Paul Daley fala sobre relação com Bellator: “Estão me tratando como idiota”

Prestes a fazer sua nona luta pelo Bellator, Paul Daley mantém uma relação conturbada com a organização. Neste sábado (12), Daley enfrentará Jon Fitch, que fará sua estreia no cage circular, no Bellator 199.

“Estão me tratando como idiota, e eu não sou idiota”, disse o lutador inglês em entrevista ao MMA Junkie. “Me deixe lutar, me mande embora ou me trate como se você quisesse que eu estivesse aqui”, completou o Daley (40-15-2 MMA, 6-2 Bellator), fazendo referência ao ressentimento entre ele e o presidente do Bellator, Scott Coker. Sinais recentes de atrito surgiram em março, quando o veterano teve seu desafio a Michael Page negado pelo executivo — em sequência ao caos e à rivalidade criada no Bellator 179.

Desde então, o meio-médio alega falta de reconhecimento e descaso por parte de Coker, além de reforçar que, após cumprir com seu contrato, deve deixar a organização — o que indica que o Bellator 199 pode marcar sua última aparição no evento. “É desrespeitoso que o chefe da sua promoção não fale com você, e, quando dá entrevistas, diz: ‘Paul disse isso, Paul disse aquilo. Nós oferecemos ao Paul isso e também oferecemos aquilo’. Você não me ofereceu nada. Você nem ao menos falou comigo pessoalmente, Senhor Coker. Então o que é isso? É assim que eu me sinto e é assim que eu vou me portar até a noite da luta e também no pós-luta”, disse o inglês.

Essa não é a primeira desavença que o atleta enfrenta com um empregador. Durante os seus 15 anos de carreira, o natural de Nottingham acabou ganhando destaque negativo em 2010, após o UFC 113, quando foi expulso do UFC por Dana White. Naquela noite, o inglês deferiu um golpe após o encerramento da luta em Josh Koscheck — que o derrotou por decisão unânime. Daley por muito tempo foi uma referência para punições no UFC. Em função disso e dos acontecimentos recentes, pré-UFC 223, o acontecimento com Daley foi comparado a atual situação que a promoção passa atualmente com Conor McGregor.

“Eu vi todas as comparações e sim, toda a situação é bem parecida, e o Dana poderia sair um pouco como hipócrita. Mas, pra mim, as regras do jogo mudaram”, disse Daley em entrevista concedida hoje (7) ao The MMA Hour. “O UFC era um lugar diferente na época e é um lugar diferente hoje, e isso se deve muito ao Conor McGregor. Então, se você tem alguém trazendo dinheiro e, se essa pessoa está elevando o esporte e sua organização a novos patamares, você não pode banir essa pessoa perpetuamente porque os negócios seriam ruins para você. Eu entendo”.

O Bellator 199 acontecerá no SAP Center em San José, Califórnia, EUA, no próximo sábado, 12 de Maio. A atração principal do card é a última quarta de final do GP dos Pesados, protagonizada por Ryan Bader e King Mo Lawal. Confira o card:

Bellator 199

Quarta-de-final do GP dos Pesados: Ryan Bader vs. King Mo Lawal
Peso meio-médio: Jon Fitch vs. Paul Daley
Peso pesado: Cheick Kongo vs. Javy Ayala
Peso pena: Aaron Pico vs. Lee Morrison
Peso leve: Carrington Banks vs. Adam Piccolotti

Peso meio-médio: James Terry vs. Don Mohammed
Peso médio: Brandon Hester vs. Diego Herzog
Peso mosca: Mark Climaco vs. Daniel Oseguera
Peso leve: Elias Anderson vs. Hyder Amil
Peso galo: Josh San Diego vs. Nohelin Hernandez
Peso meio-médio: Dominic Sumner vs. Ponce de Leon
Peso galo: Khai Wu vs. Cass Bell
Peso mosca: Josh Paiva vs. Adam Antolin
Peso leve: Gaston Bolanos vs. Malcolm Hill
Peso pena: Amber Leibrock vs. Janay Harding