Neil Magny se recupera com vitória sobre Carlos Condit no UFC 219

Abrindo o card principal do UFC 219, último evento da organização no ano, Neil Magny se recuperou da derrota para Rafael dos Anjos ao vencer Carlos Condit, que vinha de uma periodo de quase dois anos sem entrar no octógono.

A luta começou com bastante movimentação dos dois lutadores, que começaram trocando chutes baixos. Em mais uma tentativa de chute de Condit, ele acabou tendo sua perna grampeada e foi jogado no chão por Magny. O ex-campeão interino ameaçou atacar com uma finalização na perna para se defender, mas não conseguiu sair da situação desfavorável. Depois de algum tempo, Condit finalmente conseguiu se levantar, mas continuou sendo pressionado na grade e sofrendo com golpes no dirty boxing. Conseguindo sair da pegada, o “Natural Born Killer” não conseguia conectar seus golpes, que acabavam em sua maioria no ar, exceto por duas cotoveladas que achou no clinch antes do final do round.

Condit voltou melhor para a segunda parcial, parecendo achar melhor a distância para seus golpes, porém acabou sendo novamente levado para o chão em um bonito arremesso de Magny. O ex-campeão interino tentou novamente atacar a perna, mas não teve sucesso na tentativa de finalização. Conseguindo se levantar, Condit passou a se soltar mais, tentando mais golpes plásticos, inclusive um chute rodado. Porém, ele cometeu o erro de levar a luta novamente para o clinch e acabou sendo quedado duas vezes antes do final do assalto.

O combate voltou mais equilibrado para o terceiro round, com Condit avançando e buscando o combate, enquanto Magny apostava mais em combinações rápidas e contragolpes. Sem conseguir levar a luta para o chão, Magny começou a ser pressionado pelo “Natural Born Killer”, que até conseguiu uma bela sequência ao encurralar seu adversário na grade, mas não acertando nada de muito contundente. Conseguindo manter a compostura, Magny continuou equilibrando na troca de golpes até conseguir levar a luta novamente para o chão faltando poucos segundos para o final da luta.

O combate foi então para a decisão oficial dos juízes, que deram a vitória unanimemente para Neil Magny com placares de 30-27, 30-27 e 29-28.

  • Fernando

    Não gostei dessa luta não.

    Condit enferrujadasso. Talvez já tenha dado p ele, depois de tantos percalços…