Podcast It’s Time! Ep. 222: Análise do UFC 217 e o retorno de Georges St. Pierre

O UFC 217 foi tão sensacional que não há a menor possibilidade de tratar tudo o que o evento merece numa única edição do podcast. Neste episódio 222 do It’s Time!, falamos das três disputas de cinturão do card e do retorno de um gênio.

Pela primeira vez, três campeões foram destronados num único evento do UFC. O principal responsável foi Georges St. Pierre, que fez história sob diversos prismas. O canadense se tornou o quarto a conquistar o maior título do MMA em duas categorias ao apagar Michael Bisping na luta principal. O resultado recupera a discussão de quem é o maior lutador de todos os tempos.

Outro que recuperou o posto de campeão foi TJ Dillashaw. O peso galo tinha pela frente um desafio técnico e emocional contra Cody Garbrandt, que vinha em fase mágica e que trazia à baila todo o rancor da saída de Dillashaw do Team Alpha Male. O duelo, um dos mais aguardados do ano, durou pouco, mas foi suficiente para saciar a ansiedade dos fãs.

Os aspectos técnicos das duas sensacionais vitórias, o que elas representam não só para as respectivas categorias, mas também para o MMA em geral, foi discutido nessa primeira parte da análise do UFC 217. Não perca na semana que vem a continuação do debate deste histórico evento.

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 222 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

Confira também a versão em vídeo, no nosso canal no YouTube:

  • Bruno Fares

    GSP maior de todos, quem discorda é hater.

    Valendo!

    • Franklin Stein

      GSP maior de todos, quem discorda é hater(2)
      Rose é Foda. Chupa Joanna!!
      Cody vs TJ é briga ninja de foice no escuro! Gif do Michael Jackson comendo pipoca pra quantas vezes quiserem fazer essa revanche!!!

    • Thiago Kuhl

      Frankie Edgar é melhor.

  • Cássio Rafael Guimarães Nascim

    Esse podcast merecia um podcast raiz #SóAcho Hahaha

  • William Oliveira

    “Anderson Silva fez um teste surpresa na carreira e foi pego”

    Isso não é verdade, Anderson Silva fez mais de um teste surpresa, já ouvi isso mais de uma vez mas a verdade é que ele foi pego NO PRIMEIRO teste, não no único, muito diferente, a carreira do Anderson não acabou naquele teste, dps disso o Anderson ainda fez uma luta MUITO dura com o cara que veio a ser o campeão meses depois (Bisping). Isso ele fez LIMPO, sendo testado, esse ano mesmo o Spider foi testado fucking 12 vezes. (mais do que a grande maioria dos lutadores)

    Além disso, numa luta com aviso de 2 dias, ele deu bastante jogo enquanto a luta ficou em pé contra o Cormier, o campeão da divisão de cima. Claro que quando derrubado virou mismatch, mas de modo algum deveria ser diferente, a diferença de peso era absurda e o DC tem basicamente o jogo counter do Spider.

    E espere ai, um momento, Anderson fica de fora (vc disse principalmente pelo doping, implicando então não somente) pelo final da carreira mas Fedor não? Fedor perdeu pra um peso médio, pro Pezao e depois de uns anos pro fucking Meathead, o Anderson até hoje é rankeado top 10 e conseguiu vencer, de modo controverso ou não, o Brunson recentemente (top 8) e quase nocautear o Bisping. Até contra o meio-pesado mediano Maldonado o Fedor precisou de ajuda local dos juízes pra levar o verdinho pro cartel. Por favor né, os dois tem idade e quilometragem semelhante também, vale pontuar.

    Fedor tá fora já, ele sim teve um final de carreira terrível e só tende a piorar. O caso de doping do Jon Jones é mt diferente e nem vou me ater a isso.

    Também não vou colocar GSP como GOAT por hora, DJ e Spider ainda tão na briga, pra mim vai depender bastante do que o GSP vai fazer agora, se ele inventar de descer correndo do Whittaker e em seguida perder pro Woodley (acho que dá T Wood), de modo algum o farei, virou campeão de duas divisões pegando o Bisping que era uma das lutas mais fáceis no peso médio, que não é sequer top 5 da divisão. GSP também sempre correu do Anderson, como DJ hoje corre do TJ.

    • Bruno Fares

      Fala William, bom dia.

