Podcast It’s Time! Episódio 171: Análise do UFC 205, parte 1

O gigante UFC 205 merecia um podcast gigante. Em vez disso, dividimos a análise em duas partes, com a primeira abordando o feito histórico de Conor McGregor e a vitória de Khabib Nurmagomedov, que pode ser o próximo da fila do irlandês.

Desde que o podcast It’s Time! ganhou nova casa e novo formato, existia a preocupação de abordar os eventos gigantes. Com o UFC 205, chegou a hora. Um evento que marcou a estreia do UFC na cidade de Nova York, que bateu o recorde de renda do icônico Madison Square Garden, que provavelmente definiu um novo teto de vendas de pay-per-view da organização e, de quebra, ainda viu o primeiro atleta a conseguir um dos mais raros feitos da história do esporte merece atenção especial.

Neste episódio 171 do It’s Time!, focamos no peso leve. Com mais importância, é claro, ficou a conquista de Conor McGregor, agora campeão do peso pena e leve, o primeiro lutador a ter simultaneamente dois cinturões na história do UFC. O feito do irlandês é tão gigantesco que, além dele, apenas Dan Henderson, no PRIDE, conseguiu tal façanha entre as principais organizações da história do MMA (UFC, PRIDE, Strikeforce, WEC, Bellator). Além do peso da conquista, analisamos também o aspecto técnico da vitória sobre Eddie Alvarez, elencando o que faz do Notório um lutador tão especial.

No momento de antever o que deve acontecer no futuro do campeão em dose dupla, foi a vez de analisar a acachapante vitória de Khabib Nurmagomedov sobre Michael Johnson. Será que o russo passará Tony Ferguson para ser o primeiro desafiante de McGregor? Será que o irlandês volta para o peso pena? Será que Nurmagomedov e Ferguson podem levar balão de Nate Diaz?

Este programa foi especial também pois pela primeira vez eu estive no mesmo recinto que Bruno Fares e Diego Tintin para uma gravação presencial. Então vão se adiantando porque ainda nesta semana teremos o episódio 172 para falar do resto deste especial UFC 205.

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 171 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Se adiantem aí porque essa semana tem dois podcasts no velho estilo.

    • Beto Magnun

      Aew!!! Minhas viagens de ida e volta pra faculdade agradecem!

  • Célio Júnior

    Esse tá muito fera, todos reunidos incluindo o chefe? É para glorificar de pé… esperando ansiosamente o 172 com análise das” lutaças” de Edgard e Romero.

  • Hlv Santos

    Acompanhando este trabalho , equipe está de parabéns a cobertura dos eventos estão de deixar muitas no chinelo

  • James sousa

    podcast voltando as origens divididos em parte

  • Hericly Andrade Monteiro

    Ótimo!!! Um já é bom, dois é excelente !!!

  • Sexto Empírico

    O Aldo tem totais condições de voltar a viver a glória de seus dias na era Pré-Mcgregor. Falta nele apenas um ingrediente que sobra no Irlandês: vontade. Se tivesse sagacidade para enxergar o quadro como um todo e entender as razões dos acontecimentos, veria que, nunca antes em sua vida, teve tanto reconhecimento, viu sua categoria e seu esporte crescer tanto e também nunca ganhou tanto dinheiro. Simplesmente, Aldo embirrou e desmotivou-se no auge de sua carreira e no melhor momento de sua profissão.

    • IMPERADOR

      Concordo.

    • Só não sei se a palavra certa seria vontade, mas é por aí.

  • Gustavo krt

    cara…uma coisa não se pode falar de mcgregor…não se pode dizer que ele vai correr de alguém. ele demonstrou ser uma cara que não teme outro cara. pegou lutas duras e por opção. não acho q ele correrá de ninguém…acho q pode escolher lutar até contra o woodley.

  • Franklin Stein

    O Alvarez me pareceu o cara que melhor reagiu ao trash talking do Conor, nas entrevistas/coletivas/ encaradas até devolvia as provocações rindo, provocou a torcida e tal. Parece realmente, e concordo com a Alexandre, que quando o golpe do Conor entrou, muito facilmente, apesar de todo o treino pra evita-la, a confiança (excesso?) do Alvarez foi embora. Tipo “a parada é real mesmo”.

    Quanto ao patamar do Conor, ele já é Hall da Fama do MMA, fato. Já é um dos mais importantes da história, sim. Agora, se vai ganhar a áurea de invencível como Anderson/Fedor/GSP só o tempo mesmo pra mostrar.

