Pedro Munhoz espera grande luta contra Rob Font e garante: “Tem tudo para ser a luta da noite”

 

Entre tantos grandes nomes no peso galo, o brasileiro Pedro Munhoz tenta se aproximar de uma chance pelo cinturão. Ele vem de três vitórias seguidas e a quarta pode vir no próximo sábado, quando ele enfrenta o inglês Rob Font, no card principal do UFC Fight Night 119.

Pedro foi entrevistado pelo MMA Brasil durante o media day do UFC. A primeira pergunta foi sobre o confronto contra Font, um lutador explosivo como ele, e a expectativa que Munhoz colocará em cima da luta:

“Vai ser uma luta totalmente… vai ser uma explosão, entendeu? Ele acredita nas habilidades dele em pé, eu acredito nas minhas também. Ele é um atleta completo, eu também sou um atleta completo. Vai ser uma luta que assim, tem tudo pra ser a luta da noite”, garantiu o paulista.

Ocupando atualmente a 12ª posição no ranking oficial dos pesos galos do UFC e com três vitorias seguidas, era esperado que Munhoz alçasse voos maiores na divisão. Talvez adentrar o Top 10, porém, não foi o que aconteceu. Questionado se a escolha de adversário o incomodava, o brasileiro negou e defendeu o casamento do combate contra o americano.

“Na verdade, o Font tá logo atrás de mim no ranking, é o número treze e eu sou o número doze, é uma luta que faz sentido.”

Lutando pela terceira vez em sua terra natal pelo UFC, o brasileiro também comentou como está sendo a experiência de estar lado a lado de grandes nomes do esporte como Lyoto Machida e Demian Maia, a importância que é estar no card principal de um grande evento em sua casa e o trajeto que percorreu até ganhar essa oportunidade.

“Foi assim.. passo por passo desde que eu cheguei ao UFC, entendeu? E foi uma hora excelente de estar fazendo a décima luta desse card em São Paulo, eu to aí pra mostrar meu trabalho e chegar ali pras cabeças, então foi o momento ideal.”

Pedro é atualmente o terceiro com mais vitorias consecutivas dentro da categoria, ficando atrás apenas do americano Jimmie Rivera e do próprio campeão Cody Garbrant, o que o classificaria a uma disputa pelo cinturão num futuro próximo, e Munhoz tem ciência disso. Para ele, mais algumas boas vitorias o garantirão uma chance pela cinta da categoria.

“Eu acredito que algumas vitórias, assim, bem chocantes , vou chegar ali bem próximo de uma disputa de cinturão”, afirmou o brasileiro.

Claro que quando falamos do título dos pesos galos do UFC, não podemos esquecer que o mesmo estará em jogo no dia 4 de novembro, quando Garbrant defenderá seu cinturão pela primeira vez contra o ex-campeão da divisão, T.J. Dillashaw. Indagado sobre sobre quem iria o seu palpite no duelo, Munhoz mostrou admiração pelos dois atletas, mas afirmou que acredita numa vitória do atual campeão.

“São dois atletas excelentes. O Cody é muito agressivo e o TJ Dillashaw também, vai ser uma luta bem parelha, mas eu acredito no Cody”.