Por Matheus Costa | 04/12/2018 11:57

Não satisfeito com a sequência de um evento por semana em sequência, o UFC resolveu realizar dois eventos em dois dias seguidos, com uma distância bem considerável de um para o outro.

Na sexta-feira, o TUF 28 Finale, com o atropelo de Kamaru Usman sobre Rafael dos Anjos e as finais da 28° temporada do The Ultimate Fighter. No sábado, cruzou o mundo e realizou o UFC Fight Night 142, com Junior Cigano nocauteando Tai Tuivasa, o nocaute brutal de Mauricio Shogun sobre Tyson Pedro e a despedida de Mark Hunt da organização.

Agora, cabe ao Matchmaker MMA Brasil, em edição dupla, casar o futuro de cada lutador e lutadora que formaram os dois cards. Vamos ao que interessa?

Kamaru Usman vs. Vencedor de Tyron Woodley/Colby Covington

Se você tinha qualquer dúvida sobre o potencial de Kamaru Usman, devo afirmar que esta foi sanada pela atuação incontestável do nigeriano sobre o ex-campeão dos leves. Que homem, senhoras e senhores. Que homem.

Eu poderia colocá-lo em uma eliminatória, mas fica muito complicado negar a oportunidade de cinturão ao atleta após atropelar o terceiro colocado do ranking dos meios-médios. E, com o iminente duelo entre o campeão Tyron Woodley e o provável próximo desafiante e ex-campeão interino Colby Covington, Usman pode enfrentar o vencedor deste confronto pelo cinturão da categoria.

Junior Cigano vs. Francis Ngannou

Como dito na semana passada, Francis Ngannou, que assassinou Curtis Blaydes em segundos, deveria enfrentar o vencedor do duelo entre Cigano e Tuivasa, pois ambos entregariam uma boa luta ao gigante ascendente. Então, vamos permanecer nessa linha de pensamento, principalmente após o bom nocaute do brasileiro.

Cigano provavelmente não tem mais gás para uma nova corrida pelo cinturão, mas ainda pode proporcionar lutas interessantes na categoria, principalmente contra nomes ascendentes. Na atual situação, o baiano é a luta perfeita para Ngannou e vice-versa, pois ambos representam bons testes de realidade para medir a qualidade atual dos dois.

Rafael dos Anjos vs. Stephen Thompson ou Santiago Ponzinibbio

Antes de dissertar minha opção por esta luta, gostaria de dizer uma coisa. Rafael dos Anjos é um dos lutadores que mais precisam da criação da categoria de 74,8 Kg. Seria um encaixe perfeito, pois se ele é muito forte para a categoria dos leves, ele acaba se tornando incapaz de lidar com o poder físico dos lutadores de até 77 Kg.

Mesmo com derrotas consecutivas para Covington e agora Usman, não precisamos jogá-lo no último escalão da categoria. Um confronto com “Wonderboy” seria maravilhoso, mas confesso que o possível duelo com o “Argentino Gente Boa” também me interessa e faz sentido. Portanto, qualquer um dos dois seria bons duelos para Dos Anjos.

Tai Tuivasa vs. Justin Willis

Tuivasa teve um bom começo no duelo contra Cigano, mas acabou nocauteado ao deixar uma brecha quando avançava. Ele vinha em uma atuação boa, minando a perna do baiano ao longo do primeiro round, mas acabou cedendo ao boxe do ex-campeão da categoria, que provou que ainda não representa favas contadas.

Com a vitória esperada de Justin Willis sobre Mark Hunt, ele é um bom duelo para Tuivasa neste ponto. Ambos tiveram atuações sólidas e acredito que fariam uma luta interessante, principalmente pela diferença de estilos. Tuivasa é mais promissor que Willis aparentemente, mas é um bom teste para medir o nível de potencial dos dois lutadores.

Mauricio Shogun vs. Ovince Saint Preux

Após duas falhas tentativas do UFC em tentar casar a revanche entre Mauricio Shogun e Ovince Saint Preux, acredito que deveriam tentar novamente escalar o segundo encontro entre os lutadores, até porque agora faz mais sentido do que nas últimas tentativas.

O nocaute no último round de Shogun foi uma leve lembrança de que o ex-campeão do PRIDE e do UFC não se encontra em processo de se tornar uma baranga, mesmo que ele não seja a sombra do lutador que dominou o mundo há anos e anos atrás. E, aos 37 anos, Shogun ainda pode ter faíscas contra lutadores de nível mediano. Por que não resolver sua desavença no cartel contra Saint Preux? Agora é a hora.

Confira possíveis lutas para cada lutador e lutadora do TUF 28 Finale e do UFC Adelaide.

TUF Finale 28

Juan Espino vs. Travis Browne
Justin Frazier vs. Marcos Pezão
Macy Chiasson**
Pannie Kianzad**
Pedro Munhoz vs. Aljamain Sterling
Bryan Caraway vs. Vencedor de Rob Font vs. Sergio Pettis
Edmen Shahbazyan vs. Abu Azaitar
Darren Stewart vs. Andrew Sanchez
Antonina Shevchenko vs. Vencedora de Paige VanZant vs. Rachael Ostovich
Ji Yeon Kim vs. Jennifer Maia
Kevin Aguilar vs. Shane Young
Rick Glenn vs. Brandon Davis
Joseph Benavidez*
Alex Perez*
Maurice Greene vs. Daniel Spitz
Leah Letson**
Roosevelt Roberts vs. Mike Trizano
Darrel Rocher vs. Thiago Moisés
Tim Means vs. Diego Sanchez
Ricky Rainey vs. Dhiego Lima
Raoni Barcelos vs. Pingyuan Liu
Chris Gutierrez vs. Jin Soo Son

UFC Adelaide

Tyson Pedro vs. Ryan Spann
Mark Hunt: Hall da Fama
Anthony Rocco Martin vs. Vencedor de Vicente Luque vs. Bryan Barberena
Jake Matthews vs. Claudio Silva
Sodiq Yusuff vs. Steven Peterson
Suman Mokhtarian vs. Gavin Tucker
Jim Crute vs. Saparbek Saforov
Paul Craig: Demissão
Alexey Kunchenko vs. James Krause
Yushin Okami vs. Salim Touahri
Wilson Reis*
Ben Nguyen*
Keita Nakamura vs. Danny Roberts
Kai Kara France*
Elias Garcia*
Christos Giagos vs. Chris Gruetzmacher
Mizuto Hirota: Demissão
Damir Izmagulov vs. Vencedor de Netto BJJ vs. Jared Gordon
Alex Gorgees vs. Felipe Silva

*Pesos moscas que ainda não se sabe o que vai acontecer no UFC.

**Falta de oponentes no peso pena.

Editor do MMA Brasil. Fundador e editor-chefe do extinto Olimpo MMA. 20 anos, carioca, fanático por esportes.