MMA Brasil Matchmaker: Lutas a casar após o UFC Fight Night 110

O UFC retornou à Nova Zelândia com o UFC Fight Night 110, no qual Mark Hunt nocauteou Derrick Lewis. Será que Hunt consegue mais uma corrida por uma disputa de cinturão? Lewis vai manter sua declaração de aposentadoria? Confira as respostas para estas e outras perguntas no MMA Brasil Matchmaker.

A Nova Zelândia recebeu o segundo card internacional da sequência de três do UFC em junho. O UFC Fight Night 110 teve o ídolo local Mark Hunt num combate no peso pesado contra o ascendente Derrick Lewis. Além disso, Derek Brunson buscava a recuperação de uma série de derrotas contra Dan Kelly.

LEIA MAIS Mark Hunt vence Derrick Lewis no quarto round em evento de lutas rápidas

Agora, passado o evento, chega a hora de incorporar o matchmaker interno e analisar o que o futuro reserva aos principais envolvidos nas lutas de sábado.

Mark Hunt contra o vencedor de Stefan Struve-Alexander Volkov

Depois de alguns nocautes brutais sofridos e aplicados nos últimos anos, além de sua ação judicial contra o UFC, Mark Hunt teve uma atuação um pouco mais contida, mas foi capaz de interromper a luta principal do evento contra Derrick Lewis pela via rápida dolorosa. Isso aconteceu quando Lewis não conseguia mais se sustentar por conta do cansaço no quarto round. Dessa forma, Hunt triunfa pela primeira vez em pouco mais de um ano e se consolida na função de porteiro para o top 5 da divisão dos pesados.

No entanto, aos 43 anos, o fim da linha parece estar próximo e ele deve estar disposto a coletar o máximo de pagamentos possíveis até a aposentadoria. Por isso, um combate contra o vencedor do duelo entre Stefan Struve e Alexander Volkov parece uma boa ideia, uma vez que testaria um lutador em trajetória crescente, sobretudo no caso de ser Volkov, já que proporcionaria um combate inédito.

Derrick Lewis contra o perdedor de Stefan Struve-Alexander Volkov

Seis vitórias seguidas foram suficientes para elevar Derrick Lewis a um patamar de potencial desafiante. Entretanto, ao ser posto para encarar concorrência de nível mais elevado do que a enfrentada anteriormente, acabou sucumbindo. Lewis foi nocauteado por Mark Hunt ao chegar completamente esgotado no quarto round.

Após a luta, Lewis declarou que esta possivelmente foi sua última aparição no MMA, tendo em mente seu casamento, que está próximo, e um problema crônico nas costas, que o incomoda há algum tempo. A questão é que o lutador não foi definitivo ao anunciar a aposentadoria e, por ser relativamente novo para a categoria, ainda pode ter novos compromissos pela frente. Logo, a opção é colocá-lo num confronto contra aquele que sair perdedor do combate entre Stefan Struve e Alexander Volkov.

Derek Brunson contra Thales Leites

Após estabelecer uma sequência de quatro nocautes no primeiro round, Derek Brunson foi parado por Robert Whittaker, no final do ano passado. Sua primeira aparição em 2017 também não terminou da forma como esperava, quando foi superado por Anderson Silva. Contudo, ele conseguiu reencontrar as vitórias ao atropelar Dan Kelly, conquistando mais uma interrupção no assalto inicial. Agora, a ideia é que Brunson consiga refazer uma boa série de triunfos para avançar ao topo da categoria dos médios. Nessas condições, a sugestão é por um duelo com Thales Leites.

Além dos confrontos acima, seguem algumas sugestões para os outros envolvidos no card de sábado:

Dan Kelly vs. perdedor de Brad Tavares-Elias Theodorou

Dan Hooker vs. Vinc Pichel

Ross Pearson vs. demissão

Ion Cutelaba vs. Devin Clark

Henrique Frankenstein vs. demissão

Ben Nguyen vs. John Moraga

Tim Elliott vs. Magomed Bibulatov

Alexander Volkanovski vs. vencedor de Jeremy Kennedy-Kyle Bochniak

Mizuto Hirota vs. perdedor de Jeremy Kennedy-Kyle Bochniak

Damien Brown vs. vencedor de Devin Powell-Darrell Horcher

Luke Jumeau vs. Zak Ottow

Dominique Steele vs. demissão

Ashkan Mokhtarian vs. perdedor de Eric Shelton-Jarred Brooks

Kiichi Kunimoto vs. demissão

JJ Aldrich vs. Poliana Botelho

Chan-Mi Jeon vs.
Pearl Gonzalez

E aí? Curtiram os casamentos? Deixem suas sugestões nos comentários.

  • Vinicius Maia

    Ross Pearson é um lutador empolgante, que sempre faz lutas boas e vende caro suas derrotas. Nesta ele sucumbiu com uma linda joelha de encontro de um oponente bem maior (O hooker devia bater o peso pena só no pó da rabiola). É complicado manter um lutador com tantas derrotas mas creio que lutadores como ele, Madadi entre outros sempre farão lutas empolgantes. Eu entendo o pedido de demissão mas sei la, lutadores como ele normalmente é sinônimo de luta boa.

    • Marcio Rodrigues

      O engraçado é que na hora de casar as lutas que valem alguma coisa ( disputas de cinturão), o UFC olha mais para o entretenimento e caga pro mérito.
      Ja na hora de passar o facão, vem com essa de demitir por sequencia de derrotas. Se o cara faz luta boa, tem que ficar. Pro entretenimento, mais vale um Pearson com 10 derrotas que um Theodorou com 10 vitorias.

    • Concordo.

  • James sousa

    Hunt x Ngannou

    • João Gabriel Gelli

      É uma boa opção. Só não coloquei porque tão falando que o Ngannou vai lutar com o Cigano.

      • Mas pra sua coluna não importa o que estão falando, mas sim o que você pensa.

    • Lero

      Hunt separa os homens dos meninos.

  • Matheus V.

    Hunt x Volkov/Struve
    Lewis x Arlovski/Tybura
    Brunson x Jacaré ou Thales ou Cara de Sapato
    Dan Kelly x Belfort
    Resto x Who cares?

    • Asisz Marco

      dan kelly x belfort é uma boa: brunson x jacare nao vejo sentido, jacare ou deve oegar o vencedor de weidman x gastelum, ou o luke, ou pensando um pouco abaixo o david branch, que tem uma serie de vitorias consideravel e seria um confronto inedito.

    • Brunson x Jacaré aconteceu no Strikeforce e acabou muito rápido. Talvez hoje desse uma luta diferente. Eu não acho sem sentido.

      • Matheus V.

        Sim, sim. O Jacaré venceu numa valência (trocação) que ele ainda é deficiente e que o Brunson evoluiu muito. Gosto bastante do casamento de estilos e os dois estão um patamar abaixo de Romero, Whittaker e Mousasi, então pra mim faz sentido tbm.

  • Ricardo Sedano

    Facão do JGG ta até fazendo hora extra com quantidade de gente que ele cortou… xD

    • Ainda bem que facão não pede direitos trabalhistas. Nem o JGG.

      • João Gabriel Gelli

        Apenas observo…

  • André Oliveira

    “se consolida na função de porteiro” kkkkkkkkkkkkkkk pobre homem

    • hahahaha mas pô, porteiro é uma condição digna. Imagina você ser, sei lá, o quinto ou sexto do mundo na sua profissão.