Por Alexandre Matos | 07/11/2017 11:58

O UFC 217 foi tão sensacional que não há a menor possibilidade de tratar tudo o que o evento merece numa única edição do podcast. Neste episódio 222 do It’s Time!, falamos das três disputas de cinturão do card e do retorno de um gênio.

Pela primeira vez, três campeões foram destronados num único evento do UFC. O principal responsável foi Georges St. Pierre, que fez história sob diversos prismas. O canadense se tornou o quarto a conquistar o maior título do MMA em duas categorias ao apagar Michael Bisping na luta principal. O resultado recupera a discussão de quem é o maior lutador de todos os tempos.

Outro que recuperou o posto de campeão foi TJ Dillashaw. O peso galo tinha pela frente um desafio técnico e emocional contra Cody Garbrandt, que vinha em fase mágica e que trazia à baila todo o rancor da saída de Dillashaw do Team Alpha Male. O duelo, um dos mais aguardados do ano, durou pouco, mas foi suficiente para saciar a ansiedade dos fãs.

Os aspectos técnicos das duas sensacionais vitórias, o que elas representam não só para as respectivas categorias, mas também para o MMA em geral, foi discutido nessa primeira parte da análise do UFC 217. Não perca na semana que vem a continuação do debate deste histórico evento.

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 222 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

Confira também a versão em vídeo, no nosso canal no YouTube:

Fundador e editor-chefe do MMA Brasil. Colunista do site oficial do UFC. Prestes a se aposentar e virar colunista especial do próprio site.