Podcast episódio 135: Prévias do UFC Fight Night 83, Bellator 149 e WSOF 28

Podcast episódio 135: Prévias do UFC Fight Night 83, Bellator 149 e WSOF 28
MMA

Fim de semana com três eventos das maiores organizações do MMA mundial rendeu um podcast de prévias. Falamos do UFC Fight Night 83, do Bellator 149 e WSOF 28.

O tempo era curto, os assuntos não eram exatamente animadores, mas aqui é trabalho, como diria o grande filósofo (e nem tão bom técnico assim) Muricy Ramalho. Deste modo, eis o episódio 135 do podcast It’s Time!, edição de bolso, para quem não gosta dos episódios muito longos.

Fizemos uma breve prévia dos três eventos que acontecerão nas próximas sexta-feira, sábado e domingo. Começamos com o WSOF 28, que tinha tudo para ser interessante pela definição do desafiante seguinte de Marlon Moraes, mas uma história estranha jogou terra no melhor combate que a organização teria para oferecer ao brasileiro. Aliás, Marlon colocará seu cinturão em jogo, além de tentar se colocar como o melhor peso galo do mundo fora do UFC.

Em seguida foi a vez de falar do Bellator 149, que acontece na sexta. A ideia era usar o mesmo tom crítico/bem humorado da nossa prévia do Rizin FF, mas convenhamos que falar de Royce Gracie contra Ken Shamrock em pleno 2016 é bastante complicado. E tampouco é fácil abordar dois brigadores de rua num evento da segunda mais importante organização do esporte no mundo. Porém, tem quem goste, então escutem o que temos a dizer a este respeito.

Por fim, hora do UFC Fight Night 83, que perdeu as três lutas com maior potencial de pancadaria quando John Lineker pegou dengue, Tim Means foi pego no antidoping e Syiar Bahadurzada e Brandon Thatch foram movidos para o UFC 196. Ainda assim teremos o curioso confronto entre lutadores de mesma alcunha na luta principal, casos de Donald “Cowboy” Cerrone e Alex “Cowboy” Oliveira (que sujeito!).

Endereço para assinar o podcast pelo iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/its-time!-o-podcast-do-mma/id939262973

Endereço para quem preferir assinar o feed RSS do podcast por outras vias: http://www.mmabrasil.com.br/feed/podcast

Versão do episódio 135 em arquivo compactado (.zip) (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Beto Magnun

    Pôôô Isso é que é bonito!

  • Malk Suruhito

    Já baixo sempre, mas com Alexandre fazendo prévia de Dada 5000 x Kimbo, não posso perder…

    • Bruno Fares

      Já imagino ânimo e euforia.

    • Lero

      épico

  • Hlv Santos

    1hr15 Apenas ?
    Espero que ao menos seja 1hr de analise técnica de Kimbo x Dada e Royce e Shamrock

  • Anderson Cachapuz

    É isso…

  • Bruno Fares

    Minha participação foi vetada pela soma CHUVA+SÃOPAULO+ELETROPAULO. Uma pena.

    Essa edição é a short version. A completa apenas para moradores da Grande Bangu.

    • Música de introdução só pra versão completa para moradores de Bangu, Padre Miguel, Santíssimo e adjacências.

      • Felipe Biancardi Justo

        Quem mora nessa área é mito!

  • Juliano Gheller

    Quando teremos outro podcast com o Jonas Bilharinho, mais conhecido como a fusão do Jake Gyllenhaal com o Padre Fabio de Melo?

    • Hahaha vamos trazer outros caras, mas o Jonas tem que voltar mesmo.

    • Lero

      Ele é ótimo mesmo.

  • Anderson Cachapuz

    Explicação aos leitores: O podcast foi só de 1h15 porque se colocam o Alexandre falando sobre kimbo vs Dada e Gracie vs Shamrock mais dez minutos ele infartaria…. kkkkkk

  • Gabriel Carvalho II

    Tenho minhas dúvidas se o Marlon é o melhor 61 fora do UFC, até porque o nível do WSOF é bem abaixo do próprio Bellator.

    Bellator poderia ter feito Royce vs. Shamrock e Kimbo vs. Dada no final de ano, trocando ingresso por litro de leite, acho que seria mais justo.

    • Bellator poderia não ter feito Royce vs Shamrock e Kimbo vs DaDa. Nem sexta, nem no fim do ano, nem nunca.

  • Beto Magnun

    Aguardando o podcast sobre a vida e obra de Joe “Diesel” Riggs. http://cdn1.vox-cdn.com/assets/4995680/riggs-3.0_standard_783.0.png

    • Bruno Fares

      QUE HOMEM!

      • Gabriel Carvalho II

        Joe Riggs é o Forrest Gump do MMA

  • Marcos E

    Entretenimento X Esporte. Será que o MMA vai conseguir se livrar de sua raiz histórica? Será que algum dia ele deixará de ter essa característica freak tão atraente para o grande público?

