Podcast It’s Time! Episódio 179: Análise do UFC 207

Podcast It’s Time! Episódio 179: Análise do UFC 207
MMA

A primeira edição do nosso podcast em 2017 traz a análise do UFC 207, com os campeões Amanda Nunes e Cody Garbrandt, a situação de Ronda Rousey e muito mais.

Feliz ano novo, pessoal! O podcast It’s Time! chega em seu primeiro episódio de 2017, já que o MMA Brasil não para nunca, para trazer a vocês a análise do UFC 207, evento especial que fechou a temporada do ano passado na maior organização do mundo e que trouxe a volta (e o fim?) da maior estrela da companhia.

Para surpresa de ninguém, o assunto principal ficou no retorno de Ronda Rousey, violentamente nocauteada por Amanda Nunes. Além da avaliação técnica dos 48 segundos de combate, o que foi feito, o que poderia ter sido feito, nossa equipe analisou o que levou Ronda a este ponto e o que ela pode fazer para sair do buraco.

A atuação magistral de Cody Garbrandt contra Dominick Cruz foi o segundo assunto que mais tomou tempo no debate. Falamos não só do desempenho do lutador, mas da fundamental ajuda da equipe, que já tinha mais de 20 rounds de experiência contra o ex-campeão. Inclusive essa não foi a primeira vez que o Team Alpha Male surpreende um favorito baseado em experiências anteriores.

Pela mesma categoria dos galos masculinos, ainda entre os Alpha Male, TJ Dillashaw deu uma aula de MMA para John Lineker e botou o brasileiro numa sinuca: é melhor voltar para o peso mosca? Neste momento, ele está no nível dos melhores das duas categorias (a saber: Dillashaw, Cruz, Raphael Assunção, Joseph Benavidez, Henry Cejudo)?

De resto, foram abordados a draga de Johny Hendricks, o ponto de evolução de Antonio Carlos Cara de Sapato, a controvérsia da luta entre Alex Cowboy contra Tim Means e muito mais.

ATENÇÃO: Por conta do recesso de fim de ano da Central3, este episódio está disponível no nosso feed antigo e não aparecerá no feed novo da Central3. Utilize um dos links abaixo do player desta matéria para atualizar seu aplicativo de podcast pelo local correto. Voltaremos pela Central3 a partir de 16 de janeiro.

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Endereço para assinar o podcast pelo iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/its-time!-o-podcast-do-mma/id939262973

Endereço para quem preferir assinar o feed RSS do podcast por outras vias: http://www.mmabrasil.com.br/feed/podcast

Versão do episódio 179 em arquivo compactado (.zip) (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Hlv Santos

    Feliz Ano novo para a galera do MMA Brasil e parabéns pelo trabalho.
    Acompanhando o primeiro podcast do ano, que venham muitos outros .

    • Feliz ano novo! Teremos mais uns 50 neste ano :)

      • Rafael Alves

        Se tiver mais 51 esse ano já começamos com feliz ano novo rs

  • Caçador do Empirico e Coelho

    Pedro com microfone sem Chiado, #AgoraVai.

    • Pedro Carneiro

      dsclp!

  • Lero

    O Marc aquele e o Joe Rogan falaram na transmissao em ingles que as joelhadas do Tim Means no Cowboy foram legais.

    Bizarro.

    • Ricardo Sedano

      Depois disseram que houve uma retratação dele… Que ele falou com o Big John e que viu que as joelhadas foram ilegais e tal.

  • il Quasímodo

    Feliz Ano-Novo pra vocês do MMABrasil!
    Uma pergunta/dica: por que vocês não começam falando sobre o main-event e, daí, vão para as lutas que o antwcedem? É que assim do jeito que está ficam um tampão falando sobre os “cabeças-de-bagre” e quando chegam na nata do evento faltam poucos minutos para acabar e falam bem menos do que deveriam (na minha opinião).

  • Weslei Alvarenga

    Titin passei o msm problema q vc, mas por sorte q aqui voltou a 1 hr e deu pra ver o main card.

    Faber é o maior Pai de Santo do MMA !

