Podcast It’s Time! Episódio 200: Análise do UFC 212 e uma grande notícia

Finalmente chegamos à histórica edição 200 do nosso podcast. Para comemorar, uma análise do card principal do UFC 212 e uma notícia que mudará os rumos do MMA Brasil.

Nunca pensei que iria tão longe quando gravei a primeira edição do It’s Time!, quando ainda nem tinha nome, com a Fernanda Prates. Agora, no episódio 200, o 30º gravado no estúdio sensacional dos nossos parceiros da Central3, dá uma sensação de que valeu a pena ter seguido em frente.

Para comemorar a edição bicentenária, nossa equipe falou do UFC 212, que aconteceu no Rio de Janeiro, no último sábado. Abordamos a vitória de Max Holloway sobre José Aldo e todos os desdobramentos da unificação do cinturão dos penas. Discutimos os méritos técnicos de cada um, onde eles erraram e o que vem pela frente para ambos.

Em seguida, a controversa vitória de Vitor Belfort sobre Nate Marquardt também rendeu debate. Falamos das condições atuais, de futuro, de erros de julgamento. Diferentemente do que aconteceu na vitória acachapante de Claudia Gadelha sobre Karolina Kowalkiewicz, que reforçou a condição da brasileira como a segunda do mundo no peso palha.

Um complemento do card principal, com mais polêmica, dessa vez com Erick Silva, além de uma vitória brutal de Paulo Borrachinha, conduziu o podcast a um anúncio especial, que mexerá no destino do MMA Brasil já a partir de junho visando fazer um trabalho cada vez melhor. E quando olhamos para 2010, quando o podcast nasceu, vemos que é possível.

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 200 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Ricardo Sedano

    O Aldo já estar maior não poderia ser um reflexo de um desejo de subir para o pelo leve? Já havia começado um trabalho para ganhar massa??

    Sobre o Claudinha, ela não esta treinando com o Greg Jackson em si, ela esta treinando com o Chris Lutrell, que apesar de ser filial da Jackson Wink, aparentemente é um camp com foco nela e vai na Jacson Wink só para fazer sparring.
    E uma das coisas que ela mais falou de boa nessa mudança foi a facilidade que foi para cortar peso… Isso pode ter influnciado no aldo, tanto no gás quanto na absorção dos golpes do Max… Talvez a NU possa rever algumas coisas em relação a corte de peso… Acho que a proibição do soro prejudicou eles nesse ponto.

    • Sobre o Aldo, poderia ser, mas o Dedé tá falando de lutar com o Swanson agora.

      Luttrell treinou muita gente da pesada, a começar pelo próprio Jon Jones.

      • Ricardo Sedano

        Não questionei o Luttrell não. Estava só falando que ela não esta na Jackson-wink “diretamente”, como a Holm, JJ e mais uma legião de lutadores. Pelo menos no Embedd o que deu a entender foi isso isso, que ela faz só vai lá para as sessões de sparring, de resto, treina na academia com Luttrell onde ela esta sendo o “principal produto”.

        • Eu sei que não questionou, só complementei a informação. A maioria não o conhece.

  • James sousa

    muito legal essa informação que o olimpo faz parte do mma brasil site só tem a crescer ainda mais com isso

  • Bruno Fares

    200! Parabens MMA Brasil!

    • João Gabriel Gelli

      Que site!

      E o melhor ainda está por vir.

    • 200!

  • Vinicius Maia

    Eu acho que o Aldo estava muito grande. Com mais massa muscular na minha opinião. Por isso que na minha opinião ele cansou mais rápido. A luta foi excelente. Gostei bastante apesar do resultado não ter me agradado muito. Abraços, excelente podcast.