  • Gabriel Carvalho II
    • Muito técnico e veloz. É a segunda maior organização do MMA mundial…

    • Marcos E

      não dá pra ver isso! kkkkkkk

    • Na luta real foi mais lento ainda. rsrs Tenso isso.

  • Powww Alexandre, seu mimimi com as lutas trashs estão engraçados… você está totalmente indignado. hehehe Lembre-se que tem publico para tudo. Imagina quem não gosta de MMA pq é violento, assim como você não gosta do velhinhos pelo nível técnico baixo. heheheh

    Eu sinceramente acho legal ver coisas diversas. É fato que a primeira luta do DADA é um lixo do lixo, mas acho que o contexto faz interessante pelo show, visto que ele termina o documentário da netflix, fazendo um desafio ao Kimbo. Ele é péssimo como lutador realmente.
    E o Roice é sempre legal ver, pelo entretenimento. Realmente esportivamente não devemos esperar nada.

    Mas entendo que você é exigente a apenas ter lutas técnicas. Mas lembre o público de qualquer esporte tem todos os pontos de vista, não apenas do nível mais elevado tecnicamente.

    E deixa os velhinhos ganharem suas granas pós aposentadoria, desde que a saúde permita.. heheehe

    • Não, cara, você tá equivocado em relação ao meu ponto de vista. Quer fazer luta freak? Então escolhe direitinho o evento em que você vai fazer. Vai botar Kimbo contra DaDa na segunda maior organização do mundo? Quando o DaDa desafiou o Kimbo, foi pra acontecer em briga de rua. Aí até eu ficaria amarradão pra ver. No MMA profissional? No Bellator?

      O UFC cometeu dois deslizes, mas ambos tinham alguns motivos além de apenas explorar audiência. Primeiro, colocou o próprio Kimbo no TUF. Explorou a audiência dele, é óbvio, mas deu uma chance pro cara aprender. O cara não aprendeu, então rua.

      Depois foi o James Toney. Sempre existiu o papo de boxeador contra lutador de MMA. Aquilo foi totalmente desnecessário, mas mostrou que um lutador terá vantagem se a luta for disputada sob as regras do seu esporte. E o Toney nunca mais voltou.

      O UFC vai cometer um terceiro, que é o CM Punk. Vamos ver aonde isso vai dar.

      A questão do Bellator é que, pra mim, jogou no lixo a seriedade de quem quer ser o número um. Pra mim, cada vez mais o Bellator tá se aproximando de um Rizin do que de um UFC. Quando você via o PRIDE entregar tosqueira, vinha sempre algo decente junto. E o mais importante: esse algo decente era o principal do evento. Eu lembro que colocaram o Giant Silva uma vez. A luta principal era Fedor-Minotauro, teve Takanori Gomi-Jens Pulver (campeão do PRIDE contra ex do UFC), Cro Cop-Randleman, Hunt-Wand. Lá embaixo do card tinha Ryo Chonan finalizando Anderson Silva e, abaixo disso, Giant Silva. Quando o UFC colocou o James Toney, a luta principal era Edgar-Penn.

      Eu perguntei no podcast e pergunto de novo: essa audiência maior é fidelizada? Essa gente que chega pra ver tosqueira acaba virando fã de MMA? A história mostra que isso acontece muito pouco.

      Sobre o Ken Shamrock, você viu o que aconteceu com o Kevin Randleman? Será que tem alguma associação com abuso de anabolizantes? Será que o Shamrock abusou de anabolizantes?

      Por fim, que entretenimento há no Royce lutando aos 50 anos? Acho que a gente tem visões bem distintas sobre entretenimento.

      • Vixe… vc tinha razão… viu que freak loco foi a luta do DADA e Kimbo. Realmente nem vale a pena colocar os caras. rsheuahue

      • Alexandre, venho aqui lhe pedir descupa de ter chamado de mimimi. Acabou agora o BEllator 149 e as 2 ultimas lutas foram pior que freak. Realmente vergonhoso e desnecesário. vixe!!!

        • Você acha que a segunda maior organização do MMA mundial é lugar para aquilo?

          • Então cara. O problema quando falei em colocar velhinhos não é pela idade. Mas pela condição. E nem isso a 2o. maior org do MMA mundial se preocupou. Mandou 2 mulambos lutar. O Royce já estava com cacuete de velho, deu dó.

            Mas tá certo. Não dá, mesmo. Na elite não dá. E nem para brincadeira rola isso mesmo. É meio constrangedor.

            • Não é meio constrangedor, é muito constrangedor, é totalmente constrangedor.

  • Felipe Biancardi Justo

    Vamos deixar bem claro, uma hora e quinze de podcast é inadimissível, estamos mal acostumados!!!

    Em semanas como essas, meio vazias de pauta de MMA, você poderiam nos brindar comentários avulsos sobre tópicos cotidianos, ainda mais sabendo que têm-se no podcast um notório entendedor dos assuntos da cultura nacional ou internacional: Diego Tintin.

    Se o Bruno assemelha-se ao MIlton Neves na figura de âncora, diria que Tintin assemelha-se ao Anselmo Goes, comentando com muita propriedade todos os assuntos cotidianos.

