Podcast Ep. 182: Tito Ortiz aposentado no Bellator, Anderson Silva e Chris Weidman de volta e mais

Quem falou que seca de UFC impacta nosso podcast? O It's Time 182 debateu vários assuntos relevantes, da aposentadoria de Tito Ortiz à volta de Anderson Silva, passando pela guerra contra o doping.

O UFC deu uma semana de folga, mas nosso podcast não para. O episódio 182 do It’s Time!, o 13º gravado na parceria com a Central3, abordou diversos assuntos importantes, com várias lendas do esporte em debate.

O primeiro tópico foi o Bellator 170, que marcou a aposentadoria de Tito Ortiz em vitória sobre Chael Sonnen. Além do lado técnico do triunfo, retomamos a discussão levantada no começo da semana traçando paralelos entre a situação atual de BJ Penn com o que Ortiz acabou de fazer. Além da vitória do ex-campeão do UFC, falamos também do nocaute sensacional aplicado por Paul Daley em Brennan Ward. Ainda tem vaga no UFC para o striker britânico?

LEIA MAIS Tito Ortiz finaliza Chael Sonnen e sua carreira no Bellator 170

BJ Penn, Tito Ortiz e os caminhos que levam ao fim

Quando voltamos o foco para a principal organização do MMA mundial, discutimos a ação judicial que Mark Hunt entrou contra o UFC e Brock Lesnar. Será que poderemos ter um divisor de águas na guerra contra o doping no MMA?

Por fim, duas lutas importantes foram anunciadas no peso médio. O que pode estar pensando Anderson Silva em relação ao combate com Derek Brunson? E Chris Weidman, vindo de duas derrotas traumáticas, estaria num momento adequado para encarar o talentoso e embalado Gegard Mousasi? Ronaldo Jacaré pode ser deixado para trás?

Enfim, não é porque não tem UFC que não tem podcast de qualidade. Nesta semana ainda tivemos a companhia do colaborador do projeto do apoia.se e nosso amigo Leonardo Paz, além da estreia do nosso especialista de jiu-jítsu Gustavo Menor, que deu uma palinha sobre seu próximo texto, a mudança de Leandro Lo para o peso pesado.

apoia-se-logo-180-100

Quer se tornar um COLABORADOR do MMA Brasil e concorrer a prêmios, participar do podcast e ajudar a fazer um site cada vez melhor? Conheça todos os BENEFÍCIOS do nosso projeto no APOIA.SE!

Assine o novo feed do podcast It’s Time! em http://www.central3.com.br/programa/its-time/feed

Versão do episódio 182 para download (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Franklin Stein

    Tomara que esse cinturão do Cro Cop seja “apenas” graças ao dopping, e não o resultado de outros acordos escusos…

    Esse volta do BJ não faz o menor sentido… se bem que ele nem voltou, né? “Ele não estava lá” rs

    Sobre o Anderson, se tocaram que o Globo Esporte liberou uma entrevista exclusiva, com ele dizendo que não tinha nenhuma luta marcada (!?) e que gostaria de lutar no Brasil em Julho (dar esse “presente para os brasileiros” rs) e no dia seguinte o UFC anunciou essa luta com o Derek Brunson? Não é a primeira vez que ele deixa a Globo no vácuo.

    E tem essa outra bizarrice, agora ele adotou o discurso de que já não tem obrigação nenhuma (ok) e que quer se testar como lutador e tal (massa!) mas aí ele aceita uma luta com o Brunson (quem?) e com menos de um mês? Podendo levar um KOzão de um ilustre desconhecido… Que m*rd@ de gerenciamento de final de carreira hein?

    E pensar que poderia rolar Anderson x Belfort aqui em Fortaleza…

    Curioso pra ver Mousasi vs Weidman, acho que o Chris tem vantagem mas a pressão vai estar toda nele, e se ele perder mais essa, é capaz da trilogia com o Anderson rolar na zona de rebaixamento rs O vencedor pega o BJ!! ahahahah

    • Dá pro Anderson lutar no 208 e em julho, mas o evento no Brasil vai ser em junho. Daria também, aliás.

      • Franklin Stein

        Lendo o comentário acima do Rafael Alves até faz sentido, mas o Anderson engatar duas lutas assim seguidas… só vendo, mas se acontecer demonstra que ta afim mesmo. Brinquei sobre o BJ mas respeito muito o Prodígio.

  • Rafael Alves

    Sobre a luta do Anderson, tenho duas impressões:
    1- Anderson viu um card numerado fraco e se ofereceu como reforço (provavelmente com cota extra ou ppv)
    2- dos adversários disponíveis eLe escolheu uma desafio à lá Belfort, próximo no ranking o suficiente pra ser relevante, ter riscos e uma vitória significar algo. Se ganha bem, ele é o Anderson! Fica, ta,vez, a uma luta do cinturão.
    Me parece que ele se ve ainda em condições de uma corrida dessas.

  • Gabriel Carvalho II

    Léo sempre excelente nos comentários.

  • Bruno Fares

    Ouvi ontem no avião. Muito boa a edição!