Nicco Montaño bate Roxanne Modafferi e conquista o cinturão inaugural do peso mosca no TUF 26 Finale

Para concluir a temporada do The Ultimate Fighter 26, a disputa do cinturão inaugural do peso mosca feminino liderou o TUF 26 Finale ao colocar Nicco Montaño diante de Roxanne Modafferi, que assumiu o posto na final da competição quando a finalista original, Sijara Eubanks, teve problemas com o corte de peso. Melhor para Montaño, que saiu com o novo título do UFC ao triunfar por decisão unânime.

O combate se iniciou com muita movimentação, disposição e golpes no vento. Apesar de estar com pequena vantagem de pé, Montaño se aproveitou de um dos chutes desengonçados de Roxy para levar a luta para o solo e trabalhar por algum tempo na guarda, se defendendo de algumas investidas no processo. Modafferi conseguiu levantar e logo buscou sua própria queda com sucesso, caindo já na posição de cem quilos e atacando por cima até o fim do round.

No segundo assalto, Roxanne experimentou maior sucesso em pé, principalmente em sua porção inicial, na qual acertou golpes potentes, que atordoaram Nicco. Conforme o tempo passou, Montaño se restabeleceu ao poucos e conseguiu equilibrar novamente as ações. Quando Modafferi anotou uma queda, Nicco rapidamente encaixou um triângulo e, mesmo sem conseguir finalizar a luta, conseguiu travar a adversária e desferir uma série de socos e cotoveladas por baixo até a buzina soar.

O ritmo do duelo caiu bastante no terceiro round e Montaño pareceu ter encontrado uma distância boa para pressionar Roxy e reduzir os danos sofridos. Um bom momento veio na última sequência da parcial, com Nicco encurralando Modafferi contra a grade e acertando socos de boa intensidade. Já na quarta etapa, sua vantagem permaneceu, aliada a uma defesa de quedas que permitiu que Montaño se aproveitasse da situação. Quando Roxanne parecia ensaiar uma reação, Nicco rapidamente conseguiu uma queda e manteve o controle posicional até o fim do assalto.

Como o duelo estava muito parelho, o quinto round tinha grande importância, por poder desempatar. Tendo isso em mente, Montaño entrou com uma boa estratégia e conseguiu derrubar, por mais que não tenha mantido a posição por muito tempo. Assim que levantaram, Roxanne tentou sua própria queda, mas foi revertida e passou mais um tempo por baixo. Já exausta, Roxy não foi capaz de reverter o cenário. Seu momento mais ameaçador foi quando quase encaixou uma chave de braço, mas esta foi bem defendida por Nicco, que permaneceu no controle até o término do combate.

Com o fim da luta, a definição da campeã ficou nas mãos dos juízes. Dois juízes concordaram com o 49-46 marcado pelo MMA Brasil, enquanto o outro anotou um esquisito 50-45, todos a favor de Nicco Montaño, a primeira campeã peso mosca do UFC.