      1- Fedor nunca foi pego em antidoping, Anderson sim. Isso não é discutível.
      2- Derrotas de final de carreira não mancham legado. Doping mancha. 10 anos de invencibilidade do Fedor não são manchados. 10 defesas de cinturão Anderson sem ter feito teste surpresa e tendo caído no único que fez, mancha.
      3- Você está querendo colocar na mesma balança derrotas de final de carreira com ser pego no anti-doping em teste surpresa, isso não dá.
      4- Derrotas no final da carreira pra lutadores inferiores e lutas ruins é completamente normal e aconteceu com todos os gênios (Chuck Lidell, Matt Hughes, Randy Couture, BJ Penn, etc). Por esse motivo não considero para avaliação o desempenho em lutas
      5- A vitória roubada do Anderson você usa como argumento positivo e a vitória roubada do Fedor como argumento negativo? Legal.
      6- “Além disso, numa luta com aviso de 2 dias, ele deu bastante jogo
      enquanto a luta ficou em pé contra o Cormier, o campeão da divisão de
      cima.” Nossa, deu muito jogo. Fiquei impressionado.
      7- “quase nocautear o Bisping”. Quase = nada.
      8- Me impressiona sua veemência em usar caps lock pra cravar que ele estava SUPER LIMPO pra falar de um cara que foi pego no primeiro teste surpresa fora de competição que fez na carreira e na explicação teve a cara de pau de dizer que tomou um viagra líquido tailândes dado por um amigo que não sabia nem soletrar o nome.

      Enfim, duvido que eu vá mudar sua opinião mas fica aí algumas considerações.

      E esse tema merece um podcast especial só pra isso.

      abraços

      • William Oliveira

        Opa, boa tarde Bruno.

        1 – De fato.
        2, 3 e 4 – Discordo, todo atleta tem que saber quando parar, ficar lutando além do seu tempo mancha sim seu legado, nunca verei BJ Penn do mesmo jeito dps dessa luta patética com o Siver, onde por um round inteiro ele só apanhou. Inaceitável um lutador que era a agressividade do MMA personificada ficar passivo diante de um journeyman como o Siver, isso manchará sim o legado dele. De novo, Anderson não foi pego no único teste surpresa que fez e sim no primeiro. Ele sempre foi testado assim como seus adversários e diferente deles (de uns 5 que lutou), nunca caiu enquanto campeão. Pode mt bem ter sido caso de só ter usado pra recuperação da lesão.
        5 – Não tem como vc ter dado a vitória pro Fedor naquela luta com o Maldonado, foi um claro caso de empate, 10-8 e dois rounds 10-9, isso na melhor das hipóteses pro russo. Já no caso do Anderson, é sim possível argumentar em defesa dessa decisão, foi uma luta ruim de ambos, ninguém fez muita coisa, e foi sim uma decisão apertada, de modo algum dá pra chamar isso de roubo, agora o caso do Maldonado é totalmente diferente, tanto é que anularam aquela barbárie.
        6 e 7 – Longe disso, são coisas impressionantes, enquanto o Anderson com mais de 40 anos tá dando jogo pro cara que veio a ser o campeão e que é um top 10 da categoria, o Fedor tá sendo brutalizado por um cara que no UFC não servia nem pra gatekeeper.

        Concordo que um podcast especial pra isso seria mt interessante, mas com todo o respeito, acho que vcs geralmente diminuem as conquistas do Anderson e super valorizam as demais.

        Abraço.

        • Ricardo Sedano

          Queria fazer uma correção para as derrotas do Fedor… Elas foram para o Henderson, que lutava de meio pesado e em 2011 estava longe de ser o que era em 2017. Para o Pezão, desafiante ao cinturão dos pesados do UFC, para o Werdum, que foi campeão do UFC, Para o Mitrione, que se não me engano era rankeado nos pesados e hoje certamente seria, dado o nível da categoria. E se quiser contar como derrota a luta para o maldonado, que se não me engano cheogu a top 15 e a beirar top 10 dos meio pesados…

          Qual desses caras não servia para gatekeeper?

        • Pedro Carneiro

          Anderson foi pego no doping DUAS VEZES. Em um exame surpresa e no pós-UFC 183 também. Abraços.

          • Vinicius Maia

            Isso que eu ia comentar. Foram 2 vezes pra mesma substância se não me engano.

        • Marcio Lennon

          apanhando igual o antonio pezão sem trt hoje hein spiderzete………….

    • Thiago Kuhl

      Beleza William?

      Cara, só não entendo o motivo de você tratar o Doping do Jones de forma diferente da do Anderson….

