Por Alexandre Matos | 03/02/2016

Adiamos em um dia a gravação do episódio 134 do podcast It’s Time! para aguardar os primeiros desdobramentos de uma notícia muito importante. Valeu a pena esperar. Além da análise do UFC On FOX 18, conseguimos analisar mais profundamente a mudança de Ben Henderson para o Bellator. E não foram os únicos assuntos do debate.

Começamos com o já tradicional minuto do boxe, analisando a vitória acachapante de Sergey Kovalev. O destruidor russo, campeão mundial meio-pesado, aplicou outra surra em Jean Pascal e abriu o cenário para dois possíveis confrontos tão interessantes quanto diferentes: uma unificação completa contra Adonis Stevenson e um encontro com o craque Andre Ward, campeão da categoria de baixo que resolveu subir. Expectativa de um grande ano pela frente.

Em seguida foi a vez de analisar a representatividade de o UFC perder Ben Henderson para o Bellator. Avaliamos até onde o contrato da Reebok foi determinante, voltamos com a discussão dos melhores enfrentando os melhores contra condições mais favoráveis aos profissionais. Falamos também do primeiro compromisso de Benson na nova casa, na disputa do cinturão meio-médio contra Andrey Koreshkov e numa possível frente dupla contra Will Brooks, pelo título dos leves.

O UFC On FOX 18 foi o assunto posterior e o que levou o maior tempo no debate. Demos uma passada pelo card preliminar, onde os brasileiros Rafael Sapo, Carlos Diego Ferreira, Wilson Reis e o estreante Felipe Olivieri estiveram em ação, com apenas o último saindo derrotado.

Pelo card principal, a já famosa desistência de Sage Northcutt contra Bryan Barberena abriu os trabalhos. Falamos da parte técnica da luta, das reações contra e a favor do jovem prospecto e no que isso pode influenciar sua carreira, agora que ele está a caminho da Tristar Gym de modo definitivo. Neste momento, tivemos um problema técnico grave que derrubou a transmissão ao vivo do podcast. Terminamos o programa em off e sem a minha participação, já que foi a minha conexão a responsável pela queda da transmissão.

Falamos também da melhor luta da noite, disputada entre Jimmie Rivera e Iuri Marajó. Neste momento, Bruno Sader entrou no programa para me substituir. Isso acabou gerando um momento engraçado, pois ele não percebeu que já estava na gravação. Bruno entrou na hora de começar a falar da vitória histórica de Ben Rothwell, o primeiro a finalizar Josh Barnett no MMA. O que essa derrota fala do momento da carreira do “Warmaster”? E o que esperar do futuro de “Big Ben”?

Fechando o assunto, chegou a vez da vitória de Anthony Johnson sobre Ryan Bader e seus vários erros em menos de 90 segundos, além de uma previsão sobre o que fazer com o topo da categoria na iminente volta de Jon Jones ao cenário. Deu tempo ainda de fazer uma prévia do UFC Fight Night 82, mais conhecido como ex-UFC 196, que será disputado no próximo sábado. Apesar dos problemas técnicos, produzimos três horas e meia de debate.

[display_podcast]

Endereço para assinar o podcast pelo iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/its-time!-o-podcast-do-mma/id939262973

Endereço para quem preferir assinar o feed RSS do podcast por outras vias: http://www.mmabrasil.com.br/feed/podcast

Versão do episódio 134 em arquivo compactado (.zip) (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)