Por João Gabriel Gelli | 28/05/2018 16:07

O domingo trouxe ação do UFC com a segunda viagem da organização para a Inglaterra em 2018. O UFC Fight Night 130 aconteceu na cidade de Liverpool, com uma oferta de lutas abaixo da média, mas com um duelo de muita importância para o peso meio-médio entre Darren Till e Stephen Thompson liderando o evento.

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de domingo.

Darren Till contra Kamaru Usman

No maior momento de sua carreira, Darren Till conseguiu lidar com o estilo complexo de Stephen Thompson para entregar um combate tenso, de muito estudo e movimentação, mas pouco volume de golpes. Assim, saiu vitorioso na frente de seus compatriotas em uma decisão controversa após cinco rounds intensamente disputados e se manteve invicto.

Esta foi a sua quinta vitória no UFC e o mais importante nome de seu cartel. Ao bater Donald Cerrone e Thompson, Till se posiciona muito próximo a uma disputa de cinturão nos meios-médios. Para tal, deve passar por uma eliminatória ao encarar Kamaru Usman para definir o desafiante após o campeão interino.

Stephen Thompson contra o vencedor de Donald Cerrone – Leon Edwards

Depois de falhar em duas tentativas de conquistar o título dos meios-médios contra Tyron Woodley, Stephen Thompson se recuperou ao superar Jorge Masvidal, mas voltou a estar do lado derrotado de uma decisão neste domingo, quando perdeu de maneira contestada para Darren Till. Agora, o Wonderboy precisa dar mais um passo atrás para construir uma nova sequência de triunfos e ter mais uma oportunidade de disputar o cinturão. Com o intuito de começar esta sequência, um duelo interessante seria contra aquele que sair com o braço levantado entre Donald Cerrone e Leon Edwards.

Neil Magny contra Santiago Ponzinibbio

Após seu adversário original, Gunnar Nelson, se lesionar, Neil Magny aceitou enfrentar o estreante Craig White e triunfou com um nocaute técnico ainda no primeiro round. Este duelo veio contra um oponente que não pertence ao nível de competição no qual Magny está inserido. Dessa forma, o veterano do UFC deve voltar a encarar adversários de alto escalão, como é o caso de Santiago Ponzinibbio, com o intuito de testar se o argentino realmente merece uma vaga no top 10 dos meios-médios ou se a vitória sobre Nelson foi obra do acaso.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de domingo:

Craig White vs. Brad Scott

Arnold Allen vs. Danny Henry

Mads Burnell vs. Jason Knight

Makwan Amirkhani vs. Calvin Kattar

Cláudio Hannibal vs. Tony Martin

Nordine Taleb vs. Carlo Pedersoli

Darren Stewart vs. Thales Leites

Eric Spicely vs. demissão

Tom Breese vs. Cezar Mutante

Dan Kelly vs. Krzysztof Jotko

Lina Lansberg vs. Sarah Moras

Gina Mazany vs. Talita Bernardo

Gillian Robertson vs. Paige VanZant

Molly McCann vs. perdedora de Melinda Fabian – Ji Yeon Kim

Elias Theodorou vs. Tim Boestch

Trevor Smith vs. Jack Marshman

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.

Matchmaker do MMA Brasil, fanático por esportes, mesmo sem botá-los em grande prática. Fã de MMA, NFL, estudante de Engenharia e viciado em séries.