Normas do site

O MMA Brasil é um espaço muito democrático, mas como tudo na vida, algumas regras precisam ser estabelecidas e seguidas, para evitar problemas. Passe alguns poucos minutos lendo esta página e divirta-se!

Obs.: Esta página está em constante atualização.

Normas de conduta

A área de comentários de todos os artigos é aberta para todos emitirem suas opiniões, mesmo se forem contrárias às opiniões do MMA Brasil. Inclusive este debate é largamente incentivado por aqui. O que jamais será tolerado é falta de respeito com os colaboradores do site, com outros leitores ou com algum profissional envolvido direta ou indiretamente no esporte. Os comentários são livres, mas não custa nada moderá-los. Comportem-se para que todos possam se divertir e emitir suas opiniões. Vale tanto para a área de comentários como para o Fale Conosco e o Fórum.

Política anti-pirataria

O MMA é um esporte em crescimento, mas ainda não atingiu todos os meios de comunicação na plenitude. Apenas o UFC e, desde novembro de 2009, o WEC são transmitidos por algum canal brasileiro. E mesmo assim em pay-per-view. O Sportv transmite quatro eventos do UFC por ano e nenhum canal aberto faz o mesmo.

Existem meios de ver os eventos que não passam para o Brasil ao vivo pela internet. Por motivos legais, não os divulgaremos em nenhuma das nossas ferramentas de comunicação (site, Twitter, orkut). Pelo mesmo motivo não publicamos vídeos on demand que não são autorizados pelos detentores dos direitos (palmas para o Bellator FC, que tem um belo canal no Youtube, disponível para todos).

Incentivo a lutadores iniciantes

Não somos empresários, treinadores ou sequer somos ligados direta ou indiretamente a estas pessoas. O MMA Brasil é feito por amantes do esporte, isentos e sem compromisso ou rabo preso com ninguém. Portanto, não adianta enviar mensagens pedindo para colocarmos alguém para lutar em algum evento. Em vez disso, podemos escrever artigos sobre a pessoa se julgarmos que vale a pena, bastando para isso nos contar a história.