Por Edição MMA Brasil | 11/12/2018 19:24

Dando sequência aos eventos semanais até o fim do ano, o UFC aterrizou na cidade de Toronto, em Ontario, Canadá, para realizar o UFC 231. O evento, que já tinha um card promissor, acabou se tornando um dos melhores eventos do ano – se não for o melhor de todos. Restou a bancada do Podcast It’s Time, do MMA Brasil, analisar tudo o que de importante e relevante aconteceu antes, durante e depois do evento em sua 279° edição.

Na luta principal do evento, o campeão dos penas Max Holloway despachou as dúvidas recorrentes sobre seu estado de saúde e atropelou o desafiante Brian Ortega. Com uma das melhores atuações de sua carreira, o havaiano acabou vencendo por interrupção médica no fim do quarto round, após ser constatada uma fratura no osso orbital de Ortega.

Já na luta coprincipal do evento, Valentina Shevchenko não tomou conhecimento da ex-campeã dos palhas Joanna Jedrzejczyk e dominou o confronto válido pelo cinturão vago da categoria dos moscas, tendo seu braço erguido no fim por decisão unânime e o cinturão colocado em seu ombro.

Quem também roubou a cena do card principal foram os meios-pesados Thiago Marreta e Jimi Manuwa, que protagonizaram uma insana guerra de dois rounds, levando o nível de violência e brutalidade ao céu. No fim, melhor para o brasileiro, que abusou do queixo do britânico com um gancho avassalador de esquerda.

Assine o feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 279 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)