Por Idonaldo Filho | 09/11/2020 19:26

O UFC Vegas 13 entregou muito entretenimento para quem conseguiu aguentar o horário insalubre do evento, que só terminou perto das 3h da manhã. Na luta principal entre compatriotas, Glover Teixeira foi quem saiu com o braço erguido, com um mata-leão em Thiago Marreta. Antes disso, vimos Andrei Arlovski barrar mais um prospecto, também atrapalhando boa parte dos telespectadores, que lutaram fortemente contra o sono.

LEIA MAIS
UFC Vegas 13: Santos vs. Teixeira – Resultados

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC Vegas 13.

Glover Teixeira vs. Jan Blachowicz

É muito raro ver lutadores competitivos aos 41 anos de idade. Geralmente, só os fora de série estão nesse nível. Glover Teixeira é um desses. O mineiro com sua tradicional resiliência acumulou uma vitória chave na divisão, se colocando em ótima situação. Contra Thiago Marreta, Glover chegou a sofrer em pé, recebendo golpes poderosos e não conseguindo acompanhar o ritmo do oponente. Entretanto, Teixeira muito competente, decidiu atacar a clara deficiência de Marreta no chão, derrubando o brasileiro e conseguindo aplicar um seminário de jiu-jítsu, finalizando a luta definitivamente no terceiro assalto.

São cinco vitórias em sequência para o brasileiro, que deve subir para a primeira posição do rankings do meio-pesado. O próximo oponente pareceria ser óbvio, o campeão não? É… mas a gente tem alguns problemas. Primeiramente, Dana White já anunciou planos para casar Jan Blachowicz e Israel Adesanya, titular da cinta no peso médio. Ainda não há uma data marcada para esse confronto, mas os planos são claros. Pessoalmente, acho uma decisão equivocada esportivamente e que não sei se terá muito valor comercialmente para o UFC. Adesanya é fora de série, porém não sei como o corpo adaptará nessa divisão e o campeão polonês é uma carreta. Ademais, as chances de tumultuar a categoria são enormes, com um possível retorno de Jon Jones com a vitória do nigeriano.

Como existe uma grande incógnita na situação futura dos 93kg, diante de tudo isso a sugestão (que eu duvido que acontecerá) é justamente esquecer essa história por enquanto e colocar Glover para enfrentar Blachowicz logo de uma vez. Teixeira não pode esperar muito tempo tendo em vista que já é velho para o esporte, fez por merecer no octógono com grandes desempenhos e conquistou a chance de mais uma vez disputar o cinturão, contra o campeão mais acessível que a categoria já viu nos últimos tempos. Ninguém ia reclamar do Adesanya ficar mais um tempinho no peso médio e dar uma revanche para Robert Whittaker.

Thiago Marreta vs. Magomed Ankalaev

Thiago Marreta teve bons momentos na luta, principalmente o knockdown no inicio do terceiro assalto. Porém, quando foi para o solo o panorama mudou totalmente, mostrando que sua faixa preta não foi suficiente para parar um atleta experiente em competições de grappling. Agora com duas derrotas seguidas, provavelmente será necessário que Marreta enfrente alguém em ascensão mais atrás na tabela, meio como um papel de porteiro.

Algumas semanas atrás sugeri que Magomed Ankalaev enfrentasse o derrotado da luta principal desse último fim de semana, e sigo com essa ideia. O russo precisa de um grande nome no cartel e é uma das maiores promessas recentes, com potencial para ser campeão. Uma máquina em pé e no chão, Ankalaev possui algumas brechas defensivas que podem ser exploradas pelo alto poder de fogo de Marreta, mas acredito que o brasileiro seria azarão nesse duelo.