      Eu até acho possível desconsiderarmos doping na análise de GOAT, nesse caso Jones estaria em primeiro, e o Anderson em 4º ou 5º, mas não é possível que façamos uma análise ‘capenga’ onde julgamos a questão do doping com pesos diferentes para lutadores diferentes.

      Assim temos dois lutadores pegos ao menos uma vez no doping, que devem ser tratados da mesma maneira.

      Ou mantemos os 2 na lista e o Anderson não tem como ser considerado GOAT (a não ser que o critério seja torcida). Ou excluímos os 2 da lista e a briga fica entre GSP (com vantagem em primeiro, ao meu ver), DJ e Fedor.

      Bjs.

      • William Oliveira

        Discordo, acho que são casos diferentes sim e devem ser tratados assim.

        Anderson usou vindo de uma lesão, ainda é bem injusto mas acho muito mais aceitável do que um cara de 30 anos indo pra uma luta contra um cara muito menor, com todas desvantagens físicas possíveis e de 38 anos ainda.

        Além disso, Anderson foi pego só 1x e depois disso já competiu outras 3 vezes sem testar pra nada, Jon Jones desde que a USADA começou a operar só fez uma luta onde estava limpo e foi aquela bizarrice que vimos contra o OSP.

        • Bruno Fares

          “Anderson foi pego só 1x e depois disso já competiu outras 3 vezes sem testar pra nada”

          3 testes limpos anulam 1 teste pego?

          Jon Jones é pior que o Anderson, obvio. O que nao torna o Anderson inocente.

        • Eduardo Kovasc

          u mad?

    • Patrick Santos

      Anderson QUASE GANHOU do INIGUALÁVEL SUPER CAMPEÃO MICHAEL BISPING

      GSP ganhou do pior lutador do peso médio, aquela baranga chamada Michael Bisping

      • William Oliveira

        Isso é vc quem tá dizendo haha nunca elogiei o Bisping aqui, só falei que ele virou campeão

        • Patrick Santos

          Cara, falando sério agora.

          Meu maior ídolo no MMA é o Jon Jones. Comecei a acompanhar o esporte na época em que ele estava começando, vi a maior parte da sua carreira (rs) e dos seus grandes feitos. Sou paga pau mesmo, defendo igual time de futebol.

          No entanto, tenho consciência que ele foi pego usando substâncias proibidas e que isso põe todo o legado dele em jogo. Até pouco tempo, achava algo monumental alguém alcançar tudo que ele alcançou em tão pouco tempo. Pra mim, o céu era o limite. Agora, tudo está passível de dúvida. Será que aquela força absurda pra defender e aplicar quedas era genética mesmo? E o impacto dos golpes que ele lançava, é tudo resultado de muita técnica e musculação como eu pensava antes? Admito que não sei. E nunca vou saber. O cara ainda é um moleque e deve voltar a lutar, mas nunca assistirei às suas lutas com os mesmos olhos, infelizmente. Por isso, respeito completamente quem jogou ele lá pra baixo nos rankings (altamente subjetivos) de melhor e maior de todos os tempos. A culpa disso não é minha, nem sua, nem do pessoal do MMA Brasil. É do Jones.

          Acho que é uma boa reflexão pra tu fazer com o Anderson. Isso nos entristece e às vezes bate até um desânimo com o esporte, porém, é a realidade. Abraços

          • William Oliveira

            Entendo o que vc está dizendo e se o Anderson fosse pego digamos nas vésperas desse UFC Xangai, me sentiria parecido, porém ele sempre passou por todos os seus testes, enquanto seus oponentes todos eram humilhados e logo em seguida testavam positivo. Foi assim com o Griffin, Irvin, Bonnar, Sonnen..

            A única vez que o Anderson testou pra algo foi voltando de lesão, por isso acredito na hipótese de que foi somente naquela situação ali, de que antes estava limpo, caso contrário cairia no antidoping governamental junto de seus oponentes.

            • Patrick Santos

              Antidoping no UFC pré USADA era completamente protocolar. Salvo melhor juízo, acho que nem teste surpresa tinha, era só aquela mijadinha pós luta e ta safo. Lembra do escândalo da omissão do teste positivo do Belfort contra o Jones? Você acha mesmo impossível o UFC ter encoberto algum teste do Anderson ou simplesmente ter dado os seus pulos pra comissão não fazer o teste nele? Eu não boto uma unha no fogo por eles.

