Podcast It’s Time! Episódio 149: Análise do UFC 198

Podcast It’s Time! Episódio 149: Análise do UFC 198
MMA

Com uma numerosa equipe de analistas, que trouxe visões de quatro pontos diferentes do UFC 198, o podcast It's Time traz uma análise especial do megaevento que lotou o estádio do Atlético Paranaense no último sábado.

O histórico UFC 198, que levou mais de 40 mil pessoas para o Estádio Atlético Paranaense, no último sábado, merecia um podcast especial. Sem distrações, sem outros temas, com muita análise técnica e uma equipe numerosa. O episódio 149 do It’s Time! foi exatamente assim.

Nossa equipe substituiu o Minuto do Boxe pelo Minuto do Bellator 154 para logo focar integralmente no UFC 198, como sempre fazemos com eventos realizados no Brasil. Todos os combates foram analisados, desde Renato Moicano até Stipe Miocic, trazendo análises de quem assistiu pela TV e de quem estava no estádio, tanto nas arquibancadas quanto ao lado do octógono e na sala de imprensa. Uma visão completa.

Além dos já tradicionais Diego Tintin, Pedro Lins e João Gabriel Gelli, que estreou na condução do programa, suprindo a ausência de Bruno Fares, o episódio 149 do programa contou com os retornos de Felipe Freitas, o líder da nossa competição de palpites, e da nossa querida Fernanda Prates, cofundadora do podcast e eterna dona da casa. Por motivos de agenda, Fernanda e Felipe não puderam participar do programa inteiro, mas ela já está escalada para fazer os comentários ao vivo do próximo evento do UFC comigo. Aliás, eu também estive presente no podcast, tipo como um convidado especial, meio fantasmagórico, que surge e some do nada.

Foto de destaque: Roberto Lemos/MMA Brasil

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Endereço para assinar o podcast pelo iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/its-time!-o-podcast-do-mma/id939262973

Endereço para quem preferir assinar o feed RSS do podcast por outras vias: http://www.mmabrasil.com.br/feed/podcast

Versão do episódio 149 em arquivo compactado (.zip) (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Anderson Rodrigues

    VALEU… TAVA ANSIOSO POR ESSE PODCAST

  • Alexandre Guerreiro

    1- Queria me desculpar por não ter passado com mais frequência por aqui ando sem tempo e o que acompanho mesmo é o podcast. Vou tentar participar mais essa semana
    2- Edição sensacional, João foi muito bem de apresentador, assim como o Alexandre, Bruno, Tintin e Pedro foram. Acho que de vez em quando vcs poderiam variar os apresentadores, o Bruno é muito estilo radialista e as vezes vai muito pra esse lado, uma abordagem um pouco mais séria como a dessa edição também é bastante legal.
    3- Bom ter o Felipe de volta, Fernanda entende do assunto e se integrou legal com a galera, Tintin e Pedro tem muita sintonia, ABRE O OLHO Sra. Carneiro e Sra. Tintin, e o aprofundamento dos assuntos voltou a ter o selo de garantia do mma brasil.
    4- “Em terra de cego quem tem um olho é Pedro”. Ri muito. Pedro está em grande fase, as analises dele tem se destacado nas ultimas edições.
    5- Concordei com o Tintin em relação a luta do Tintin. Acho a vantagem do Anderson pequena e não vejo problema em virar o round.
    6- No combate Cigano x Werdum e no Anderson x Vitor quem vcs enxerguam como favoritos?
    7- Será que o Werdum não levou a luta com a devida seriedade? Mesmo ouvindo os argumentos de vcs, ainda fiquei com a impressão que ele tava subestimando o Miocic

    Abraço!

    • Bruno Fares

      Boa! Participe sempre!

      Eu quero é mais férias, João pra titular!

    • Diego Tintin

      1- Não desculpo. Seus comentários fazem falta.
      2- Discordo, pois fã incondicional do estilo Sader. Todos nós fazemos um esforço e tentamos entregar um bom trabalho, mas o Bruno dá um tom muito mais profissional na minha opinião.
      3- Fiquei muito feliz pelo Felipe e pela Fernanda também. Eu e Pedro temos uma química, mas de forma totalmente hétero, hahaha.
      4- Baita piada
      5- Obrigado pelo endosso do meu comentário, mas eu não lutei, hahahahaha
      6- Werdum e Anderson, na minha opinião.
      7- Eu não acho, mas vai saber, né? Acho que só ele tem essa resposta…

      Abraço!

    • 1- Faça o favor de voltar sempre.
      2- Concordo com o Tintin que o Bruno dá um ar mais profissional. A questão de ser mais sério ou brincar pode até ser pesada, mas acho que o Bruno faz o papel do âncora melhor que os outros.
      3- Felipe e Fernanda vieram da categoria de base do MMA Brasil, jogam muito. Fernanda é camisa 10, cofundadora do podcast, estava lá na edição 1, quando o programa nem tinha nome.
      4- Hahaha acho que não ouvi essa ainda.
      5- Concordou com o Tintin em relação à luta com o Shogun hahaha
      6- Cigano e Anderson.
      7- Também acho que não. Werdum é brincalhão, mas é um profissional sério. Mas também não boto minha mão no fogo.

  • James sousa 8

    João mandou bem na apresentação do podcast

  • Diego Tintin

    Que ESPETACULAR a foto do Beto!

  • Lero

    Lineker, o Mark Hunt dos galhos!

  • Yuri Yamaura

    Não ouvi tudo ainda, mas muitíssimo obrigado pelas 3h45 de podcast, tenho o que ouvir no trânsito até sexta feira.

  • Danilo Oliveira

    Ontem li que o Cris Weidman se machucou e o Luke Rockhold está sem adversário, e como o Jacaré não teve nem um dano contra o Vitor, será que podemos ter Rockhold vs Jacaré 2?

