Podcast 121: Vitórias de Golovkin e Chocolatito; Mudanças de regras no MMA; Demissão em massa no UFC

Novamente sem evento do UFC, mais uma edição do podcast repleta de assuntos que vão do boxe até a estreia de um campeão de kickboxing no MMA, passando por revisão de regras e demissão em massa no UFC.

Mais uma semana sem UFC, mais um podcast poliesportivo e cheio de assunto. O episódio 121 do It’s Time! passou pelo boxe, por mudanças de regras no MMA, pelo facão ceifando o UFC e o radar de olho num peso pesado estreante no MMA.

Começamos debatendo as vitórias gigantes de Gennady Golovkin e Román González. O peso mosca defendeu seu cinturão do WBC contra Brian Viloria, enquanto o peso médio juntou o da IBF aos seus da WBA e WBC contra David Lemieux. Tentamos explicar porque GGG e El Chocolatito são tão bons, porque o nicaraguense é o número um do mundo peso por peso e o que esperar de ambos em seus próximos passos – vem aí um duelo contra o vencedor de Miguel Cotto vs. Canelo Álvarez para Triplo G?

Em seguida, abordamos um assunto muito importante que não recebeu tanta repercussão na semana passada. A ABC (Associação das Comissões de Boxe), que controla todas as comissões atléticas americanas e canadenses e que tem a salvaguarda das Regras Unificadas de Conduta do MMA, montou um comitê para rediscutir alguns pontos da regulamentação do esporte. A junta de ex-lutadores, árbitros e dirigentes debaterá sobre as cotoveladas 12-6, golpes contra posições de três-apoios, melhor definição do 10-8, dentre outros pontos importantes, mostrando que o MMA é um esporte em plena evolução.

Falamos depois sobre os mais de 20 lutadores que se despediram do UFC, incluindo o aposentado Soa Palelei. Quem naquela lista fará falta, quem poderá voltar, quem estava fazendo hora extra e quem nem deveria ter sido contratado? Há brasileiros no meio.

No fim, fizemos uma rápida abordagem sobre uma entrevista de Erick Silva ao Combate.com, o posicionamento de André Pederneiras sobre Renan Barão ficar como peso galo ou subir aos penas, a assinatura de contrato entre Chris Weidman e a Reebok, além da estreia de Rico Verhoeven, campeão peso pesado do GLORY Kickboxing, no MMA.

Agora é só dar play aí embaixo ou baixar o episódio e ouvir o que a nossa equipe tem a dizer. No final (ou mesmo durante), não se esqueça de deixar suas impressões na caixinha de comentários.

Endereço para assinar o podcast pelo iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/its-time!-o-podcast-do-mma/id939262973

Endereço para quem preferir assinar o feed RSS do podcast por outras vias: http://www.mmabrasil.com.br/feed/podcast

Versão do episódio 121 em arquivo compactado (.zip) (clique com o botão direito do mouse e em seguida selecione “Salvar link como”)

  • Paulo Josué Lemos Alves

    Beleza, show de bola, bora escutar

  • Guilherme Yamashita Anami

    Vai ser minha trilha sonora pra estrada amanhã…

  • William Terres

    Boa Alexandre! Se puderem manter essa regularidade no podcast, os leitores do MMA BRASIL agradecem!

  • Patrick

    Continuem com a regularidade!!

  • Anderson Cachapuz

    Tintin mora em Bangu!! PONTO!
    Pronto, essa é a piada. kkkkk

    Ouvindo aqui… daqui a 2 horas eu volto! rs

    • Falou o habitante de Pilares.

      • Anderson Cachapuz

        Não me lembro de ter deixado de gravar por falta de luz… :p

        • Bruno Fares

          Chegou Caprichosos, Chegou Caprichosos

          • Anderson Cachapuz

            Caprichosos depois que mataram o Jackson Martins nunca mais foi a mesma… :(

            Aloooooooo Pilaaaaaaaaares….

            • Bruno Fares

              Mataram nada. Foi um suicidio com 7 tiros nas costas.

  • Anderson Cachapuz

    “Se você quer trocar porrada no pocket comigo, eu vou te matar” kkkkkkkkkk
    “Não existe gerenciamento de risco pro Golovkin”… porra, será que tem uma vaguinha pra mim no planejamento de luta do cara? kkkk

    O pessoal que acompanha MMA e não costuma acompanhar boxe não deve dimensionar a força dos golpes do golovkin… porra, só quem já treinou sabe que a diferença da luva de 4oz do MMA pra de 8 ou 10oz é grotesca… rs
    o cara bate mto mesmo…2

    PS: bisping sobre bullying até falando de boxe.. rs
    PS2: Batpassagem foi bão, Pedro!
    PS3: Choradeira desnecessária sobre a maratona de UFCs… todos ganhamos um ótimo salário pra isso!! Não reclamem! ;)
    PS4: O tênis do Weidman é realmente horrível.. pra nós, porque pros americanos deve ser lindo!! Vai ser sucesso de vendas por lá!

    • Bruno Fares
      • Anderson Cachapuz

        Uma grandissíssima bela bosta, né? Pelo menos pros brasileiros…. aposto que os americanos adoraram o tênis do “All American”

        • Não é possível, cara. Eu até acho que nego lá vai gostar porque o gosto do americano padrão é bizarro, mas tudo tem limite. Esse tênis é tosquíssimo.

        • Você acharia maneiro se fosse da bandeira do Brasil?

          • Anderson Cachapuz

            CLARO que NÃO!!

            Mas o americano é esquisito… e MUITO masi patriota que o brasileiro.. rs

    • Sobre a potência do Golovkin, ainda tem a dificuldade de medir o impacto na linha de cintura, é MUITO pior levar um soco ali do que na cara.

      • Anderson Cachapuz

        COM CERTEZA!!!

  • Deivisson Teixeira

    Hoje tenho aula nos dois turnos, mas agora pela tarde entre álgebra linear e o podcast, vai ser o podcast mesmo.

  • Paulo Josué Lemos Alves

    Muito legal o podcast. Quanto as regras, acho que deveria haver mais recursos para quem se defende no chão, sendo assim ser permitida a pedalada, chave e calcanhar no rim. Você já está em uma posição extremamente desvantajosa no chão e ainda fica sem recursos básicos de defesa.
    Cotovelos no chão pra mim poderiam ser banidos, mas se forem mantidos também não veria problema. O que não poderia é banir cotovelo em pé, como cotovelo giratório, que é um golpe de muita técnica. Tiro de meta e pisão voador é grotesco e feio pra caralho, embora muito práticos e fiéis a uma situação real, mas pra mim não tem mais volta.

    • Cara, estar em desvantagem por baixo há duas saídas: aprenda a raspar ou a fazer guarda ofensiva. Não é porque o cara tá em desvantagem que é pra deixar meter calcanhar no rim. Daqui a pouco pessoal vai querer cabeçada e facada.

      Como a gente já debateu em outras vezes, MMA não tem que simular situação real de briga. Isso, como você mesmo disse, faz parte do passado.

  • João

    Vocês sabem qual é a origem da regra da cotovelada 6/12? Segundo o Joe Rogan, que é um crítico dessa regra, os legisladores que a criaram o fizeram depois de ver um programa da ESPN, com um lutador de Karatê quebrando tijolos com cotoveladas desse tipo. Ou seja, uma norma com uma origem tão tosca dessas tem que deixar de existir.