Por João Gabriel Gelli | 23/04/2018

Para suceder o anárquico evento da semana passada, o UFC entregou uma oferta interessante com o UFC Fight Night 128, composto por diversas lutas relevantes. Entre elas estavam as duas principais, disputadas entre os leves Edson Barboza e Kevin Lee e os penas Frankie Edgar e Cub Swanson. Além deles, nomes como David Branch e Aljamain Sterling também fizeram parte do card.

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de sábado.

Kevin Lee contra Eddie Alvarez

Em uma atuação dominante, Kevin Lee se aproveitou as brechas defensivas de Edson Barboza para aplicar uma surra no ground and pound até conquistar a interrupção no quinto assalto. Apesar de ter passado sufoco no terceiro round quando foi acertado por um chute rodado que o deixou cambaleante, Lee mostrou coração para resistir e manter o controle. Assim, voltou a vencer depois do revés para Tony Ferguson e mostrou que é uma ameaça pelo cinturão do peso leve.

Entre as opções que fariam sentido para seu próximo passo estão o campeão Khabib Nurmagomedov e o antigo detentor do cinturão, Conor McGregor. Ambos parecem sugestões inviáveis no momento por estarem em rota de colisão e exigirem mais um triunfo por parte de Lee. Além deles, Tony Ferguson está fora de ação até 2019 por lesão e já o finalizou. Com isso, sobram Dustin Poirier e Eddie Alvarez como opções. Na coluna da semana passada, eles foram casados entre si, mas a situação pode ser resolvida ao colocar Poirier como próximo desafiante de Nurmagomedov e casar uma potencial eliminatória entre Lee e Alvarez.

Edson Barboza contra Alexander Hernandez

Depois de levar uma surra homérica de Khabib Nurmagomedov, Edson Barboza teve a chance de liderar seu primeiro evento do UFC e viu um resultado muito semelhante, ao ser atropelado de forma parecida por Kevin Lee até a interrupção médica no quinto round. Com dois resultados negativos tão impactantes em sequência, o ideal para o brasileiro é tirar algum tempo de folga e retornar contra concorrência posicionada mais abaixo no ranking dos leves. Dessa forma, exercer o papel de porteiro do top 10 parece uma ideia razoável, o que pode acontecer contra o surpreendente Alexander Hernandez.

Frankie Edgar contra Darren Elkins

Pouco mais de um mês após sofrer a primeira derrota por nocaute de sua carreira, Frankie Edgar retornou ao octógono e fez parecer como se nada tivesse acontecido, ao superar Cub Swanson mais uma vez com tranquilidade. A vitória lhe manteve muito relevante como potencial desafiante e já pode ser colocado em uma nova eliminatória, contra Darren Elkins, que vem em ampla sequência de triunfos e merece uma chance de enfrentar adversários no top 5. No entanto, vale ressaltar que, em caso de vitória de Max Holloway sobre Brian Ortega no UFC 226, não seria absurdo colocar Edgar como adversário do campeão.

Cub Swanson contra Chan Sung Jung

Cub Swanson já lutou por oito rounds com Frankie Edgar e não teve sucesso em nenhum. Em um embate entre as duas vítimas mais recentes de Brian Ortega, Swanson foi colocado em uma sequência de derrotas e agora deve encarar alguém mais abaixo na escala do peso pena. Uma ideia promissora é colocá-lo como o oponente do eventual retorno de Chan Sung Jung ao octógono, uma vez que o Zumbi Coreano estiver recuperado da lesão sofrida no ano passado.

David Branch contra Chris Weidman

Após retornar ao UFC com vitória e posteriormente oferecer perigo a Luke Rockhold, David Branch mostrou que é um nome forte no peso médio ao nocautear Thiago Marreta no primeiro round. Assim, pode duelar contra adversários do top 10 novamente e uma opção que surge é testá-lo novamente contra a elite ao casá-lo com Chris Weidman, também com o intuito de verificar em que ponto o ex-campeão está após uma série de lesões na mão.

Aljamain Sterling contra John Dodson

Levou algum tempo, mas Aljamain Sterling finalmente entregou uma apresentação digna de todo o seu potencial ao dominar Brett Johns e provocar a primeira derrota da carreira do galês. Então, é hora de ver se este bom momento se carrega para quando encarar algum top 10 mais acostumado com competição de alto nível, como é o caso de John Dodson, em um embate que pode levar o vencedor para uma luta na elite.

Corey Anderson contra Gadzhimurad Antigulov

Em um duelo de wrestlers, Corey Anderson levou a melhor sobre Patrick Cummins e se recuperou de uma série de duas derrotas, mantendo seu posto no top 10. De qualquer maneira, o ideal para o campeão do TUF 19 é exercer o papel de porteiro em mais uma oportunidade, o que pode acontecer contra Gadzhimurad Antigulov, em duelo que qualificaria o vencedor para um embate mais relevante.

Além dos duelos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de sábado:

Justin Willis vs. Ruslan Magomedov

Chase Sherman vs. Marcelo Golm

Thiago Marreta vs. perdedor de Uriah Hall – Paulo Borrachinha

Brett Johns vs. Rani Yahya

Dan Hooker vs. Gilbert Durinho

Jim Miller vs. Scott Holtzman

Ryan LaFlare vs. vencedor de Elizeu Capoeira – Sean Strickland

Alex Garcia vs. Tony Martin

Ricky Simon vs. vencedor de Frankie Saenz – Henry Briones

Merab Dvalishvili vs. Bharat Khandare

Siyar Bahadurzada vs. Serginho Moraes

Luan Chagas vs. Nathan Coy

Patrick Cummins vs. Jordan Johnson

Keita Nakamura vs. Lyman Good

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.