              Além do mais, você acabou de citar varias lutadores da época dele que foram pegos. Entendo o seu ponto, mas pensa, será que o Anderson é realmente o bom samaritano que enfrenta monstros dopados e os supera apenas na base da genialidade e alegria nas pernas? Repito, depois do doping, tudo deve ser questionado. Se você não leva isso em consideração, beleza, direito seu. Mas não desqualifique o argumento alheio por conta disso, eles têm base pra reforçar o que dizem.

    • Diego Tintin

      Tava lendo aqui meio com pressa e fiquei com uma impressão que vc disse que ganhar do Bisping depois de 4 anos parado, colocando-o para dormir de forma inapelável, após uma chuva de cotoveladas infernais é algo que depõe contra o lutador. E que quase ganhar do mesmo lutador depois de um doping é algo que conta como argumento positivo, um grande feito difícil de ser igualado.
      Deve ser impressão errada. Vou reler mais tarde com calma.

      • William Oliveira

        Ter ganho do Bisping foi sim um grande feito do GSP dada as condições, porém não vejo isso como uma ENORME conquista, ainda mais se formos comparar com o Randy Couture voltando da aposentadoria e vencendo o muito maior Tim Sylvia ou até mesmo o BJ Penn destronando Hughes.

        Em minha humilde opinião, estão dando muito por uma performance pífia (GSP perdeu 1 round e estava atrás no outro, morrendo no gás) contra um lutador mediano, porém oportunista, que quis o destino que chegasse ao cinturão.

        Anderson ter quase ganho do Bisping n foi grande coisa também, mas fingir que não aconteceu, que a carreira dele acabou dps da luta com o Diaz já é demais.

        • Ricardo Sedano

          Lutador mediano que ganhou do Anderson e nocauteou o campeão anterior tendo pego a luta com duas semanas de antecêdencia. Campeão da categoria de cima que em momento nenhum o Anderson Cogitou desafiar.

          Sua pontuação de rounds, se olharmos Biping Vs Anderson até o terceiro rd já que não houve finalização nessa luta, é exatamente a mesma. Sendo que a joelhada voadora foi ponto chave para virar o round. Já o GSP terminou a luta no movimento que virou o 3 rd (ou vc acha que aquilo não foi suficiente para ele estar na frente no terceiro rd tbm?)

          O anderson desde desde a luta com o diaz tem um NC que resultou em suspensão por doping, duas derrotas e uma vitória controversa.

        • Marcio Lennon

          Engraçado é a eterna contradição em suas análises, se GSP vence como venceu e no contexto que se desenrolou a peleja é performance pífia para você, mas se anderson “venceu” o mesmo bisping é luta dura contra o “cara que veio a ser campeao” como voce disse acima, e ainda enaltece a luta que o spider tomou 2 30×25 com o cormier puxando o freio, só fanboy nao enxerga que o cormier pegou leve.
          agora mudou o discurso “Anderson ter quase ganho do Bisping n foi grande coisa também…………” sendo que acima vc afirma o contrário. SPIDERZETE nao tem como consertar, viverá acreditando no seu ídolo fabricado.

    • Ricardo Sedano

      Anderson depois de ser pego no doping esta 1-2 sendo que essa vitória ganhou mais pelo nome do que pelo que mostrou na luta.
      Ele ter sido pego no primeiro que ele fez é o que põe exatamente em cheque tudo que ele fez. Será que ele sempre tomou e por isso tinha a performance que tinha? Ele é um genio, é um baita lutador mas sempre terá essa dúvida do quanto isso pode ter inlfuenciado a performance fisica dele.

      Ele deu luta dura para o bisping, o GSP finalizou o bisping.

      Ele “deu luta” com o DC. O Cormier lutou visivelmente de freio de mão puxado. Ele estava preparado para um luta de 5 rds contra o jones, ou seja, não estava lutando daquele jeito para poupar o gás. Basta ver o que ele fez em TODAS as outras lutas dele de meio pesado e como ele lutou contra o Anderson. A postura dele é outra, aparentemente por respeitar o anderson ter pego aquela luta.

      O anderson é rankeado só pelo passado. Ele esta com um record 1-4-1NC desde 2013 e como disse acima, com uma derrota beeeeem marota sobre o brunson . Vc usou o argumento do fedor preisar da ajuda dos juizes para desqualificar o russo, mas ta de boa com a ajuda dos juizes com o anderson (20×4 brunson no mma decision), isso é para ser usado ou não como argumento? A vitória esta no cartel dele, mas só essa vitória não deveria ser o suficiente para ele no top 10 do peso médio visto que ele ganhou 1 luta nos últimos quase 4 anos.

