Por Idonaldo Filho | 16/02/2021 17:22

Tudo bem que o UFC 258 não tinha um card atrativo para um PPV, mas algumas lutas divertiram bastante. Na luta principal parecia que teríamos uma zebra…mas só parecia, já que Kamaru Usman defendeu sua cinta mais uma vez com um nocaute técnico sobre Gilbert Durinho. Outro importante momento foi a recuperação de Kelvin Gastelum, que volta a se colocar em posição de contender na divisão dos médios.

LEIA MAIS: UFC 258: Usman vs. Durinho – Resultados

Confira no MMA Brasil Matchmaker algumas possibilidades de casamentos envolvendo os lutadores que atuaram no UFC 258.

KAMARU USMAN VS. LEON EDWARDS

O início não foi tranquilo para o campeão Kamaru Usman. No primeiro assalto o nigeriano sofreu alguns sustos em pé, mas conseguiu aguentar o tranco e daí em diante foi passeio. A partir do segundo round, Usman dominou o combate como quis, utilizando de poderosos jabs que entravam constantemente no rosto do brasileiro, aplicando alguns knockdowns. Mal começou o terceiro e Usman lá vai conectando um jab forte que leva Durinho ao chão, e depois bastou alguns golpes no ground and pound para definir o combate, sob a sombra de um indeciso Herb Dean que não sabia se ia ou se ficava.

Podemos dizer que Usman atualmente é um dos lutadores mais dominantes da atualidade sem muito pensar. O nigeriano cada vez mais fica completo e, dificilmente vemos alguém que possa ser um risco hoje para Kamaru. Diante disso, o mais justo é que o próximo desafiante seja o inglês Leon Edwards. Vindo de oito vitórias consecutivas, Edwards contou com muito azar nos últimos tempos, perdendo uma boa oportunidade contra Tyron Woodley antes da pandemia e, posteriormente tendo por três oportunidades seu retorno contra Khamzat Chimaev cancelado.

Sem oponente e sem lutar desde 2019, há alguns boatos que Colby Covington possa ser o próximo oponente de Edwards. Não é uma luta ruim caso ele não queira esperar Usman, definindo claramente o próximo desafiante. Outra coisa que pode afetar o próximo casamento é o TUF, que retorna logo mais e deverá contar com técnicos pertencentes ao meio-médio. Não se assustem caso apareça um tal de Jorge Masvidal aí para enfrentar Usman novamente…

GILBERT DURINHO VS. MICHAEL CHIESA

O primeiro assalto foi promissor, com um início agressivo e inclusive conseguindo atordoar Usman em alguns momentos. Só que, o ritmo não se manteve e uma vez que o campeão conseguiu encontrar a distância para golpear, Durinho não teve mais chance. O desempenho não decepciona tanto, e Gilbert segue como atleta de elite na categoria mesmo derrotado por interrupção. Obviamente, deverá agora fazer mais algumas lutas para ver se conseguirá novamente a oportunidade de ter um novo title shot.

Minha opção já estava marcada há algum tempo. Quando Michael Chiesa venceu Neil Magny, minha sugestão era justamente o derrotado dessa disputa de cinturão do último sábado. Como foi o brasileiro quem perdeu, nada melhor que ele seja o adversário de Chiesa. São trajetórias até parecidas, dois pesos leves que decidiram subir de categoria, crescendo na carreira com o menor corte de peso. São conhecidos por serem excelentes grapplers também. É um confronto mais do que válido e que me interessa bastante.

ALEXA GRASSO VS. JESSICA EYE

No duelo entre duas prospectos do peso mosca, a mexicana Alexa Grasso levou a melhor e segue invicta na divisão, com duas vitórias. Com mãos rápidas, o boxe de Grasso foi muito efetivo durante todo o combate, aproveitando as brechas defensivas da adversária, que acumula a segunda derrota consecutiva. É esperado que Grasso suba na tabela com essa vitória, podendo enfrentar alguma oponente consolidada no top 10 da organização.

Minha sugestão é que Jessica Eye seja a próxima a lutar com Grasso. Em má fase, a veterana atualmente é a oitava colocada no ranking dos moscas, vindo de dois reveses. Eye fez luta animada contra Joanne Calderwood e, como Grasso também é uma trocadora de volume empolgante, devemos ter uma peleja divertida. Ademais, vale lembrar que é  uma possibilidade de renovar a divisão, com Jessica fazendo o trabalho de porteira para o top 10 nessa oportunidade.

KELVIN GASTELUM VS. PERDEDOR DE WHITTAKER/BORRACHINHA

Para seu alívio, Kelvin Gastelum conseguiu sua primeira vitória desde 2018, quando havia derrotado Ronaldo Jacaré. Tudo bem que todas as  que perdeu foram contra a elite da divisão, mas essa vitória motiva e coloca Gastelum novamente no bolo de atletas importantes no peso médio. Sempre se falou muito de Gastelum voltar aos meio-médios, mas dificilmente essa possibilidade existe.

E continuando na divisão até 83,9kg, uma ótima opção de luta é contra o derrotado entre Robert Whittaker e Paulo Borrachinha, que lutarão em abril. O australiano é favorito no combate, em busca de um title shot. Se o favoritismo for confirmado e Borrachinha perder, é a minha opção favorita, colocando dois caras agressivos mas diferenciados fisicamente, já que um é um peso médio grande que corta muito peso, contra um meio-médio “preguiçoso”. Seja lá quem perder, é certeza de casamento inédito e divertido.

BELAL MUHAMMAD VS. JINGLIANG LI

Impressiona demais o quanto que Belal Muhammad é um lutador técnico e habilidoso em todas as áreas do MMA. O palestino conseguiu um grande resultado ao derrotar Dhiego Lima, não tendo sofrido risco em momento algum do combate. Muhammad mostrou um boxe afiado, atingindo o brasileiro a todo instante e com um volume bom de socos, além de levar o combate ao solo sempre que quisesse. É possível que Muhammad adentre o top 10 com essa vitória.

Ele pediu na entrevista, e eu não poderia concordar mais. Li Jingliang é o adversário perfeito para Belal em sua próxima aparição no octógono. O chinês tem mais poder de nocaute, porém é tecnicamente inferior ao “Remember the Name”. O que os dois tem em comum é sempre andarem para a frente e jogarem volume a todo momento, não importando se vão sair com o rosto magoado depois dos 15 minutos. Contenda favorita a melhor da noite em qualquer evento que se faça inclusive.

Confira outras opções para lutas envolvendo os atletas presentes no UFC 258:

Maycee Barber vs. Mariya Agapova
Ian Heinisch vs. Brendan Allen
Ricky Simon vs. Cody Stamann
Brian Kelleher vs. Alejandro Perez
Maki Pitolo vs. demissão
Anthony Hernandez vs. Julian Marquez
Rodolfo Vieira vs. Jordan Williams
Dhiego Lima vs. Laureano Staropoli
Polyana Viana vs. Amanda Ribas
Mallory Martin vs. Ariane Carnelossi
Chris Gutierrez vs. Marlon Vera
Andre Ewell vs. Benito Lopez
Gabe Green vs. Christian Aguilera
Philip Rowe vs. Carlston Harris