Terence Crawford é o 3º boxeador a conquistar os quatro cinturões simultaneamente (vídeo)

Por Alexandre Matos | 20/08/2017

Desde que a Organização Mundial de Boxe (WBO, na sigla em inglês) foi criada, em 1988, apenas dois lutadores reuniram todos os principais cinturões mundiais ao mesmo tempo. Neste sábado, a nobre arte conheceu o terceiro. Terence Crawford teve mais uma atuação espetacular no nocaute sobre Julius Indongo e levou para casa os cinturões da WBO, WBA (Associação Mundial de Boxe), IBF (Federação Internacional de Boxe) e WBC (Conselho Mundial de Boxe) do peso superleve.

A Pinnacle Bank Arena, em Lincoln, Nebraska, foi palco de mais uma atuação colossal de “Bud” Crawford. O americano subiu ao ringue como dono dos cinturões do WBC e WBO, enquanto o namíbio tinha as coroas da WBA e IBF.

Crawford, que é ambidestro, atuou com postura de canhoto para igualar a movimentação do africano. Ele levou a melhor no primeiro assalto, exibindo uma taxa de acerto de golpes contundentes mais elevada do que seus últimos nove duelos. No segundo round, Terence mandou o adversário a knockdown pela primeira vez no combate. No terceiro, um rápido gancho de esquerda na linha de cintura fez Indongo beijar a lona de modo definitivo – o namíbio não conseguiu se levantar até que o árbitro Jack Reiss fechasse a contagem de dez segundos, configurando o nocaute clássico.

Antes de Crawford conseguir o feito de unificar totalmente uma categoria, apenas o peso médio havia passado por tal situação. Em 2004, Bernard Hopkins nocauteou Oscar de la Hoya e ficou com as quatro coroas. No ano seguinte, B-Hop defendeu o conjunto contra Howard Eastman antes de perder tudo para Jermain Taylor, num duelo de resultado controverso. A revanche foi marcada para dezembro do mesmo ano e Taylor voltou a vencer, desta vez sem deixar dúvida.