Por Idonaldo Filho | 15/11/2021 11:46

Quem decidiu tirar uma folga após os grandes UFC 267 e UFC 268, dois eventos insanos que marcaram os dois últimos finais de semana, acabou perdendo um evento violento recheado de interrupções que foi o UFC Vegas 42.

+UFC 266: Volkanovski vs. Ortega – Prévia do Card Principal

Na luta principal, o fenômeno Max Holloway teve algum trabalho com um ousado Yair Rodriguez, mas levou a decisão unânime de forma segura. Enquanto isso na luta coprincipal, o brasileiro Marcos Pezão sobe na categoria dos pesados com uma vitória por nocaute sobre o duro Ben Rothwell em apenas 32 segundos no duelo de veteranos.

+ Apoie o MMA Brasil e colabore com o jornalismo independente

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC Vegas 42.

MAX HOLLOWAY VS. ALEXANDER VOLKANOVSKI 3

Este foi um triunfo bastante necessário para Max Holloway se recolocar na rota para o cinturão. O kickboxer, como de costume, teve um primeiro assalto mais lento mas logo encontrou o ritmo e atingiu Rodriguez com sequências precisas de contragolpes, deixando o rosto do oponente bastante machucado além de surpreender ao ter apostado na luta agarrada em alguns momentos, também com domínio. Agora, o havaiano fica na espera para seu destino, que não só pode como deve ser enfrentar um velho conhecido.

O campeão Alexander Volkanovski conta com duas vitórias sobre Holloway, ambas em lutas muito apertadas e que deram margem para qualquer resultado. Hoje, sem um desafiante claro despontando, acredito que não há nenhum impeditivo para que o “Blessed” receba a oportunidade novamente, até por que não há uma alma sequer nesse planeta que seja fã de MMA e ache que esse é um casamento ruim, dado que já providenciou bons combates nas duas outras oportunidades. Casem a trilogia quando for possível e estaremos todos empolgados, com a tendência de vermos mais um combate apertado.

YAIR RODRIGUEZ VS. EDSON BARBOZA

Eu confesso que achei que o Pantera seria tirado para nada contra Holloway, mas isso não aconteceu, pelo contrário. O mexicano da cidade de Chihuahua trouxe algumas dificuldades apresentando bons golpes e acabou machucando Max insistindo com chutes baixos, sobretudo no início da peleja, além de sempre ser uma incógnita pela sua qualidade com técnicas plásticas e inesperadas. No final, acabou vencendo dois assaltos na opinião de dois juízes laterais, porém, acabou derrotado de forma unânime. Como não fez feio, pode ser que receba uma luta ainda entre os tops da categoria, mas tenho vontade de ver um confronto em específico.

O brasileiro Edson Barboza é outro lutador que é conhecido pela plasticidade e poder nos golpes, entregando combates excelentes com certa frequência, mas que não costuma ser tão regular. Hoje estando no top 10, tendo sido derrotado em sua última peleja contra Giga Chikadze, acredito que muitos achariam um passo atrás demais para Rodriguez, mas sinceramente? Edson é top 10, tem um estilo muito interessante e que casa bem, com total chances de vermos uma luta de altíssimo nível. Acho completamente justificável e, se possível, que façam em cinco rounds.

MARCOS PEZÃO VS. WALT HARRIS

Quem diria que Marcos Pezão estaria batendo na porta do ranking dos pesados no UFC em 2022? Com essa vitória, enfrentando um oponente que já carrego fama de um dos melhores queixos da categoria, o brasileiro consegue a segunda vitória seguida, estando 4-2 desde que subiu definitivamente para a divisão até 120kg. Contra o Big Ben, Pezão não teve paciência alguma, partindo logo para a frente como um trator, atirando golpes para todo o lado, que atordoaram e logo nocautearam o americano, em uma péssima interrupção do indeciso Herb Dean, que se não fosse a própria consciência de Marcos quanto ao estado de seu oponente, teria deixado a surra rolar até sabe se lá quando.

Eu olhei na tabela dos pesados e um nome me atrai para um casamento com Pezão, e ele é Walt Harris. O Big Ticket vem em péssima fase, amargando três reveses nas suas últimas lutas, porém, é o 13º colocado dos pesados, portanto está sujeito a enfrentar oponentes em ascensão que almejam conquistar sua vaga. Essa contenda tem todo cheiro de nocaute e dificilmente duraria os quinze minutos, já que são trocadores com muita potência e que só possuem recurso na trocação. Concordam com este combate?

Confira outras opções para os envolvidos no UFC Vegas 42:

Ben Rothwell vs. Alexander Gustafsson
Felicia Spencer vs. Aspen Ladd
Leah Letson vs. Zarah Fairn
Khaos Williams vs. Lyman Good
Miguel Baeza vs. Kenan Song
Yadong Song vs. Vencedor de Paiva/O Malley
Julio Arce vs. Nathan Wood
Joel Alvarez vs. Vencedor de Matthews/Wells
Thiago Moisés vs. Austin Hubbard
Andrea Lee vs. Katlyn Chookagian
Cynthia Calvillo vs. Molly McCann
Sean Woodson vs. Vencedor de Jourdain/Ewell
Collin Anglin vs. demissão
Courtney Casey vs. Ariane Lipski
Liana Jojua vs. Mandy Bohm
Rafael Alves vs. Joe Solecki
Marc Diakiese vs. David Onama
Da Un Jung vs. Ryan Spann
Kennedy Nzechukwu vs. Tafon Nchukwi

Fotos: UFC/Divulgação