Terence Crawford é o 3º boxeador a conquistar os quatro cinturões simultaneamente (vídeo)

Americano se junta aos compatriotas Bernard Hopkins e Jermain Taylor como os únicos que conquistaram os títulos mundiais das principais organizações do boxe mundial.

Desde que a Organização Mundial de Boxe (WBO, na sigla em inglês) foi criada, em 1988, apenas dois lutadores reuniram todos os principais cinturões mundiais ao mesmo tempo. Neste sábado, a nobre arte conheceu o terceiro. Terence Crawford teve mais uma atuação espetacular no nocaute sobre Julius Indongo e levou para casa os cinturões da WBO, WBA (Associação Mundial de Boxe), IBF (Federação Internacional de Boxe) e WBC (Conselho Mundial de Boxe) do peso superleve.

A Pinnacle Bank Arena, em Lincoln, Nebraska, foi palco de mais uma atuação colossal de “Bud” Crawford. O americano subiu ao ringue como dono dos cinturões do WBC e WBO, enquanto o namíbio tinha as coroas da WBA e IBF.

Crawford, que é ambidestro, atuou com postura de canhoto para igualar a movimentação do africano. Ele levou a melhor no primeiro assalto, exibindo uma taxa de acerto de golpes contundentes mais elevada do que seus últimos nove duelos. No segundo round, Terence mandou o adversário a knockdown pela primeira vez no combate. No terceiro, um rápido gancho de esquerda na linha de cintura fez Indongo beijar a lona de modo definitivo – o namíbio não conseguiu se levantar até que o árbitro Jack Reiss fechasse a contagem de dez segundos, configurando o nocaute clássico.

Antes de Crawford conseguir o feito de unificar totalmente uma categoria, apenas o peso médio havia passado por tal situação. Em 2004, Bernard Hopkins nocauteou Oscar de la Hoya e ficou com as quatro coroas. No ano seguinte, B-Hop defendeu o conjunto contra Howard Eastman antes de perder tudo para Jermain Taylor, num duelo de resultado controverso. A revanche foi marcada para dezembro do mesmo ano e Taylor voltou a vencer, desta vez sem deixar dúvida.

  • Manu

    É um monstro. Na minha humilde opinião, o 3º melhor lutador da atualidade atrás apenas de Ward e Lomachenko.

  • James sousa

    Crawford fez história e ainda lutou no jogo do indogo

  • Gabriel Carvalho

    Que monstro!

  • Vinicius Maia

    Mermão, que body shot mano. Ta doido.

    • Não é todo dia que a gente vê um cidadão tomar na linha de cintura e não conseguir levantar por um bom tempo depois que o árbitro terminou a contagem.

      • Vinicius Maia

        Impressionante. Eu já tomei alguns body shots e é horrível. Mas esse foi no plexo, nem foi no fígado, deve ter sido de uma força que o vídeo não faz justiça. Foi tão despretensioso que assusta kkk

  • Weslei Alvarenga

    Rapaz, que porrada na linha de cintura, o som do impacto e a imagem te fazem sentir mal por alguns minutos.

    E qual o próximo passo campeão ?

    • Gabriel Carvalho

      Tem rumores de pode ser o Pacquiao, espero que não.

      • Weslei Alvarenga

        O filipino tem acertar as contas com o Horn, foi um absurdo aquele resultado.

        • William Oliveira

          Eu dei vitória pro Horn cara, não vi absurdo algum..

    • Num comentário ali em cima eu dei algumas possibilidades no caso do Crawford subir. Se ficar no superleve, tem o Rances Barthelemy.

      • Weslei Alvarenga

        Ele defender o todos esses títulos pelo menos uma vez, seria legal e após isso decidir o que fazer na carreira.

  • Jonas Greco

    Imagina que louco seria Crawford x Lomachenko, uma pena o agente do ucraniano já ter descartado a ideia.

    • Bruno Coelho

      Por quê? Como eu disse acima, sou novato no boxe e não entendo como funciona o casamento de lutas. Passei a acompanhar muitos perfis sobre o esporte no Instagram e vejo nêgo dizendo que o Loma é de fato excelente, mas “evita” grandes desafios…

      • Lomachenko tá duas categorias abaixo do Crawford. E essa parada de o Lomachenko evitar grandes desafios é uma baita mentira. É exatamente o contrário. Cuidado com as fontes que você tá se informando hehehe

        • Bruno Coelho

          Pô, valeu pela informação, Alexandre! Vou ficar mais atento ao que leio no Insta. kkkk

        • William Oliveira

          Mais ou menos né, a luta contra o Rigo já deveria ter saído, ao invés dele estar subindo e lutando contra um cara vindo de derrota ehauehaueu

    • Ainda é muito cedo pra pensar nisso, tá mais fácil o Crawford subir pro meio-médio do que o Lomachenko chegar nele. Ainda tem uma puta barreira no peso leve pro Lomachenko passar.

      Dito isso, eu até vislumbro uma carreira em que o Lomachenko vai chegar até o superleve. Ele tem condição inclusive de chegar ao meio-médio.

      Dito isso (2), eu já ficaria feliz com o Crawford no meio-médio e o Lomachenko no leve. Teríamos Crawford-Thurman, Crawford-Spence Jr, Crawford-Brook, Crawford-Danny Garcia, Lomachenko-Liñares, Lomachenko-Mickey Garcia, Lomachenko-Flanagan, Lomachenko-Verdejo. É muita luta foda por muitos anos.

      Não podemos esquecer que existem grandes chances de o Lomachenko pegar o Guillermo Rigondeaux em dezembro.

  • Bruno Coelho

    Comecei a acompanhar o boxe por causa desse quiprocó de May-Mac e, confesso, estou encantado! O Crawford, além de ser um atleta fora de série, tem uma história de vida muito legal. Pelo que li, dias antes da primeira luta dele que seria televisionada, o cara se meteu com jogo e tomou um tiro de raspão na cabeça. A partir daí, abandonou as más companhias e passou a se dedicar seriamente ao boxe.

    Eu, na minha leiguice, pensava que os socos dele eram despretensiosos, pra marcar distância, mas de repente BOOOOOMMMMMMM e o Indongo no chão se retorcendo…

    Aos que começaram, como eu, a acompanhar a carreira dele agora, sugiro a luta contra o Gamboa, em 2014. Caralho! Numa hora, o Crawford dá uma bomba e faz o maluco ser jogado de cabeça no chão do ringue… Assutador!

    • E o Gamboa na época ainda não tinha entrado na fase ruim.

  • Patrick Bitencourt

    Crawford excelente boxeador,já havia visto algumas lutas dele e o cara é bom.

  • Hericly Andrade Monteiro

    Eu só espero que depois do May-Mac que tá pra acontecer ambos os esportes ganhem uma boa visibilidade aqui no Brasil, com mais gente acompanhando podemos ter mais transmissões de boxe e MMA acontecendo o que é ótimo para os fãs dos esportes de combate.

    PS: Sou só eu o mano da esquerda na foto que abre a matéria parece muito o Luciano Huck?

    • William Oliveira

      Cara, no Brasil acho difícil boxe dar certo, pois sabemos bem que brasileiros em geral gostam mais de campeões do que de modalidades, quando o assunto é esportes de combate. O Brasil ainda tem poucos nomes pro boxe andar aqui, eu mesmo só acompanho o Esquiva e o Conceição dos brasileiros, e acho que enquanto for só esses o público médio não se interessará pelo resto, infelizmente.

  • William Oliveira

    Melhor boxeador da atualidade na minha opinião, ansioso pela subida para a categoria dos 147 lbs.