Por Bruno Costa | 18/11/2019 03:28

Se a expectativa para o card principal do UFC São Paulo já não era das mais altas, o evento não falhou em entregar uma das piores noites de octógono no ano. As estrelas brasileiras dos principais combates da noite confirmaram a óbvia fase descendente na carreira e alguns talentos parecem ainda muito crus ou com pouca expectativa de crescimento suficiente para virarem grandes nomes do MMA.

LEIA MAIS Resenha MMA Brasil: UFC São Paulo

Agora chegamos ao momento de análises e previsões sobre os próximos passos dos protagonistas das principais lutas da noite e prospectos que podem trazer impacto em suas categorias.

LEIA MAIS Especial – UFC São Paulo tem card preliminar movimentado

Jan Blachowicz vs. Corey Anderson

Mesmo que tenha ficado longe de empolgar ao público contra Jacaré, Jan Blachowicz se coloca em posição de participar de uma eliminatória pelo título do peso meio-pesado, com apenas uma derrota em suas últimas sete lutas – por óbvio, fazer parte de uma das piores categorias do MMA atual e contar com um campeão dominante que já bateu quase todos os possíveis desafiantes ajuda na missão. Uma revanche contra Corey Anderson – a primeira luta ocorreu num longínquo 2015 -, que se encontra em posição similar, é o ideal para decidir o próximo desafiante ao título que deve ser disputado entre Jon Jones e Dominick Reyes.

Ronaldo Jacaré vs. Misha Cirkunov

Ronaldo Jacaré subiu ao peso meio-pesado buscando revitalizar a carreira após algumas derrotas no top 5 da divisão dos médios. Sem sinalizar desistência da adaptação à nova faixa de peso, um combate contra Misha Cirkunov parece a medida para o brasileiro buscar a primeira vitória na divisão e uma chance para o letão finalmente mudar de patamar em busca de se aprofundar no top 10, como era a expectativa quando chegou ao UFC.

Outra opção: Alexander Gustafsson, caso desista do anúncio de aposentadoria.

Charles do Bronx vs. Islam Makhachev

Seis vitórias consecutivas por interrupção colocam Charles do Bronx no top 15 do dificílimo peso leve, com a ressalva do nível de competição enfrentado nessa sequência, em maioria distante dos integrantes do ranking. Quem também tem boa sequência de vitórias sobre nomes menos relevantes e ocupa posição no top 15 da categoria é Islam Makhachev, que protagonizaria com o brasileiro um belo duelo de estilos e garantiria ao vencedor acesso aos 10 primeiros colocados da divisão na próxima luta.

MMA Brasil Matchmaker: UFC São Paulo – Outras sugestões de combates

Maurício Shogun vs. Paul Craig
André Sergipano vs. Brendan Allen
Wellington Turman vs. Eric Spicely
James Krause vs. Nicolas Dalby
Ricardo Carcacinha vs. Brett Johns
Francisco Massaranduba vs. Mairbek Taisumov
Bobby Green vs. Davi Ramos
Randy Brown vs. Claudio Hannibal
Ariane Lipski vs. Poliana Botelho

Sugestões de lutas para os demais integrantes do card? Contamos com sua participação na caixa de comentários.