Podcast It’s Time! Ep. 209: Análises do UFC 214 pt. 2 e UFC Fight Night México

Podcast It’s Time! Ep. 209: Análises do UFC 214 pt. 2 e UFC Fight Night México
MMA

No episódio desta semana do It's Time!, o melhor podcast sobre lutas do Brasil, nossa equipe finalizou a análise do excelente UFC 214 e tratou do divertido UFC Fight Night 114, que aconteceu no México, neste sábado.

Na semana passada, nossa equipe não conseguiu cobrir todo o enorme UFC 214 no podcast. Dividimos então os assuntos e deixamos para este episódio 209 do It’s Time! o debate dos principais duelos que não envolviam disputas de cinturão. Ainda houve tempo para analisar os momentos mais importantes do UFC Fight Night 114, que aconteceu no último sábado, na altitude da Cidade do México.

Sobre o UFC 214, o principal assunto foi a vitória de Robbie Lawler sobre Donald Cerrone e a possível confirmação do vencedor como próximo desafiante dos meios-médios. A importante vitória de Volkan Oezdemir sobre Jimi Manuwa, que mexe na parte de cima da divisão dos meios-pesados, foi debatido em seguida. A equipe ainda tratou dos triunfos de Ricardo Lamas, Aljamain Sterling e Brian Ortega, avaliando por consequência as derrotas de Renan Barão (para Sterling) e de Renato Moicano (superado por Ortega). Todos os confrontos têm contornos fundamentais às divisões dos penas e galos.

Em seguida, falamos do muito divertido UFC Fight Night 114 do último sábado, evento que viu os crescimentos dos jovens prospectos Sergio Pettis e Alexa Grasso, além do aumento do sofrimento de Rashad Evans, que chegou à quarta derrota consecutiva – ele não vence desde 2013.

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 209 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)