    • Lero

      O problema desse casamento agora é que pode estragar a luta que todos estamos querendo assistir. Jacaré vs Camozzi III. Os fans merecem saber o desfecho dessa empolgante trilogia.

  • Marley Fortunato da Silva

    Bom dia Galera!

    Acabei de ouvir o podcast agora e mais uma vez foi um baita podcast!
    Uma observação: Estou achando que nosso colunista Bruno Sader está trabalhando para o time do Audax…Por que ele está aprendendo a “vampetagem” diretamente com o mestre Vampeta!

    Brincadeiras a parte, gostaria de comentar a respeito da luta do Werdum: Não desprezava de forma alguma a possibilidade do Miocic tomar o cinturão, mas o Fabrício tomou para si uma imagem de “herói brasileiro” ao entrar com o tema da vitória e com a bandeira do Senna e ao mesmo tempo pôs o peso da responsabilidade em suas costas, o pode ter prejudicado em muito a sua atuação; diante disso, eu queria fazer uma critica a grande mídia, que cada vez mais vende essa imagem de patriotismo e “amor pela pátria”, fazendo com que estes sejam maior e mais importante do que o Esporte; Eu torço pelo lutador, pelo tenista, ou pelo nadador e não pelo país, até por que nenhum esportista tem obrigação de representar o seu país, mas sim, como disse uma vez Nelson Piquet, representar a si mesmo e ele mesmo é um ótimo exemplo de que o Pachequismo gera injustiça. Infelizmente alguns meios de comunicação (claro excetuando o MMA Brasil, Sexto Round e Olimpo MMA) sedimentam mais ainda essa visão limitada e que só prejudica o esporte.

    • Bruno Fares

      Quem me dera estar Vampetando Marley, quem me dera!

    • Tava vampetando mesmo, não acredita nele.

      Sobre o Werdum, sua visão é bem plausível.

      “Eu torço pelo lutador, pelo tenista, ou pelo nadador e não pelo país, até por que nenhum esportista tem obrigação de representar o seu país, mas sim, como disse uma vez Nelson Piquet, representar a si mesmo e ele mesmo é um ótimo exemplo de que o Pachequismo gera injustiça.” ===> é isso. Eu tenho uma história com um amigo que passou por isso no pólo aquático.

      Eu não sei o que vem primeiro, se é a imprensa alimentando o pachequismo e o patriotismo imbecil do povo ou se é o pachequismo do povo que força a imprensa fraca a ser assim.

  • Thiago Kuhl

    A pergunta que não quer calar é: Bruno Sader, antigo defensor ferrenho dos podcasts de 3hrs de duração em sua época de leitor, estaria tesourando/acelerando as transmissões como âncora para que elas durem menos tempo?

    Onde protocola o pedido para manterem a média de 3hrs?

    Conspirações a parte:

    1 – Não estava sabendo sobre as novas regras de corte de peso, vale um textinho heim!

    2 – No final das contas o TRT ensinou a chutar né? -> melhor comentário ahahaha

    3 – Sobre o fator emocional, o Demian falou para o Guilherme Cruz no pos fight show do MMA Fighting que ele sabia que haveria muita torcida e muita possibilidade para distração com a torcida durante a luta (ainda mais depois das atitudes do Matt Brown na pesagem), então ele se concentrou ao máximo para não perder o foco. Parece que deu certo…

    4 – O que impressiona no fato do Miocic ser o campeão é que ele é comum. Não quero dizer que ele é ruim, ele é muito bom, mas ele não tem um jiu jitsu de elite, um ritmo de luta de um animal, não é o melhor boxeur, nem nada assim. Ele é só mais um ótimo lutador, daí o fato de ser tão impressionante, estando no meio de gente que é mais genial que ele em determinados aspectos, ter ganho o cinturão.

    • João Gabriel Gelli

      Meu papel como apresentador era destruir com a sequência de podcasts de menos de 3h.

      • Thiago Kuhl

        Podcast moralizador de 3hrs. Mandou benzaço João, parabéns :D

        • João Gabriel Gelli

          Valeu!

      • Fora Fares pois é comédia

    • Bruno Fares

      Sim! Era defensor de podcast de 4h30, hoje estou curado!

      • Thiago Kuhl

        Agora é defensor do Podcast moderno, tempo cronometrado, música de fundo e profissionalismo! Sem sinalizador, bandeira e com lugar marcado na arena….

    • 1. Vamos falar sobre as regras do corte de peso quando estiverem valendo.

      2. Hahahahaha as tentativas bizarras de joelhada encerram definitivamente esse papo, ficou escancarado. A partir de agora, insistir nisso é burrice e eu não perco mais meu tempo.

      4- O mais maneiro do Miocic é que ele não evoluiu nada, continua com o mesmo jogo, só tá mais experiente. Ainda assim foi campeão. Deve ser o único campeão do UFC que não evoluiu, em mais uma prova da qualidade da categoria.

      4. Obrigado por escrever boxeur e não boxer. Nego não entende que boxer tem a vogal tônica no O (pronúncia inglesa) e boxeur tem no E (pronúncia francesa).

  • Leo Corrêa

    Sobre o cartel do Romero ser melhor que o do Jacaré, vale lembrar que ele também engavetou o Lyoto Machida.

    ps: seria legal se alguma empresa que fabrica mochilas patrocinasse o Demian Maia.

    • João Gabriel Gelli

      Destruiu o Lyoto e nocauteou o Kennedy.

    • Hahaha fabricantes de mochila estão dando mole.

  • Bruno Moraes da Costa

    Excelente a condução do João no podcast. Parecia ele em FF, isso requere uma boa preparação.

    Acho que esse foi o melhor podcast que ouvi do MMA Brasil.