Por Idonaldo Filho | 18/02/2019 16:43

O UFC Phoenix ficou na história como primeiro evento da organização transmitido na ESPN americana e entregou alguns combates interessantes que tendem a ter influência certa no topo de suas categorias. Francis Ngannou obliterou um Cain Velásquez frágil fisicamente e retornou ao centro das atenções, enquanto Paul Felder toma a vaga de James Vick no top 10, entrando no ranking com um desempenho dominante. Vamos ver agora o que o futuro reserva para os lutadores envolvidos no card.

LEIA MAIS  Resenha MMA Brasil: UFC Phoenix

Francis Ngannou vs. Daniel Cormier

Mais uma vitória rápida e amedrontadora foi conquistada pelo camaronês Francis Ngannou, desta vez derrotando um de seus ídolos no esporte em Cain Velásquez – que acabou lesionando o joelho após sentir um soco na troca de golpes com Francis. Uma das maiores vitórias que um peso pesado pode conquistar no UFC certamente é Velasquez, e isso não deve passar batido para Ngannou.

Boa parte da categoria está com lutas marcadas: Júnior Cigano por exemplo enfrenta Derrick Lewis, já Alexander Volkov terá pela frente o holandês Alistair Overeem. Com isso, não sobram muitas opções para Ngannou além da disputa de cinturão. O problema que temos é que não sabemos nem contra quem e nem quando será a próxima defesa de Daniel Cormier, já que o sonho do campeão é enfrentar Brock Lesnar. Se o “lutador” da WWE não retornar, Ngannou se credenciou novamente para disputar o ouro da categoria.

Cain Velásquez vs. Aposentadoria

Não tem mais condições. Cain Velásquez mais uma vez retornou de um hiato por lesões, trazendo a esperança de que o velho ex-campeão que destruía a oposição de forma cruel iria retornar, só que não.

O atleta da AKA mostrou que seu corpo é de vidro, lesionando de forma bizarra e assustadora o joelho após receber um golpe de Ngannou e, embora nada tenha sido confirmado, pode ficar de molho por algum tempo. E é por isso que a aposentadoria pode ser a melhor alternativa para Cain. Ele certamente tem nível para ficar no top 5 – já que até Derrick Lewis está lá – só que já afirmou em algumas ocasiões que luta somente porque gosta, e não porque precisa do dinheiro. Não sei se compensa continuar batalhando quando seu corpo nitidamente não aguenta mais.

Paul Felder vs. Donald Cerrone

Paul Felder não deixou nenhuma margem de discussão vencendo seu combate contra James Vick, de forma incontestável e dominante. O “Dragão Irlandês” mostrou como sempre sua a boa e dinâmica trocação e aproveitou as brechas defensivas de Vick para sair com a vitória, além de uma vaga no top 10 da categoria, já que seu adversário pertencia a essa casta.

Uma luta excepcional no momento para Paul seria contra Donald Cerrone. O “Cowboy” retornou para o peso leve em seu último confronto em alto nível, ao surrar Alexander Hernandez, e uma luta contra Felder seria uma anarquia e um casamento que empolgaria os fãs. Isso já que dificilmente Cerrone conseguirá o casamento contra Conor McGregor como realmente deseja, e não é um cara que costuma recusar lutas.

Kron Gracie vs. Ryan Hall

Desde Royce Gracie, nenhum membro da família pioneira no esporte havia vencido no UFC. Entretanto, Kron Gracie voltou a colocar o famoso sobrenome nos holofotes e estreou bem, com um desempenho impecável contra o limitado Alex Caceres, finalizando o americano facilmente uma vez que a luta foi ao solo.

Como Kron ainda é bastante inexperiente, vamos com calma. Uma luta sensacional para continuar seu desenvolvimento seria contra o também ótimo jiujiteiro Ryan Hall, que anunciou o retorno para a categoria dos penas. Ambos provavelmente  proporcionariam um ótimo duelo no solo, que atrairia bastante o público que tem preferencia pela luta agarrada.

Aljamain Sterling  vs. Vencedor de Cody Garbrandt vs Pedro Munhoz

Sem sombra de dúvidas a maior vitória da carreira de Aljamain Sterling aconteceu no UFC Phoenix. O novaiorquino derrotou Jimmie Rivera sem muitos problemas, mostrando uma trocação bastante dinâmica, além de ter investido bem no trabalho de clinch. Com a boa vitória, é possível que Sterling dispute uma eliminatória para definir um futuro desafiante ao título da categoria. Quem estará nessa posição atrás de Marlon Moraes será o vencedor da luta entre o ex-campeão Cody Garbrandt e Pedro Munhoz, que se enfrentam no UFC 235.

Confira os duelos para os demais lutadores que participaram do UFC Phoenix:

James Vick vs. Mairbek Taisumov
Cyntia Calvillo vs. Vencedora de Karolina Kowalkiewicz/Michelle Waterson
Cortney Casey vs. Livinha Souza
Alex Caceres vs. Doo Ho Choi
Vicente Luque vs. Neil Magny
Bryan Barberena vs. Belal Muhammad
Andre Fili vs. Shane Burgos
Myles Jury vs. Julio Arce
Jimmie Rivera vs. Rob Font
Manny Bermudez vs. Said Nurmagomedov
Benito Lopez vs. Vince Morales
Andrea Lee vs. Jessica-Rose Clark
Ashlee Evans-Smith vs. Ji Yeon Kim
Nik Lentz vs. Drakkar Klose
Scott Holtzmann vs. Christos Giagos
Luke Sanders vs Merab Dvalishvili
Renan Barão vs demissão
Emily Whitmire vs. Poliana Botelho
Aleksandra Albu vs Syuri Kondo