NoMaschenko: Vasyl Lomachenko atropela e faz Guillermo Rigondeaux desistir no sexto assalto

Gênio ucraniano vence batalha inédita entre bicampeões olímpicos e avança rumo ao posto de número um peso por peso do boxe mundial.

No último sábado, o teatro do Madison Square Garden,em Nova York, viveu uma noite especial. Pela primeira vez na história do boxe profissional, dois bicampeões olímpicos se enfrentaram. O duelo entre Vasyl Lomachenko e Guillermo Rigondeaux valia não só o cinturão mundial dos superpenas, versão WBO (Organização Mundial de Boxe, na sigla em inglês), mas também o icônico posto de número um peso por peso da atualidade.

Em que pese o fato de o cubano ser oito anos mais velho e ter subido duas categorias de peso (Rigondeaux é campeão mundial dos supergalos), ele só fez alguma frente no primeiro assalto, que teve muito mais estudos e respeito de um pelo outro do que ação. A partir dali, Lomachenko foi tomando conta da luta de modo crescente.

Rigondeaux, considerado um dos mais brilhantes lutadores defensivos de todos os tempos, simplesmente não teve resposta para o magnífico jogo de pernas do ucraniano. Lomachenko criou ângulos diversos e acertou o desafiante com inúmeras combinações. De quebra, praticamente não deu espaço para Rigo golpear – de acordo com as estatísticas do Compubox, “El Chacal” não acertou mais de três golpes num round, alcançando a pífia marca de 15 golpes aterrissados, nenhum deles potente o suficiente para causar problemas ao campeão.

Lomachenko imprimiu um ritmo crescente que provavelmente lhe renderia um nocaute tardio. Não foi preciso. Depois de engolir vários golpes contundentes, Rigondeaux desistiu no intervalo do sexto para o sétimo assalto. Ele foi o quarto adversário consecutivo de Lomachenko a desistir no banquinho do córner.

“Talvez eu deva mudar meu sobrenome”, disse Lomachenko na entrevista dentro do ringue. “Meu nome é No-Mas-chenko”, completou, numa referência à histórica desistência de Roberto Durán contra Sugar Ray Leonard, em 1980.

Rigondeaux mostrou uma passividade incomum na luta. Ele também jogou sujo, várias vezes agarrando os braços de Lomachenko e eventualmente baixando tanto a cabeça que o ucraniano acabava acertando sua nuca. O cubano alegou uma lesão na mão esquerda para justificar a desistência.

“Ele é um lutador duro”, disse Lomachenko. “Ele é um rei no boxe, mas um rei em sua categoria de peso. Este não é o seu tamanho, não é o seu peso. Não foi uma grande vitória para mim porque esta não é a divisão dele.”

  • Bruno Fares

    Ficou aquele gosto de quero mais. Achei que o Rigo ia endurecer um pouco pelo menos.

    • É mesmo. Foi frustrante. É a quarta vez seguida que um adversário do Lomachenko desiste. Deve ser embaraçoso dividir o ringue com ele mesmo pra um gênio como o Rigo.

  • André Guilherme Oliveira

    O Lomachenko é um animal diferente. Que passeio, que obra prima. So quero poder acompanhar o restante da carreira desse monstro, ele é fenomenal.

    • É isso. Cada vez que ele luta, tem que ser um acontecimento. Esse sujeito merecia vender 3+ milhões de PPV por luta.

  • Márcio Braga

    lomachenko x mc gregor, a luta do seculo. TEM QUE SER MARCADA

  • Fernando Cruz

    Alexandre, não achas que a lesão na mão esquerda não interferiu na performance do Rigondeaux ? Achei que o cubano teve uma atuação muito abaixo do que ele poderia produzir. Mesmo tendo em vista o grande favoritismo do Lomachenko, a forma como o Rigondeaux atuou me deixou com a impressão de que algo estava errado com ele antes mesmo do anúncio da desistência. .

    • Então, sem dúvida uma lesão atrapalha. Mas eu vou te responder com outra pergunta: se o Rigo estivesse vencendo, ou a luta estivesse pau a pau, ele teria desistido?

      Rigo tava muito passivo mesmo, parecia desinteressado, sei lá. E eu acho que ele ficou muito frustrado e foi ficando cada vez mais.

      Ele não deu nenhum mérito pro adversário no fim da luta. Isso me faz acreditar que a lesão foi uma desculpa. Não que seja uma mentira, eu até acho que ele machucou mesmo, mas, como justificativa pra derrota, eu achei desculpa.

    • R13

      Tem boxeador que já quebrou costela durante a luta e continuou, outros lutaram com a mão quebrada (Mayweather já quebrou a mão durante o combate e foi até o fim).
      Infelizmente o Ringo arregou.

  • Weslei Alvarenga

    Quando Ringo pediu desistência, a única coisa que me passava em mente era entrar no “Modo Everaldo Marques” e querer gritar pros quatros ventos: VASYL, VO-CÊ É R-I-D-I-C-U-L-O !!!!!!!

    • Pois é. Muito sinistro o que aconteceu. O sujeito é um monstro.

  • James sousa

    Lomachenko fez o Rigindeaux parece um lutador ruim impressionante essa estatística que o Cubano não acertou mais de 3 golpes por Round

  • Malk Suruhito

    Pô, explica mais ai sobre este caso do Durán!!

    • William Oliveira

      Até onde sei o Duran tbm desistiu no meio da luta, contra o Sugar Ray Leonard na revanche deles. No 8º round ele abaixou os braços e parou de lutar, disse “no mas” depois de estar tomando um baile pro Leonard, que já tava fazendo showboating pra caralho kk vale a pena ver essa, deve ter no YT. Duran era o campeão com os títulos que tinha pego vencendo o próprio Leonard, por decisão, na primeira luta. Dps dessa derrota ele até falou que estaria se aposentando mas como quase todo boxeador voltou a lutar..

      Isso virou um marco do boxe e hoje quando alguém desiste todo mundo faz essa referência, uma vez que na época foi mt impactante, imagino que porque não era tão comum?
      Hoje tbm não é, mas na época imagino que menos ainda. Alexandre deve poder confirmar isso aí.

  • William Oliveira

    Rigo foi só o primeiro de dois “reis” a serem derrubados por essa dupla kkk https://uploads.disquscdn.com/images/fc0d37c74e91a99fd6c4665c005402f9b732dc421ec4f0c98b1c9f42916bd588.jpg

  • R13

    Estamos vendo a trajetória de um novo monstro do Boxe, o cara realmente é incrível!