      Pq o caso de dopping do Jones é diferente??

      Quem vc coloca como GOAT? Qual feito do Anderson o GSP já não fez o suficiente para superar??
      O Bisping “luta mais fáceis do peso médio” ganhou do Anderson. O Anderson no meio pesado lutou com gente de nível mais baixo que o binsping e nunca se atreveu a desafiar o campeão. Correndo do Whittaker por não querer lutar com tanta massa muscular e diferença de tamanho? Então posso dizer que o Anderson correu do Jones?

      GSP não correu do Jones, basta ver o quanto de massa muscular ele teria que ganhar para lutar na categoria de cima. Ou vc acha que o Anderson tbm correu do Jones??

      E já que o Bisnping, que derroutou o anderson, pesa negativamente como vitória por ser um campeão “que não é top 5” – e olha que é oatleta que mais venceu no UFC – o que vc me diz dos seguintes lutadores: Travis Lutter; James Irwing; PAtrick Cotê; Thales Leites, Yushin Okami e Stephan Bonnar. Tirando Bonnar, todas essas foram defesas de cinturão do Anderson e tem nível inferior ao Binsping…

      • Marcio Lennon

        Bom falou tudo, não tenho nada a acrescentar, mas o William é um spiderzete assumido e assíduo dos fóruns de MMA, não adianta tentar explicar tudo certinho pra ele, que ele fará de conta que vc falou grego e continuará a negar a verdade.
        Parabens pelo comentario, Anderson é um dos grandes, sem dúvida, mas menor que GSP, jones, mouse e fedor sem sombra de dúvidas.

    • André Guilherme Oliveira

      Parece que o jogo virou não é mesmo!?

  • Coletivo Extérpretes

    O Lyoto em seu auge era tão bom quanto o GSP, o problema é que o Lyoto não está mais no auge e talvez nem o GSP também, mas certamente GSP mostra que a durabilidades da forma, sua longevidade é incrível. Os outros caíram muito, o GSP talvez comece agora a desacelerar, mas ainda não podemos tirar conclusões por essa última luta do canadense, temos que velo contra alguém top e na sua categoria original.

    • Gabriel Carvalho

      Não.

      • Bruno Fares

        Muito não.

    • Thiago Kuhl

      Não sei se você quis dizer em relação ao Karetê apenas. Se for o caso nem tenho como opinar, mas se a sua afirmação foi em relação ao nível dos dois no MMA a comparação não para em pé. O GSP foi campeão dominante por muitos anos, varrendo 2x uma das mais difíceis divisões do MMA, sendo pelo menos nota 8,5 em todas as valências do jogo.

      Lyoto foi um ótimo striker, com movimentação que lhe servia muito bem nas defesas de queda, mas praticamente não teve um período de dominância no MMA, por mais que se falava em “Era Machida” na época do seu auge, a única defesa de cinturão que ele fez (considerando isto como um requisito fundamental para julgarmos alguém como dominante e longevo), teve um resultado bem discutível.

      Além de que, temos que considerar que contra a concorrência de alto nível o Lyoto teve bastante inconsistência.

  • Vinicius Maia

    Que GSP é monstro não se discute. Agora ele só subiu pra enfrentar o Campeão dos médios por que era o Bisping. Qualquer lutador fora o Bisping creio que ele não subiria. Calo minha boca se ele matar no peito o Whitakker mas creio que não vá acontecer. Eu não vejo o GSP subindo pra enfrentar o Yoel Romero, Weidman, Luke Rockhold e afins.
    Mas méritos totais pela vitória contra o Bisping. Mostrou o excelente QI de luta como sempre e a técnica apurada.

    • Bruno Fares

      “Eu não vejo o GSP subindo pra enfrentar o Yoel Romero, Weidman, Luke Rockhold e afins.”

      Concordo!

      • Malk Suruhito

        Lutadores citados que mesmo na categoria de cima teriam que cortar peso…

  • James sousa

    Eu acho que o TJ tá querendo luta contra o Demetrious mas na categoria dos moscas na entrevista do octógono o TJ falou que quer pegar o cinturão do Demetrious

    • Bruno Fares

      Dois cinturões ia ser uma bela propaganda pra ele.

  • Anderson Tomaz

    Não querendo ser chato (mas ja sendo hahahahaha), será que alguém poderia me dizer em qual parte começa a se debater a luta das meninas? Brigadooooo

    • João Gabriel Gelli

      Essa luta ficou para o próximo podcast, Anderson.