    QUE HOMÃO DA POHA esse Cruz ! É exemplo pra todos os lutadores na postura pós derrota e principalmente pra campeões despostos ( ss Aldo, estou olhando pra vc ). A luta babou pra ele, quando nos primeiros segundos R3, eles foram no clinch e cairam, assim q o Cruz se levantou e plantou os pés e largou a mão no Cody, era tudo q ele queria, mais rápido com as mãos abalou bem o Cruz e o resto sabemos a história….
    O cara toma 5 knockdown ( 3 num único round ), além de outras porradas pesadas por 25 minutos, fica fazendo footwork msm assim e termina luta como se fosse nd, e pessoal me vem q ele ficou cansado ? Tão de sacagem ? Kkkkkk

  • James sousa

    feliz ano novo a todos do MMA Brasil , mais um ano que promete ser de sucesso para o site

  • Ricardo Sedano

    Considerando o cenário atual, qual vocês acham que seria a melhor academia para a Ronda ir (alongando a discussão do cast). Lembrando que na Jackson já tem a Holly, na ATT já tem a Amanda e vi em algum lugar que o Ludwig não gosta de treinar mulheres (vai saber se é verdade…).

    Será que ela se daria bem com o estilo do Rafael Cordeiro? Que provavelmente leva sparring ao limite e tal…

    Acho que eu gostaria de ver ela treinando na Tristar… principalmente pq acho que a presença de alguém como o GSP pode dar uma ajuda na parte psicológica dele…

    • Essa parada de “ter a Holm lá” é bem relativa na Jackson-Wink. Overeem e Arlovski treinaram lá quando lutaram e não se misturaram.

      A Tristar é ótima opção, assim como a AMC, a do Edgar, Serra-Longo. Tem muita opção.

      • nelson alves domingos

        Será que a Ronda teria disposição pra fazer uma nova corrida…Eu acho que não…

        • Ricardo Sedano

          O ponto para mim é que a corrida não é tão longa no caso dela… De verdade, acho que em duas lutas (dependendo do timming) ela ganha uma nova chance de disputar o cinturão. Ainda mais se mostrar evolução nas áreas que a derrubaram.

        • Ela é a única capaz de responder. A mim, como analista, cabe avaliar as possibilidades.

      • Rafael Alves

        Outra coisa… A depender dos desdobramentos da próxima luta, a Holm pode se tornar campeã da categoria de cima…
        Ai faria todo sentido a Ronda na Jackson (que correria pra ter duas campeãs e uma poderia puxar a outra).

  • nelson alves domingos

    Não concordo com esse lance do que ela não queria estar ali…Perdeu pq a adversária é melhor e teve uma preparação melhor…

    • Com certeza. A Ronda tava fisicamente nos cascos.

    • Pedro Carneiro

      Acho que o Tintin disse no aspecto psicológico e não físico e no sentido de que ela não tinha condições psicológicas de estar lá competindo.

      • nelson alves domingos

        Então, mas mesmo neste sentido, não concordo…Mas ai é opinião

        • Aí é achismo total seu. Os fatos e as reações indicam o contrário.

          • nelson alves domingos

            E falar do psicológico não é achismo…a diferença da luta de sexta pra da Holm é que a Amanda é uma matadora…e a Holm é de bater e sair…a Ronda se apavorou em ambas lutas quando levou os diretos….ela tava pronta 100% e com a mesma postura no octogono em que todas as lutas….ela não atacou pq a Amanda não deu espaço…corporativismo forte aqui….rsrsrs

            • Rafael Oreiro

              Ninguém aqui quer tirar mérito da Amanda, só estamos todos concordando que a Ronda não tem mais condições psicológicas de lutar e provavelmente já não tinha mais antes da luta com a Amanda, por todo o histórico dela e por tudo o que aconteceu depois da derrota para a Holm. O fato dela não ser forte psicologicamente está longe de ser uma achismo..
              No mais, a gente não ganha dinheiro nenhum pra defender lutador aqui, só olhar o site. Abraços!

              • Bruno Fares

                Tem gente que acha que a gente faz média com alguém aqui? hahahaha essa é boa

    • Diego Tintin

      Concordo que Amanda foi melhor, estava melhor preparada e tem todos os méritos da vitória. Inclusive deixei essa posição clara no podcast.
      E na verdade, eu não disse que a Ronda “não queria” estar ali, mas que (deixando mais uma vez claro, a percepção que eu tive) ela “não tinha condições” de estar ali. Baseio esta percepção na inexistência de qualquer menção de atacar ou se defender por parte dela, e pelo inusitado sumiço nas semanas que antecederam a luta.
      E acho muito válida a sua discordância. Só queria deixar claro essa diferença entre não querer e não ter condições mesmo.

