Por Bruno Costa | 01/09/2019 15:16

Uma nova campeã coroada e alguns bons prospectos se destacaram no UFC Shenzhen, no melhor resultado dos lutadores locais na história do MMA.

LEIA MAIS Resenha MMA Brasil: UFC Shenzhen

Agora chegamos ao momento de análises e previsões sobre os próximos passos dos protagonistas das principais lutas da noite e prospectos que podem trazer impacto em suas categorias.

Weili Zhang vs. Tatiana Suarez

A chinesa Weili Zhang se tornou campeã com um rápido nocaute aplicado sobre uma adversária notoriamente reconhecida pela capacidade de aguentar punição. Agora, no primeiro teste do seu reinado, deve ter um desafio completamente diferente: impedir o ótimo e insistente jogo de wrestling ofensivo de Tatiana Suarez, invicta na carreira e com ótimo potencial para virar campeã da categoria peso palha.

Jéssica Andrade vs. Nina Ansaroff

A brasileira Jéssica Andrade foi à China defender seu cinturão e acaba rapidamente a passagem como campeã do UFC. O início em ritmo mais reduzido do que o imposto no decorrer dos combates é característica de “Bate-Estaca”, que, dessa vez, sequer teve chances de demonstrar e executar o plano de jogo contra a adversária. Agora, Andrade e Nina Ansaroff, que tiveram boas sequências interrompidas pelos melhores jovens talentos da divisão, podem se encontrar para tentar retomar o bom momento.

Li Jiliang vs. Claudio Hannibal

A vitória sobre um top 15 da categoria não é (ou ao menos em tese não deveria ser) suficiente para alçar o chinês Li Jingliang ao ranking dos meios-médios. Contudo, comprovadamente duro e cada vez mais dono de um pequeno pedaço do coração de diversos fãs (mesmo tentando arrancar os olhos de Jake Matthews no octógono), Jiliang faz por merecer enfrentar outro lutador à beira do ranking e que também aparece em boa situação, como Claudio Hannibal, que detém vitória inclusive sobre um top 5 atual do peso meio-médio.

Elizeu Capoeira vs. Abdul Razak Alhassan

A derrota de Elizeu Capoeira para um adversário reconhecidamente duro, mas com diversas falhas no jogo e distante do ranking, faz com que o brasileiro retorne muitas casas na categoria e provavelmente perca seu lugar no ranking dos meios-médios. A favor de Elizeu, o fato de ser quase garantia de uma boa pancadaria, um lutador de ação excelente numa divisão povoada desses bons nomes. A opção do momento é por Abdul Razak Alhassan, que não tem luta marcada no momento, mas outros trocadores de sopapo também serão bem aceitos.

Outras sugestões de combates

Kai Kara-France vs. Rogério Bontorin
Mark De La Rosa vs. Raulian Paiva
Kenan Song vs. perdedor de Alex MoronoMax Griffin
Su Mudaerji vs. Kyung Ho Kang
Damir Ismagulov vs. Enrique Barzola
Thiago Moisés vs. perdedor de Matt Frevola vs. Luis Pena

Sugestões de lutas para os demais integrantes do card? Contamos com sua participação na caixa de comentários