    Veja que se poderia nos oportunizar ouvir a opinião abalizada de Tintin sobre diversas polêmicas do carnaval carioca, como por exemplo: Quem foi a melhor musa da Mocidade, Cláudia Leite ou Anita? Que foi o vencedor na treta entre MIlton Cunha X Paulo Barros? Quem é mais chato na transmissão de carnaval, Bruno de Luca ou Eri Jhonson?

    Fora isso, o podcast mantém a qualidade e vcs estão de parabéns e queria saber a opinião de vcs sobre o futuro do Wand, com a “diminuição” da punição dele pela comissão e a liberação do contrato pelo UFC. Será que rola uma luta de despedida? Rizin?

    Abraços!

    • Não dava tempo, tive que correr porque viajei 2h depois de desligar o podcast. Essa edição quase não saiu, mas preferimos fazer uma pocket edition do que deixar pra lá. Voltaremos melhores na semana que vem.

      Tintin sempre pode ter mais espaço até pra falar do vascaum.

      Bruno de Luca é o mais chato em qualquer hipótese, mesmo que eu nem tenha visto, o que foi o caso, inclusive.

      Acho que o Wand vai assinar um combo de Bellator-Rizin.

  • Pedro PM

    Essa luta principal do Bellator só vai me ser útil se o Shamrock ganhar. Casei uma grana nele no sportingbet.

  • Patrick Silva

    CARALHO Royce foi para a balança de kimono!! bateu inexistentes 190, deve lutar com no máximo 182 amanhã e o Shamrock deve ter cortado peso para bater 201 (lutou com 204 contra o Kimbo). Diferença máxima, para qualquer lutador abaixo de 200 pounds no Texas é de 15, freak demais!!!! Que absurdo.
    Quer fazer luta entre aposentados (velhos)? Mettamoris está fazendo um trabalho muito legal, simples.
    Nevada jamais sancionaria isso (prefiro acreditar que não mesmo)!

    • Ctz que tinha uma anilha amarrada por baixo do quimono.

      Texas é bizarra. Duvido também que Nevada, Califórnia ou New Jersey sancionariam.

  • Thiago Kuhl

    Kimbo x Dada é (e foi) MUITO ESCROTO. Sinceramente? Achei o documentário do DADA um lixo, parei na metade. Os videos do Kimbo, mesma coisa
    Mostram um lado do ser humano que deveria já estar extinto.

    Royce x Shamrock, se fosse co-main para saudosistas, a fim de impulsionar alguem (tipo bendo), vá lá, do jeito que foi, não valeu de nada.

    • Eu tenho todas as lutas do Kimbo na rua baixadas no computador. Eu entendo perfeitamente seu ponto de vista, mas acho que esse afloramento do instinto primitivo do ser humano vai demorar muito pra ser extinto. Aliás, é por causa dele que nós gostamos de luta.

      Isto posto, eu baixaria Kimbo x DaDa na rua e sequer perdi meu tempo pra ver o Bellator de ontem.

      • Thiago Kuhl

        Sim, concordo com você nesse ponto. Só acho que quando o cara fala “A pessoa tem um problema com um vizinho e ambos vem aqui no meu quintal e saem na mão até um cair com os olhos vidrados no chão” (coisa que Kimbo e DADA dizem em seus videos), com um monte de babaca em volta apostando, vai além do nosso instinto pela luta. Isso não é mais um instinto animal, é crueldade humana mesmo.

        Mas como você diz, cada um se diverte com o que quer, só acho um absurdo sem tamanho isso estar elencado como esporte.

        Por sinal, que transmissãozinha ZUADA da fox heim? Caralho, cada evento do Bellator que eu vejo da vontade de chorar. É tanta besteira que parece de propósito.

  • fabriciohendrixxx

    Cara, o Shamrock não deu UM soco!!! Que triste.

  • Marcos E

    Eu que tinha achado o RIZIN uma vergonha… o Bellator conseguiu superar. Parabéns pelo show de horrores. Ícones do esporte em apresentações vergonhosas. Em 10, ou 15 anos, vamos ver o Anderson e o José Aldo fazendo o mesmo papelão? É isso que os fans querem ver? Esse é o futuro do esporte?

  • Marcos E

    O MMAFIGHTING entrevistou o Scott Coker após o pressconference e tenho certeza que esse não é o rumo que ele quer para o Bellator. Deve ter gente convencendo o cara a exagerar, não é possível. Ele pareceu envergonhado e um pouco deprimido. Mas quando começou a falar dos verdadeiros talentos da companhia ele volta a ficar mais empolgado.

    • Só se for pressão de alguém da Viacom. Essas pataquadas começaram com o Scott Coker, porque o Bjorn Rebney não fazia isso. E se a gente lembrar que ele pegou o Frank Shamrock decadente, com quase 40 anos, e botou pra lutar sob uma forte promoção com o Nick Diaz, que tinha 26 e estava no auge físico, aí essa teoria de pressão cai um pouco.