Por João Gabriel Gelli | 09/09/2018 17:43

Depois de passar por diversos problemas e ter vários cards cancelados, o ACB voltou a fazer eventos e o fez em alto estilo. O ACB 89, realizado no Basket Hall, em Krasnodar, Rússia, foi uma das melhores ofertas de MMA do ano, com três disputas de cinturão, diversos antigos desafiantes, muitos nomes empolgantes e lutas que entregaram um elevado grau de entretenimento.

Ali Bagov finalmente supera Abdul-Aziz Abdulvakhabov e fatura o cinturão dos leves

O campeão dos leves, Abdul-Aziz Abdulvakhabov, e Ali Bagov já tinham se enfrentado duas vezes, com vitórias por nocaute do primeiro em ambas as oportunidades. No duelo principal do ACB 89, o começo foi muito parecido com o do segundo confronto. Bagov conseguiu uma queda rápida e dominou o primeiro round por cima. Quando Abdulvakhabov teve uma chance de montar ofensiva, atordoou o adversário em pé na metade inicial do segundo assalto, mas terminou derrubado mais uma vez e quase finalizado por uma kimura no momento em que o gongo soou.

A tônica das duas primeiras parciais foi mantida na terceira, com Bagov usando quedas para escapar de momentos de perigo e impor um forte domínio. Com a vantagem no placar, Ali cansou, caiu de rendimento e deu espaço para que Abdulvakhabov fizesse sua investida com o intuito de manter o cinturão. O campeão conseguiu vencer os dois rounds finais, mas não conquistou a interrupção. Dessa forma, após 25 minutos intensos em uma grande luta, Bagov ultrapassou a grande barreira de sua carreira e se tornou o novo campeão dos leves do ACB ao vencer por decisã majoritária.

Pensando nos próximos passos de ambos, Abdulvakhabov provavelmente precisará vencer uma luta antes de ter a chance de reconquistar o título. Enquanto isso, a primeira defesa de Bagov deve ser agendada contra aquele que sair vitorioso do embate entre Eduard Vartanyan e Ustarmagomed Gadzhidaudov, que acontecerá no ACB 90.

Albert Tumenov conquista título dos meios-médios em ótima luta contra Ciro Bad Boy

Foi uma grande surpresa quando Albert Tumenov não renovou seu contrato com o UFC e assinou com o ACB no começo de 2017. Após duas vitórias sobre Ismael Marmota e Nah-Shon Burrell, o russo foi escalado para encarar o campeão Mukhamed Berkhamov, mas viu o adversário se lesionar mais uma vez e destituído. Dessa forma, Tumenov acabou na disputa do cinturão vago contra Brett Cooper, que também se machucou e o brasileiro Ciro Bad Boy entrou.

Em um duelo de intenso tiroteio em pé, Tumenov levava vantagem sobre Bad Boy, com ótimo trabalho de golpes no corpo. No terceiro assalto, o brasileiro chegou a pegar as costas do russo, ameaçou com um mata-leão, mas deu espaço para que Albert revertesse e disparasse um ground and pound que obrigou o árbitro interrompesse o combate em nocaute técnico. Agora, Tumenov deve encarar Berkhamov, que teve a oportunidade de lutar pelo título novamente garantida quando lhe tiraram o cinturão.

Albert Duraev defende cinturão dos médios diante de Piotr Strus

Antigo campeão dos meios-médios, Albert Duraev perdeu o cinturão na época por não bater o peso e foi obrigado a subir para os médios. Na nova divisão, finalizou Clifford Starks e nocauteou Vyacheslav Vasilevskiy para conquistar o título. Neste sábado, ele realizou a primeira defesa do novo reinado ao superar Piotr Strus em decisão unânime.

A luta ficou marcada pelo domínio de Duraev, que quase encerrou o combate em três momentos. No segundo round chegou a pegar as costas de Strus e ameaçou finalizar com um mata-leão. Já na terceira e na quarta parciais, Albert anotou knockdowns, mas não conseguiu dar continuidade para conquistar a interrupção. De qualquer forma, foi o suficiente para que vencesse sem passar muito sufoco.

Adlan Bataev vence a quarta seguida em decisão monótona contra Taigro Urso Branco

Em um combate que se transcorreu de pé durante toda a sua duração, Adlan Bataev chegou ao quarto triunfo seguido ao superar Taigro Urso Branco por decisão dividida. Ex-desafiante do peso pena, Bataev usou a precisão no contra ataques e um bom jab para transpor a barreira da movimentação intensa do brasileiro em uma luta um tanto monótono. Com a sequência atual e o título da categoria vago, o russo deve estar entre as principais opções para disputar o cinturão, com seu único algoz até o momento na carreira e que será discutido mais a frente, Marat Balaev, sendo outro nome bem cotado.

