Nicco Montaño tem seu cinturão retirado após cancelamento de luta no UFC 228

Por Matheus Costa | 07/09/2018 20:28

O reinado de Nicco Montaño como campeã peso mosca do UFC chegou ao fim nesta sexta-feira. Em entrevista ao canal “Fox Sports”, o presidente da organização Dana White anunciou que a organização decidiu retirar o cinturão da primeira campeã da divisão por conta do cancelamento do combate com Valentina Shevchenko no UFC 228.

“O cinturão (peso mosca) ficou vago. Obviamente a Valentina está louca para lutar pelo cinturão, então nós estamos tentando alinhar algo nessa direção para ela.”

A atleta foi hospitalizada em Dallas após ter problemas com o corte de peso na manhã desta sexta-feira. De acordo com um comunicado emitido por seus treinadores ao site “MMA Fighting”, Montaño foi levada a um hospital pela equipe médica do UFC após ter sintomas de problemas renais por conta de desidratação para bater o peso.

“Ela ficará bem em alguns dias. A equipe médica do UFC foi chamada para avaliar a situação dela durante o processo de corte de peso nesta manhã. Eles determinaram que ela precisava parar com o processo e ser transportada para um hospital local para iniciar um tratamento médico por problemas nas funções renais”, afirmou Steve Hanna, treinador de Montaño.

Nicco Montaño conquistou o cinturão dos moscas após entrar no reality show The Ultimate Fighter 26, onde venceu três combates e chegou as finais para enfrentar Sijara Eubanks, que teve problemas no corte de peso e não conseguiu competir. No seu lugar, a veterana Roxanne Modafferi foi escalada um dia antes para lutar com Montaño, que controlou o combate e venceu por decisão unânime dos juízes, em dezembro de 2017. Desde então, a americana sofreu com uma lesão séria no pé a qual declarou que nunca será completamente curada, ficando incapacitada de competir com isso, apesar da grande pressão geral para ela lutar e defender logo seu cinturão.

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.