Por Idonaldo Filho | 22/08/2021 16:35

Com belos nocautes, o UFC Vegas 34 trouxe um relevante duelo entre Jared Cannonier e Kelvin Gastelum válido pela categoria dos médios. Durante cinco bons rounds, os dois atletas trocaram ótimos golpes e a luta ficou para os juízes, que deram a vitória ao “Gorila Assassino” por decisão unânime.

+UFC Vegas 34: Cannonier vs. Gastelum – Resultados

Na luta coprincipal, uma peleja curiosa entre o veterano Clay Guida e Mark Madsen acabou sendo bem mais equilibrada do que muitos acharam. No fim, o resultado foi o esperado, com a vitória do wrestler dinamarquês em uma apertada decisão dividida.

+ Apoie o jornalismo independente e seja colaborador do MMA Brasil

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC Vegas 34.

JARED CANNONIER VS. VENCEDOR DE PAULO BORRACHINHA/MARVIN VETTORI

Com maior volume de golpes, alguns chutes baixos, defendendo boa parte das tentativas de quedas e, inclusive com um pesado knockdown no terceiro assalto, Jared Cannonier foi o vencedor da luta principal com méritos, voltando a se reestabelecer entre os melhores da divisão e podendo se envolver em um title eliminator em sua próxima peleja. Aos 37 anos, podemos ver uma queda de rendimento a qualquer momento por parte do atleta do Alasca mesmo ele não tendo grande rodagem, sem falar que na entrevista o mesmo assumiu estar com dificuldades financeiras, então o ideal seria uma luta ainda neste ano.

O problema é que a categoria está bem amarrada e o duelo mais relevante para ele seria contra Paulo Borrachinha ou Marvin Vettori, que vão se enfrentar no final de outubro. Seria uma eliminatória perfeita para disputar o título de Israel Adesanya, já que na minha opinião o merecedor hoje é o ex-campeão Robert Whittaker. Contra qualquer um dos dois, Cannonier faria uma excelente batalha, mas especialmente contra Borrachinha, outro atleta com punhos pesados, a ideia parece ainda melhor.

KELVIN GASTELUM VS. ZAK CUMMINGS

Se tiramos alguma coisa do desempenho de Kelvin Gastelum, é que o sujeito continua duríssimo. Decepcionando mais uma vez na balança, o campeão do TUF 17 mostra que dificilmente retorna aos meios-médios. Para continuar na categoria até 84kg, Gastelum vai ter que enfrentar gente do baixo escalão, pois após essa derrota para Jared Cannonier está com apenas uma vitória nas últimas seis lutas.

Eu sugiro que Zak Cummings seja seu próximo adversário. O veterano também tem fez carreira como peso meio-médio no líder do mercado e, vem de vitória importante sobre Alessio Di Chirico, mas ainda não estando ranqueado. Todos sabemos o quão Cummings é duro, embora seja bem limitado tecnicamente. É um combate perfeito para Gastelum se reerguer, ao mesmo tempo que dá para Zak a chance de enfrentar alguém de nome gabaritado nos médios.

MARK O. MADSEN VS. MATEUSZ GAMROT

Muitas controvérsias quanto ao resultado do confronto entre o wrestler olímpico Mark Madsen e o veterano Clay Guida. Na decisão dividida, quem levou foi o dinamarquês, mas a impressão que deixou, contra um atleta que há muito passou de seu auge, não foi lá das melhores. Na entrevista pós-luta, Madsen se mostrou emocionado e pediu para enfrentar Gregor Gillespie, mas muita calma nessa hora…

Já em idade avançada, não dá para ficar esperando muito, Madsen tem que ser jogado para oposição de maior nível, mas Gillespie é praticamente pedir para tomar uma surra. Confesso que assistiria demais uma luta entre Madsen e Mateusz Gamrot. O ex-campeão do KSW é um ótimo grappler com bom jogo em pé, que pode realmente testar o dinamarquês e, o vencedor estaria muito bem qualificado para alcançar um oponente ranqueado, sem falar que não seria um mismatch. O que acham?

ALEXANDRE PANTOJA VS. BRANDON MORENO

Um ótimo desempenho do brasileiro Alexandre Pantoja contra Brandon Royval. O combate começou com domínio de Alexandre, que logo derrubou. Durante a maior parte do combate os dois estiveram em diversas posições no solo, com bastante scrambling, até que Pantoja conseguiu um apertado mata-leão que tirou os três tapinhas do oponente. Foi a segunda vitória seguida do atleta da ATT, que havia vencido Manel Kape em fevereiro deste ano, no UFC Vegas 18.

O presidente do UFC, Dana White, já avisou que o vencedor dessa contenda seria o próximo desafiante do campeão Brandon Moreno. Eu pessoalmente acharia melhor que o desafiante fosse Askar Askarov, invicto no evento e que estava marcado para encarar Alex Perez, saindo do combate por lesão. Entretanto, com a confirmação de Dana White, não há como discutir, inclusive é um confronto que tem bastante história, já que Pantoja venceu duas lutas contra Moreno, uma no TUF e outra oficialmente no UFC. Será que ele leva a terceira?

Confira outras opções para os atletas envolvidos:

Clay Guida vs. Sean Soriano
Parker Porter vs. Jake Collier
Chase Sherman vs. Chris Barnett
Saidyokub Kakhramonov vs. Hunter Azure
Trevin Jones vs. Mark Striegl
Vinc Pichel vs. Guram Kutateladze
Austin Hubbard vs. Matt Frevola
Brandon Royval vs. David Dvorak
Austin Lingo vs. Danaa Batgerel
Luis Saldana vs. Youseff Zalal
Brian Kelleher vs. Andre Fili
Domingo Pilarte vs. demissão
Josiane Nunes vs. Vencedora de Edwards/Clark
Bea Malecki vs. Wu Yanan
William Knight vs. Ike Villanueva
Fabio Cherant vs. demissão
Ignacio Bahamondes vs. Fares Ziam
Roosevelt Roberts vs. Jordan Leavitt
Ramiz Brahimaj vs. Gabriel Green
Sasha Palatnikov vs. demissão

Fotos: UFC/Divulgação/Twitter