Raoni Barcelos vs. Perdedor de Moraes/Font

O desempenho de Raoni Barcelos foi muito animador. O brasileiro mostrou uma variedade impressionante na trocação, atacando com socos, chutes em diversas partes do corpo, joelhadas voadoras e muito mais. No chão sempre que ia levava imensa vantagem também. O alemão Khalid Taha sofreu muito na mão do pupilo de Pedro Rizzo, mas com tamanha dureza resistiu até o fim e viu os juízes marcarem vitória para seu oponente. Não há tempo a perder com tamanho talento, Raoni venceu essa luta entrando de última hora, e precisa de pegar um ranqueado para ontem.

Opções não faltam. Podemos ir de Yadong Song, Cody Stamman e vários outros. Minha sugestão entretanto está com o calendário ocupado. Eu acho que uma luta entre Rob Font e Raoni Barcelos seria excepcional, uma pancadaria de alto nível. São dois lutadores que tem pouca preocupação defensiva e dão tudo de si ofensivamente. Rob terá um desafio bem complicado quando encarar Marlon Moraes, mas se for o brasileiro o derrotado não acho que a luta fique fora de cogitação também.

Xiaonan Yan vs. Joanna Jedrzejczyk

O crescimento da China no MMA é muito bacana de se acompanhar. As principais forças do MMA chinês ocupam espaço no peso palha, com a campeã Weili Zhang e a contender Xiaonan Yan, que tem tudo para no futuro ser desafiante do título. Um resultado excelente contra Claudia Gadelha deve colocar Yan a uma luta de disputar o ouro do peso palha, mas o desafio final certamente será um teste muito complicado olhando as principais opções no momento.

E sabe quem tá sem nada marcado? Uma tal de Joanna Jedrzejczyk. A máquina de violência polonesa não obteve êxito em reconquistar a cinta que já lhe pertenceu, devendo dar alguns passos para trás e tentar uma sequência de vitórias antes de ter outra chance, executando um papel de testar atletas que buscam o topo da categoria. O duelo entre as duas tem tudo para ser de altíssimo nível em pé, com estilos diferentes e que sem problema algum poderiam inclusive liderar um Fight Night. Acham que a chinesa no atual momento conseguiria passar pela ex-campeã?

Darren Elkins vs. Doo Ho Choi

O conhecido veterano Darren Elkins já perdeu o encanto há algum tempo, mas segue deixando tudo de si nas lutas, sempre saindo arrebentado e ocasionalmente conseguindo vitórias. Anterior a esse combate contra Eduardo Garagorri, eram quatro derrotas consecutivas que colocavam o emprego em risco. E falando a verdade? Não tinha como perder  contra o uruguaio tamanha a diferença de nível entre os atletas, mesmo Elkins já estando podre. É um alívio para o americano, que pode retornar a confrontos mais interessantes em suas próximas aparições.

Uma luta que eu gostaria muito de ver seria contra Charles Rosa, dois grapplers loucos que não tem defesa nenhuma e costumam sair bem destruídos de seus duelos. Ontem, passando o olho nas opções, encontrei uma que seria melhor ainda. Lembram do “Korean Super Boy” Doo Hoo Choi? O coreano que teve como ponto alto uma anarquia contra Cub Swanson não lutou ainda em 2020. Choi vem de fase horrível, assim como Elkins, sendo inclusive surpreendido em sua última luta pelo prospecto canadense Charles Jourdain. Ele vem mostrando em redes sociais que está treinando e, certamente não existe fã de MMA que não pararia para assistir uma peleja entre os dois

Confira outros casamentos envolvendo os atletas que lutaram no UFC Vegas 13:

Andrei Arlovski vs. Tom Aspinall
Giga Chikadze vs. Shane Burgos
Jarney Simmons vs. Austin Lingo
Claudia Gadelha vs. Marina Rodriguez
Trevin Giles vs. André Sergipano
Bevon Lewis vs. Marc Andre Barriault
Alexander Romanov vs. Tanner Boser
Marcos Pezão vs. Vencedor de Villante/Collier
Eduardo Garagorri vs. TJ Laramie
Max Griffin vs. Lyman Good
Ramiz Brahimaj vs. Christian Aguilera
Gustavo Lopez vs. Khalid Taha
Anthony Birchak vs. Aaron Phillips