Por Idonaldo Filho | 15/03/2021 15:03

O UFC Vegas 21 não teve o final que todos queriam, principalmente com o no-contest da luta principal entre Leon Edwards e Belal Muhammad. No entanto, o restante do card contou com várias interrupções.

+ UFC Vegas 21: Edwards vs. Muhammad – Resultados

Na luta coprincipal da noite, Ryan Spann nocauteou o letão Misha Cirkunov e deve subir nos rankings nos meios-pesados. Pelos penas, Dan Ige fez bem o papel de porteiro, nocauteando o bom Gavin Tucker em poucos segundos de luta.

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC Vegas 21.

+ Seja colaborador do MMA Brasil e apoie o jornalismo independente

LEON EDWARDS VS. COLBY COVINGTON

Um final frustrante para o retorno de Leon Edwards. Na luta principal do UFC Vegas 21, o inglês, que não lutava desde 2019, cometeu um grave erro que praticamente lhe custou a vitória, acertando um dedo no olho de Belal Muhammad, que não conseguiu voltar ao combate, resultando em no-contest. O resultado não ajuda em nada a Edwards, na verdade até atrapalhando um pouco sua trajetória. Melhor na contenda até aquele momento, mais atenção a mão espalmada seria essencial.

No UFC 258, quando Kamaru Usman derrotou Gilbert Durinho, eu apontei Leon Edwards como próximo desafiante. Mudei de ideia. Vamos dar uma folga momentânea para o campeão dos meios-médios, enquanto se define o próximo desafiante. Ele pode sair de uma luta entre Edwards e Colby Covington, que anda um pouco sumido. Nesse caso, Stephen Thompson ficaria como segunda opção. É um duelo intrigante, pelo estilo de alto volume e grappling pesado imposto por Covington, contra o striking comedido mas bastante preciso de Leon.

BELAL MUHAMMAD VS. NEIL MAGNY

Certamente não era o desfecho que Belal Muhammad esperava para seu primeiro evento principal no líder do mercado. O palestino estava levando a pior no combate, mas definitivamente não estava fora dele até o tempo do acidente. Com fortes gritos de dor, na mesma hora era perceptível que não teria como a luta voltar, ainda que Herb Dean tenha tentado avisar que havia cinco minutos para recuperação. Provavelmente, naquele momento Muhammad já não estava enxergando mais nada. Fica a dúvida se ele merecia a vitória por desclassificação de Edwards, já que o golpe pareceu intencional.

Não acredito que o “Remember the Name” voltará muitas casas. O americano Neil Magny está sem luta marcada atualmente, depois de ser amarrado por Michael Chiesa. É uma opção bacana para Muhammad, já que é um atleta acima dele na tabela, com considerável diferença de tamanho. Magny tem ferramentas para evitar a pressão constante de Belal, possuindo também um jogo de chão útil para se defender de investidas.

Ryan Spann vs. Thiago Marreta

Um grande nocaute para Ryan Spann, que nocauteou o letão Misha Cirkunov com socos. Não oferecendo resistência nenhuma, mostrando inclusive pouco coração, Cirkunov arriou para cada soco de Spann, que nada tinha a ver com isso e tratou de definir a fatura. Ex-campeão do LFA, é possível que tenhamos uma luta relevante no futuro para Ryan, que se recuperou bem da derrota contra Johnny Walker.

A sugestão da semana passada ainda está de pé. Deixei como sugestão para Thiago Marreta o vencedor da peleja entre Misha Cirkunov e Ryan Spann e, nesse caso vale muito cumprir a palavra. São dois nocauteadores de diferentes estilos, já que Marreta é explosivo e tem como arma especial os fortes chutes, enquanto Spann utiliza mais sua envergadura de mais de dois metros, preferindo o boxe. Dificilmente este confronto irá para a decisão dos juízes laterais.

DAN IGE VS. ZUMBI COREANO

Não há nem muito o que comentar nesse caso. O havaiano Dan Ige, em apenas vinte segundos, garantiu um nocaute espetacular sobre o prospecto Gavin Tucker. Foi um contragolpe preciso, que instantaneamente desmaiou Tucker, não precisando de mais nada. Vitória importante, colocando Ige novamente na coluna das vitórias. Na entrevista pós-luta, houve um pedido especial do lutador, que faz bastante sentido.

Esse pedido foi Chan Sung Jung. O Zumbi Coreano foi dominado por Brian Ortega em sua última aparição, em outubro passado. Como não é um lutador dos mais frequentes, fica a dúvida sobre quando Jung estaria pronto para ser casado novamente em um combate, mas se ele estiver disponível não dá para negar uma chance de Ige enfrenta-lo. Dois pesos penas com poder nos punhos, envolvidos constantemente em lutas empolgantes? Não dá pra recusar não. Fica a dica para os matchmakers.

Confira outras lutas para os envolvidos no UFC Vegas 21:

Misha Cirkunov vs. Tyson Pedro
Gavin Tucker vs. Zubaira Tukhugov
Davey Grant vs. Said Nurmagomedov
Jonathan Martinez vs Tony Gravely
Matheus Nicolau vs. Vencedor de Dvorak/Paiva
Manel Kape vs. Malcolm Gordon
Eryk Anders vs. Darren Stewart II
Angela Hill vs. Amanda Lemos
Charles Jourdain vs. Steven Peterson
Marcelo Rojo vs. Nathaniel Wood
Rani Yahya vs. Kyung Ho Kang
Ray Rodriguez vs. demissão
Nasrat Haqparast vs. Magomed Mustafaev
Rafa Garcia vs. Tucker Lutz
JJ Aldrich vs. Ariane Lipski
Cortney Casey vs. demissão
Jinh Yu Frey vs. Mallory Martin
Gloria de Paula vs. Ashley Yoder
Matthew Semelsberger vs. Dwight Grant
Jason Witt vs. Ramiz Brahimaj

Fotos: UFC/Divulgação