  • Rafael Alves

    Pensando na gestão da carreira do Lineker, acho que ficou muito claro que, hoje, ele não está na elite (TJ, Cruz, Garbrant, Raphael…)…
    Pra dar esse passo a mais, duas coisas me parecem imprescindíveis: footwork e wrestling.
    Dos dois acredito que o principal seja o footwork, que ajudaria ele a criar ângulos pra mão de pedra dele e pouparia um pouco o queixo de aço (o cara quebrou o queixo e ainda assim deu caradas no cotovelo do TJ?!) e até já ajudaria a defender quedas, facilitando o wrestling.
    Ele não precisa ser um animal como o TJ, insano como o Cruz, mas precisa pendular, não ser um alvo tão fixo (Lineker, é impressionante vc nao se abalar com nada… mas mesmo não se abalando o cara ta pontuando e vc nao!) e criar angulos pros golpes deles entrarem de maneira mais rápida, direta.
    Não precisa nem sair do Brasil se não quiser mas acho que trazer um bom treinador de boxe pra ajudar ele a movimentar mais (e nao andar e parar na frente do adversario) ja poderia fazer um bom efeito… ou não é por ai?

    • Rafael Oreiro

      O principal para mim mesmo seria ele ser responsável e tentar descer de novo para os moscas do jeito certo. Acho que ele ainda tem condições de bater 125lb e lá com certeza seria uma das maiores ameaças que o Mighty Mouse poderia enfrentar.

      Esse problema dele levar mais golpes do que deveria é mais do que antigo já, se fosse um lutador com menos resistência tava ferrado já. Ele usa isso como estratégia pra trazer o adversário pra cima, mas exagera muito de vez em quando.

      • Rafael Alves

        Eu pensava que o ideal, pro Lineker era tomar vergonha e bater o peso dos moscas também, ate a luta com o TJ. Se ele não achou o Dilashaw, ele acharia o DJ? Eu acho que ficaria dependente de “uma mao” e teríamos passeio similar…
        Por outro lado, batendo o peso ele certamente chegaria ao TS coisa q nao vejo como possivel agora (nas CNTP).

  • Franklin Stein

    Bizarro é que o Marcus Brimage recepcionou o Cody e o Conor no UFC!! Sequencias lindas, mira laser e dois KOs bem parecidos. Brimage tá na história ahahahah

    Acho q a Ronda parou no tal mata-burro (vivendo e aprendendo) tb graças a Amanda, entraram uns jabs muito rápidos e certeiros. Na hora ela teve um flashback da Holm, e estando bem ou não psicologicamente, a confiança se foi… enfim foi uma luta muito rápida mas cada luta que passa a Ronda vai merecendo a frase do Overeem “… apanhando é um gatinho”

    Alexandre dizendo que o melhor Head Moviment da Ronda foi levando os socos da Amanda ahahaha comentário cruel mas sensacional!!

    Atuação épica do Cody, vamos ver se ele mantém pelo menos metade disso. (torcendo que sim!)

    Eu estava bem curioso pra ver a luta do John Lineker x TJ pq pra mim seria a versão +18 da historia da Tartaruga x Lebre rs O Lineker ter lutado todos os rounds com fratura na mandíbula é insano!
    Blz ele compensar a falta de velocidade/envergadura engolindo os golpes pra forçar a entrada no raio de ação do adversário, mas ficar dando carada no cotovelo dos outros é burrice!!!

    • A Amanda não teve relação com a Ronda ter parado no mata-burro. A Ronda parou antes de levar o primeiro soco e só foi tentar o clinch quando estava no automático, já seminocauteada. Sobre a confiança ter ido pro saco nos primeiros golpes, isso é bem possível. E sobre a comparação com o Overeem, ele se defende melhor que ela.

      Falando em defesa, faltou pro Lineker, né?

      • Franklin Stein

        Sobre o Overeem, com certeza, a comparação era sobre quando o golpe entra, o Bruno disse bem no txt dele sobre o Legado, ela tem que apreder a defender esses golpes retos, o básico. Sobre o Lineker, esse estilo dele vai cobrar o preço :/

        • Eu acho que o Overeem se defende bem melhor que a Ronda e a Ronda tem bem mais queixo que o Overeem. Será que o Overeem teria aguentado aquele tempo todo contra a Holm? E será que ele não teria caído numa blitz como a da Amanda? A Ronda foi nocauteada sem cair.

