem a tradicional roupa preta no armário, anuncia a luta de três rounds com o vencedor indo para a final em Las Vegas.

TUF-19-Episodio-12-DANIEL_SPOHN_MATT_VAN_BUREN

Começa a luta e “Gutter” toma a dianteira do combate com um chute na costela. No segundo chute, Spohn avança alternando jabs e diretos em resposta. Em mais um chute, Spohn marca o tempo, trava a perna de Van Buren e o derruba. Spohn se posiciona para tentar o katagatame até que Matt explode e fica de joelhos no tablado. Daniel passa às costas, mochila e golpeia para abrir espaços. Mark Coleman e BJ parecem animados logo ali do lado de fora. Spohn escorrega e, após ouvir orientações de seu córner, abre mão da posição e fica de pé. Faltam dois minutos para o fim do round e Van Buren avança para tentar recuperar o prejuízo, recebendo fortes golpes em resposta e chega a balançar, sendo caçado por Daniel no octógono. Dan consegue nova queda, mas Gutter rapidamente se levanta. Van Buren tenta a queda usando um golpe de judô, sem sucesso. Os lutadores estão no clinch na grade a 30 segundos do fim do round. Voltam ao centro e Daniel avança até a buzina anunciar o fim do assalto e garantir 10-9 para sua pessoa no placar.

No intervalo, Frankie Edgar observa que Daniel Spohn ataca muito aberto e orienta seu pupilo a não baixar a guarda e derrubá-lo quando for atacado.

O segundo round começa novamente com Daniel avançando. Ao chutar, Van Buren recebe um golpe de encontro e cai de bunda no tablado, não sem antes acertar o olho de Daniel, fato completamente ignorado por Herb Dean. Então Gutter percebeu e apertou o botão que ativou o modo destruição em modo ultra hard. Um cruzado de esquerda deixou Spohn tonto e Van Buren avançou com o instinto assassino aflorado, acertando várias pedradas no rosto de Daniel e, quando Spohn iria cair, grudou nas pernas de Van Buren e tomou uma série de cotoveladas na parte lateral traseira da cabeça, até abrir. Herb Dean encerraria a peleja quando pediu que Van Buren tomasse cuidado com cotoveladas na nuca. O pupilo de Edgar decidiu encerrar a chuva de cotoveladas, se afastou e continuou socando. Uma joelhada na boca do estômago dobrou Spohn e Gutter continuou avançando. Sempre que Daniel tentava o clinch, Matt o atingia com socos na barriga, se afastava e continuava a golpear enquanto Daniel estava muito tonto e sangrando demais na cabeça. Van Buren se afastou e Spohn, já sem força para levantar as mãos, foi atingido por um míssil de direita direto no queixo que obrigou Herb Dean a anunciar o óbito encerrar o combate, dando a vitória para Van Buren por nocaute técnico.

Palmas para Dana White, que conseguiu com seu discurso inflamado, sua paixão e suas ações, dar um tom de emoção às lutas finais. Goleada de 4 a 0 nas semifinais para Frankie Edgar, caixão e vela preta para BJ Penn.

Ao final da luta, o médico pergunta para Matt Van Buren: “Seu nariz normalmente é reto?” EPIC WIN. Já Daniel Spohn disputará um “facão-eliminator” contra Patrick Walsh no card preliminar do TUF 19 Finale. Merecido.

Time vermelho comemora a classificação de Matt Van Buren, quarto lutador da equipe na final do TUF 19

Time vermelho comemora a classificação de Matt Van Buren, quarto lutador da equipe na final do TUF 19

Então, definidas as finais, com todos membros do Team Edgar, fato elogiado por Dana White e lembrado que há muito não tínhamos um massacre tão grande entre os treinadores:

Final do TUF 19, categoria meio-pesado: Matt Van Buren vs Corey Anderson
Final do TUF 19, categoria médio: Dhiego Lima vs Eddie Gordon

Vejo vocês na prévia do TUF 19 Finale e não se esqueçam: 20 comentários, hein! Espero que tenham gostado, obrigado pela companhia secreta e até a próxima, pessoal!

  • Ramon Mendes

    Dhiego Lima está, claramente, num nível acima dessa galera. O foda é que ele vai pegar um troglodita na final, mas acho que a técnica vai prevalecer. E a 2ª luta foi a melhor luta do programa mesmo, esperava uma vitória do Spohn tb…

  • Suruhito

    Como me senti intimidado pelo Bulleye na minha testa da primeira frase do texto, estou aqui para dizer: mais um texto foda que eu me mijo de rir (o que não ocorreria se estivesse assistindo o episódio). Agora é esperar o resultado e torcendo para o nosso Cearense de Honolulu (ex-barriguinha de Verme).

  • Zeca

    Temporada fraca! A exceção de Dhiego Lima, todos os lutadores não mostraram boas técnicas nem boas lutas, salvo a ultima luta da temporada.

  • Anderson

    Poxa, 4 comentários… vou ser demitido!! rs