    Se o Conor não tirar essas (merecidas) férias como vcs bem observaram, eu fecharia a trilogia contra o Nate, antes de voltar para os desafiantes “legítimos”. Se as duas primeiras foram gigantes, imagina valendo um cinturão? Além de ser promessa de outro lutão, o Nate merece disputar a cinta.
    To muito curioso pra ver o ballet sangrento entre o McGregor x Ferguson, deve ser sensacional! O Khabib levou uns socos preocupantes do Johnson que me acendeu um sinal de alerta quanto ao favoritismo dele sobre o Ferguson ou sobre o Conor, mas é o campeão dessa categoria desde que estreou no UFC :D

    Uma luta entre Ferguson x Khabib onde o vencedor pegaria o campeão entre Conor x Nate III essas são as minhas preces rs E isso do Aldo defender/abandonar o cinto e ir atrás do Conor criaria um enredo sensacional! Seria foda!

    Parabéns aí pra equipe, acompanhei boa parte da transmissão ao vivo, foi massa!

    • Gustavo krt

      Pq causa, motivo , razão ou circunstância nate merece disputar o cinturão????

      • Franklin Stein

        Acho que ele “merece” por já ter derrotado o atual campeão na primeira luta e ter feito uma segunda luta muito dura, coisa que ninguém fez ainda no UFC, contra o Conor e isso sem valer nada (valeu muita $ claro). Talvez a palavra certa não seja merecimento, visto os outros da categoria que vem batalhando arduamente por uma chance de disputar o título, mas acho que personalidades como as dos irmãos Diaz são necessárias no topo das categorias e eu, particularmente, gostaria de ver o Nate disputando o Cinturão logo e se faz sentido uma “furada” de fila, seria essa pra coroar a trilogia.

    • McGregor já é Hall da Fama sem a menor sombra de dúvida. Sobre a aura de invencível, acho que ele não precisa disso pra ser o que é.

      Você é o primeiro que eu vi a rezar por este cenário. E eu acho que vai ser você mesmo o agraciado hahaha

      • Franklin Stein

        Amém! ahahahah

  • Weslei Alvarenga

    Foi bem em tocar no assunto sobre o Irlanda baterá o record de publico presente e na tv aberta americana quando ele quiser.

    Aí eu pensei, terá um evento em Londres dia 18/03, se o Dana e os novos donos forem megalomaníacos, imagina isso.
    Um UFC em Wembley com :

    McGregor x Qualquer Um
    Bisping x Romero

    Só com essas 2 lutas divide o estádio com irlandeses e ingleses, seria épico.

    Só dependeria se ele irá ficar de férias ( merecidas ) até o filho nascer.

    • Bruno Fares

      Que evento seria!

    • Rapaz, acho que a Scotland Yard não daria permissão pra essa luta hahaha

    • Bruno Brunet

      Que evento seria! Coloca o Khabib contra o Conor, para os russos irem também, aí seria ainda mais épico. Mas não sei se a polícia britânica deixaria hahaha.
      É como o Alexandre disse, não é o maior de todos os tempos tecnicamente, mas economicamente não se discute e quem não consegue ver as suas qualidades como lutador, que são muitas, simplesmente perde tempo de apreciar um lutador que coloca o senso de distância, precisão e timing no estado da arte.

  • Malk Suruhito

    Alexandre, só uma correção , você disse “O único cara na vida a derrotar o Tony Ferguson” sobre o Michael Johnson, só que ele tem duas derrotas ainda antes do MJ. O que me causa estranheza é que não foi só você que já vi fazer esta afirmação (e falaram na carreira mesmo, não só no UFC, o que seria o caso).
    Estas derrotas tem algum asterisco??

    • Eu tava me referindo ao UFC, não na carreira inteira. Falei errado.

  • Malk Suruhito

    Pergunto aos demais: acham que existe a possibilidade de o UFC dar uma segurada nesta disputa do Khabib para criar um terreno para o evento na Rússia, seja em evento, seja na questão de (possível) venda de PPV? Talvez até com um cinturão interino do Khabib vs El Cucuy?

    • PPV na Rússia é complicado, não sei se os russos vão aceitar evento domingo de manhã cedo, com preliminar começando no meio da madrugada.

  • Alan Freire

    ai meu mestre de jiu jitsu disse que o Conor é um produto fabricado pelo UFC que as lutas como Aldo e com o Alvarez foram compradas e que o UFC quer através dele popularizar o MMA com uma superluta de boxe com o Floyd Mayweather.