Polaris 5: Garry Tonon volta a derrotar Dillon Danis

No último sábado, aconteceu o Polaris 5. O evento de submission teve uma revanche entre Garry Tonon e Dillon Danis na luta principal. Tonon venceu o rival pela segunda vez, agora na decisão dos juízes, diferentemente do que aconteceu no ADCC 2015, quando ele triunfou por finalização.

Tonon se mostrou agressivo desde o início, ditando o ritmo da luta, buscando as quedas e forçando o apático Danis a se defender das investidas. O lutador da Death Squad, de John Danaher, se mostrou mais explosivo e, como sempre, abriu o seu já conhecido leque de ataques de chave de joelho reto, chave de calcanhar e americana de pé, todos bem defendidos por Danis. O único bom momento de Dillon foi a execução de um belo duck, que possibilitou uma ida para as costas, logo defendida com um rolamento por Tonon, que se manteve ativo até o final e venceu na decisão unânime dos juízes.

Na entrevista pós-luta, Tonon utilizou uma famosa frase de Conor McGregor para tirar um sarro do amigo e parceiro de treino do irlandês:

“Houve muita briga de mídia social antes desta luta e eu quero me desculpar com Dillon por absolutamente p*** nenhuma”.

O recém-aposentado Brad Pickett perdeu para o também ex-UFC Phil Harris na decisão dividida dos juízes, após uma divertidíssima luta que alternou boas quedas de Pickett e bons ataques de Harris, que quase encaixou um triângulo no final da luta. Outro veterano do MMA, Jake Shields saiu com a vitória na decisão dos juízes ao enfrentar o inglês Dan Strauss numa luta morna, sem muita movimentação.

Quem teve uma atuação impecável foi o brasileiro e lenda do jiu-jítsu Vitor Shaolin. Ele derrubou, passou a guarda uma vez, foi para as costas duas vezes e lá apagou o japonês Caol Uno com um estrangulamento.

Confira todos os resultados do Polaris 5:

Card Principal
Gary Tonon venceu Dillon Danis por decisão unânime.
Jake Shields venceu Daniel Strauss por decisão unânime.
Phil Harris venceu Brad Pickett por decisão dividida.
Vitor Shaolin venceu Caol Uno por finalização (estrangulamento das costas).

Lutas de 15 minutos
AJ Agazarm venceu Lloyd Cooper por finalização (estrangulamento arco e flecha).
Oliver Taza venceu Ross Nicholls por decisão unânime.
Sam Cook venceu Venessa English por decisão unânime.
Bradley Hill venceu Tommi Pulkkanen por decisão dividida.

Lutas de 10 minutos
Masakazu Imanari venceu Valmyr Neto por finalização (chave de calcanhar).
Toumas Simola venceu Jamie Scott por decisão unânime.
Miha Perhavec venceu River Dillon por finalização (chave de calcanhar).
Ffion Davies venceu Elvira Karppinen por decisão unânime.

  • Tonny Varela

    Como é bom ver os Sidekicks do McGregor perder :)

    • Gabriel Carvalho

      Hahahahaha. O Danis é mais chato deles, disparado.

    • Hahahahaha