PFL assegura investimento de 28 milhões de dólares

Por Idonaldo Filho | 09/08/2018 14:17

A Professional Fighters League (PFL) anunciou a obtenção de um grande investimento de capital, no total de 28 milhões de dólares de diversas áreas, como um grupo de esportes, entretenimento e de magnatas interessados em ajudar o evento.

Alguns investidores são conhecidos do público estadunidense, como o ator Kevin Hart, que falou “Eu já disse uma vez ‘Se você leva um chute na cara, você merece isso, uma vez que você viu o pé chegando…’ isso era antes de eu virar um investidor na PFL! […] Eu amo esportes, e a PFL virou o meu predileto para assistir. As lutas são as mais empolgantes no MMA, já que toda luta significa algo, com os lutadores trabalhando para conseguir uma vaga nos playoffs e a oportunidade de ganhar uma parte dos $10 milhões. Virei um investidor pois eu penso que a PFL é o futuro do MMA”

Mark Burnett, presidente do grupo televisivo MGM, falou que investiu devido a pensar que o evento é a próxima evolução do esporte. “Eu investi pois estou certo que a próxima evolução do MMA é a PFL. Os lutadores precisam vencer para seguir em frente. É o MMA encontrando a March Madness (Campeonato de Basquete Masculino da primeira divisão da NCAA).

O comunicado da PFL cita os nomes de alguns dos novos patrocinadores do evento, além do valor do investimento.

“A Professional Fighters League (PFL) anuncia que fechou com um investimento por via de capital próprio no total de 28 milhões de dólares, de um grupo de esportes, entretenimento e de magnatas, incluindo Kevin Hart, ator, comediante e empreendedor; Mark Burnett, presidente do grupo de televisão internacional MGM, pioneiro da TV e produtor; Tony Robbins, locutor, autor, empreendedor e estrategista da vida; e Ted Leonsis, sócio majoritário do campeão da NHL 2018, o Washington Capitals, além da franquia da NBA Washington Wizards.

Outros investidores incluem: Elysian Park Ventures; SWan Ventures; Debra Cafaro, presidente/CEO do Ventas Inc. e sócia minoritária do Pittsburgh Penguins (NHL); Mark Leschly, sócio-gerente da Iconica Ventures; e Brandon Beck, co-fundador da Riot Games e co-criador do jogo League of Legends.”