Mukhamed Kokov usa wrestling para controlar o perigoso Lom-Ali Eskijew

Os dois primeiros rounds do embate entre o russo Mukhamed Kokov e o alemão Lom-Ali Eskijew seguiram a mesma tônica, com o primeiro usando seu estilo tradicional de quedas e ground and pound. Ele conseguiu derrubar o adversário rapidamente nas duas parciais e seguiu controlando por cima durante os dez minutos e abriu vantagem. No entanto, no terceiro assalto, Eskijew entrou com a consciência de que precisava de uma interrupção e acertou golpes pesados, que atordoaram Kokov e fizeram com que o alemão caísse por cima.

O grande problema para Lom-Ali foi o fato de se empolgar quando estava na posição de domínio no solo e dar o espaço necessário para Mukhamed escapar e emendar uma queda, que foi bem sucedida. Eskijew ainda teve mais um bom momento ao conseguir raspar e aplicar um ground and pound pesado. Contudo, errou novamente no ímpeto para encerrar a contenda, foi revertido e acabou por baixo até o fim da luta. Dessa forma, Kokov foi anunciado como o vencedor por decisão majoritária e se recuperou do revés diante de Murad Machaev.

Marat Balaev anota o primeiro nocaute da carreira e fica próximo de reconquistar o título dos penas

Em sua última aparição, Marat Balaev era o campeão dos penas e dizia que aposentaria após o confronto com Yusup Raisov. No entanto, depois de ser derrotado pela primeira vez na carreira e perder o cinturão, o lutador de 42 anos voltou com sangue nos olhos no ACB 89 para enfrentar o já citado Murad Machaev. Um dos principais nomes da divisão no cenário russo, tinha duas vitórias seguidas no ACB, incluindo a sobre Kokov, mas foi engolido pelo furacão imposto por Balaev.

O ex-campeão aplicou um jogo de pressão constante e cercou o adversário durante quase todo o combate, lançando um alto volume de golpes. Após acertar alguns socos mais potentes, conseguiu conectar com um direto que deixou Machaev tonto. Assim, Marat partiu para encerrar o duelo, o que conseguiu em um nocaute técnico ainda no primeiro round. Essa foi sua primeira vitória pela via rápida dolorosa e o colocou na rota para reconquistar o cinturão, que foi deixado vago por Raisov.

Amir Aliakbari domina Daniel Omielanczuk e será o próximo desafiante dos pesados

Após passar a maior parte da carreira no Rizin, Amir Aliakbari chegou ao ACB como uma ótima adição para a divisão dos pesados. Campeão mundial de wrestling na greco-romana em 2010, o iraniano abusou do clinch para travar o ex-UFC Daniel Omielanczuk. Apenas no terceiro round ele conseguiu levar a luta para o solo e lá dominou com um fluxo constante de ground and pound rumo a uma vitória tranquila por decisão. Seu segundo triunfo no ACB garantiu o posto de próximo desafiante da categoria, o que já foi confirmado dentro do cage, com o campeão Mukhamad Vakhaev subindo para começar a promover o combate com uma encarada.

Os vídeos de todas as lutas estão disponíveis no canal do ACB no youtube.

Resultados do ACB 89:

Disputa de cinturão peso leve: Ali Bagov derrotou Abdul-Aziz Abdulvakhabov por decisão majoritária
Disputa de cinturão peso meio-médio: Albert Tumenov derrotou Ciro Bad Boy por nocaute técnico (socos) no terceiro round
Disputa de cinturão peso médio: Albert Duraev derrotou Piotr Strus por decisão unânime
Peso pena: Adlan Bataev derrotou Taigro Costa por decisão dividida
Peso pena: Mukhamed Kokov derrotou Lom-Ali Eskijew por decisão majoritária
Peso pena: Marat Balaev derrotou Murad Machaev por nocaute técnico (socos) no primeiro round
Peso pesado: Amir Aliakbari derrotou Daniel Omielanczuk por decisão unânime
Peso leve: Andrey Koshkin derrotou Yusup Umarov por nocaute (chute) no terceiro round
Peso mosca: Rasul Albaskhanov derrotou Narek Avagyan por decisão unânime
Peso mosca: Goga Shamatava derrotou Pavel Pastushkov por nocaute (cotovelada giratória) no segundo round
Peso meio-pesado: Amirkhan Guliev derrotou Jose Daniel Toledo Canellas por nocaute técnico (socos) no terceiro round
Peso pena: Magomed Sulumov derrotou Akop Stepanyan por decisão unânime
Peso meio-médio: Imran Abaev derrotou Marcelo Grilo por nocaute (soco) no primeiro round
Peso mosca: Azamat Kerefov derrotou Kurban Gadzhiev por decisão unânime
Peso galo: Makharbek Karginov derrotou Islam Meshev por decisão dividida
Peso galo: Rustam Taldiev derrotou Bogdan Barbu por finalização(triângulo) no primeiro round

Matchmaker do MMA Brasil, fanático por esportes, mesmo sem botá-los em grande prática. Fã de MMA, NFL, estudante de Engenharia e viciado em séries.