          • Franklin Stein

            Sim, é verdade, a Ronda tem bem mais queixo mesmo.

  • Lutador

    Primeira edição do ano muito boa. Vcs não acham que na avaliação de melhor de todos os tempos a Cyborg é melhor que a Ronda não? Pq a Cyborg venceria a Ronda ou seja é melhor. Gostei desse Pedro dirigindo o programa, vai fazendo pergunta pra ir nos assuntos. Cruz teria chance de vencer o Gambrandt na revanche?

    • Pela sua lógica, Matt Serra é melhor que Georges St. Pierre, Ryo Chonan é melhor que Anderson Silva e Luciano Azevedo é melhor que José Aldo. Pior ainda, porque você pressupôs que a Cyborg venceria uma luta hipotética, já que ela nunca aconteceu. Será que a Cyborg venceria em 61kg?

      Além disso, acho ruim afirmar que a melhor de todos os tempos tenha a carreira encoberta por nuvens pesadas. Será que ela se dopou pesadamente como se suspeita? Se sim, como teria sido a carreira dela se não tivesse usado tanto anabolizante?

      Como eu não vou julgar hipóteses, julgo fatos concretos. Ronda venceu mais lutadoras relevantes.

      • Lutador

        Olhando por esse lado ai que tu falou faz sentido. Eu acho que a Cybas venceria pq acho ela muito mais forte. Só que o que vc falou tem tudo a ver mesmo. E a minha outra pergunta das outras coisas que falei? São dúvidas de verdade mesmo. O site aqui é bem bom.

        • Rafael Oreiro

          Cruz, com a atitude que teve depois de perder e eventualmente vindo a estudar a luta com a inteligência que ele tem, tem tudo pra ser bem mais perigoso em uma revanche. Só que o Garbrandt também tem muito como melhorar até lá, teremos que esperar para ver.

        • Eu acho que o Dominick Cruz tem chance de vencer qualquer ser humano que se aventurar a lutar MMA depois de pesar 135 libras. Será que o Garbrandt consegue repetir uma atuação tão monstra? A Holm não conseguiu.

    • Pedro Carneiro

      Eu acho que não. Ronda venceu muito mais desafios e teve uma carreira mais sólida que a da Cyborg. Além disso, há essas questões que o Alexandre levantou.
      Obrigado fera, que bom que alguém gostou, porque eu não acho que faço bem essa função, gosto mesmo é de comentar.
      Cruz teria chances contra qualquer galo do mundo. Nesse caso, tem que corrigir os erros que cometeu e que citamos no podcast e preparar algo de diferente.

  • Carlos Felix

    Outro excelente Podcast. Parabéns, galera.

    1) Quanto a Ronda ser uma excelente atleta e uma super entertainer não há dúvidas. A mulher é demais. Graças a ela o mma feminino está onde está. A própria Amanda reconheceu isso.

    2) Perdeu por que “hoje” a Amanda é muito mais lutadora. Se ela consegue ultrapassar a Amanda é outra história.

    3) Quanto as piadas, os memes, as críticas.. infelizmente faz parte do sucesso. A personalidade forte e as declarações polêmicas ajudaram a ela ter tanto reconhecimento e ganhar tanto dinheiro. Mas com a derrota vem a zoação. O jeito é aguentar.

    • Bruno Fares

      1) Concordo.
      2) Eu diria que a Amanda é mais completa.
      3) Concordo.

      • Condit também é em relação ao Demian e perdeu. O caminho do Demian deveria servir de inspiração pra Ronda.

    • 1) Isso.

      2) Isso. Ela pode vencer adotando a tática Demian Maia de recuperação de carreira.

      3) Vdd.

  • Amanda Martins

    sensacional esse podcast. analise de Ronda vs Amanda foi impecavel. Parabéns Alexandre e mto obrigada galera! chega a dar desespero Ronda na Glendale. A Alpha Male em Sacramento seria uma boa?

    • Obrigado, Amanda!

      A Alpha Male seria ótima opção, mas eu sinceramente acho que ela deveria sair da Califórnia, ir pra longe de casa, pra longe de Hollywood, pra longe dos paparazzi.