MMA-Brasil.com Opinião (I): O Artista e o Atleta, parte I

Ver uma luta de Lyoto Machida é um espetáculo desde antes de o karateca entrar no octógono. Machida sempre está com uma fisionomia calma dentro do vestiário, esteja ele em trabalho de aquecimento, colocando as ataduras ou parado, relaxando. É um lutador tranquilo e passa tranquilidade para o torcedor em casa. Seja lá quem for o adversário daquela noite, ele sabe do que é capaz e sabe o que tem que ser feito quando a ação iniciar.

O espetáculo continua quando ele entra no octógono. Nada de presepada, nada de fanfarronice, nada de caretas para as câmeras, o que se vê é apenas sobriedade, concentração e respeito ao adversário. Lyoto passa pelo portão de entrada do octógono e faz a clássica saudação ao árbitro e ao adversário, como mandam os bons costumes das artes marciais.

E o show atinge o ápice quando o árbitro autoriza o início do combate. A ininterrupta movimentação faz com que Lyoto Machida não se torne um alvo fixo diante do adversário. A incrível agilidade faz com que ele atinja o oponente ao mesmo tempo em que gira e sai do raio de ação de contragolpe. O domínio da técnica permite que ele abuse de fintas, dificultando demais o sistema defensivo do cidadão que ousou enfrenta-lo. O treinamento sério, que o torna um lutador cada vez mais completo, ajuda-o a se virar em pé, no clinch ou no chão. Lyoto Machida é um artista.

Peguemos a luta de sábado, contra Thiago Silva, um lutador muito forte e bastante agressivo. Durante o combate, Lyoto conseguiu conectar poderosos chutes, joelhadas e socos, abusou das fintas que desestabilizaram o adversário e lhe deram dois knockdowns a favor. Dominou a luta no clinch, de onde conseguiu duas quedas. O terceiro knockdown foi o derradeiro e Thiago apagou. Nocaute clássico. Tudo isso em apenas 4:59min de luta. Trabalho quase completo em todas as áreas do MMA moderno.

Como disse o Antonio Oliveira, colaborador do site, Lyoto acabou a luta com a cara menos vermelha do que ele depois de se barbear pela manhã. Thiago simplesmente não o encontrou no ringue, como os demais que enfrentam o karateca. Virou estatística.

Tenho a impressão que Lyoto vai conquistar o título, vai defendê-lo por algumas vezes, até cansar e se aposentar invicto, enfileirando adversários que vão se juntar ao rol dos que o procuram no octógono e não o acham. E mesmo assim ainda veremos detratores dizendo que ele foge, que corre da luta. Eu só gostaria de entender como um cara que corre da luta consegue duas quedas, três knockdowns e nocauteia o adversário em apenas um round. Quem souber me responder, por favor, caixinha de comentários!

Imaginar que um artista como Lyoto Machida corre o risco de encerrar a carreira sem ser reconhecido como um superstar é triste. Pelo menos serve de consolo saber que outros artistas do naipe de Vincent Van Gogh passaram pelo mesmo problema.

  • Antonio

    E pelos boatos interneteiros, o Dana White mudou de opinião e se o Rampage ganhar, o Lyoto vai precisar de mais uma luta antes de lutar pelo título.

    Eu acho bem possível porque normalmente o Dana, se sabe que o cara vai lutar pelo título, aproveita a conferência pós-evento e anuncia a luta.

    Os caras vão segurar o Machida até não poder mais…

  • Alexandre Matos

    O Dana sabe q qdo o Lyoto pegar o cinturão vai grudar no troço ate morrer… Pro UFC ta interessante essa disputa dos Light Heavy, qdo um cara toma o cinturao de um e perde na primeira defesa. É isso q o Dana quer e isso nao vai rolar com o Lyoto.